Ex-funcionários do WhatsApp criaram nova rede social

Na segunda-feira vai ser lançado a HalloApp, um novo serviço de mensagens que pretende ser tudo o que o WhatsApp já não é. Esta nova aplicação de conversação online foi criada por Neeraj Arora e Michael Donohue, dois dos primeiros funcionários do WhatsApp (que foi comprado pelo Facebook), que dizem que esta nova app será a “primeira rede de relacionamentos reais”.

Ambos saíram da empresa em conflito com o Facebook devido ao rumo que estava a dar ao WhatsApp. Neeraj Arora foi diretor de negócio do WhatsApp até 2018 e foi um dos principais responsáveis pelo processo de aquisição da empresa. Já Neeraj Arora foi o diretor informático do WhatsApp até 2019. Agora, com a HalloApp, querem dar continuidade ao trabalho que faziam.

À semelhança do serviço de mensagens do Facebook, a HalloApp disponibiliza chats de mensagens em grupo ou individuais com amigos e familiares. A única forma de encontrar pessoas é através do seu número de telemóvel. Todavia, a HalloApp terá uma página para os utilizadores poderem partilhar publicações, como uma rede social, mas nunca terá anúncios nem espaço para influencers. Para se manter sustentável, futuramente a HalloApp vai cobrar uma subscrição aos utilizadores.

blank

O objetivo da equipa, que começou a disponibilizar a app em novembro para utilizadores convidados, é simplificar as redes sociais e transformá-las num espaço mais privado. “Imaginem que os amigos eram amigos de verdade”, lê-se no site da HalloApp.

Neeraj Arora, que liderou a área de negócios do WhatsApp até 2018, compara as redes sociais mais utilizadas a “cigarros do século XXI”: viciantes e a competir para ganharem a atenção dos utilizadores.

A proposta com o HalloApp é limitar os contactos às pessoas com quem se tem relações próximas e acabar com os anúncios. Não há possibilidade de pagar à rede social para mostrar determinado conteúdo a mais pessoas como acontece no Instagram e no Facebook.

blank

Para já, a app limita-se a quatro separadores: um para as definições, outro para partilhar novidades com todos os amigos, outro para grupos privados (por exemplo, amigos de infância, colegas de casa e colegas de trabalho) e mais um para conversas. As publicações aparecem na ordem em que são escritas porque não há algoritmos a determinar qual o conteúdo mais relevante para cada utilizador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here