Utilizadores da Apple vão poder nomear herdeiros da sua iCloud

Até quarta-feira, quando um membro da família ou um ente querido morria, não havia possibilidade de desbloquear o telemóvel da Apple sem saber a password, nem era possível, de forma relativamente fácil, de ter acesso à conta do iCloud. Agora, com a atualização para a versão 15.2, o iOS decidiu introduzir a possibilidade de escolher cinco contactos para terem acesso à sua iCloud, em caso de falecimento.

Esta iniciativa faz parte do programa Digital Legacy, que foi disponibilizados aos developers na passada terça-feira, sendo que, por agora, apenas se encontra em fase de testes. Este programa foi anunciado pelo primeira vez na WWDC no início deste ano

É necessário uma prova de óbito e uma password para que a Apple permita o acesso. Quando confirmada esta situação,  as informações e os dados são partilhados com os contatos que a pessoa escolheu como seus herdeiros digitais e que estão no ID Apple dos Contatos Legados.

blank

Para ser herdeiro, a pessoa nomeada tem de aceitar, pelo que o sistema, após a escolha do utilizador, vai enviar uma notificação diretamente para o contacto ou contactos escolhidos, onde se inclui a chave de acesso, que é necessária para garantir que o acesso foi autorizado pelo utilizador que faleceu.

Quem é convidado para fazer parte dos herdeiros da iCloud  tem o poder de decidir se aceita ou se recusa ser adicionado à lista. No caso de aceitar o sistema guarda a chave de acesso nas configurações do seu Apple ID de quem o escolheu para herdeiro; caso essa pessoa rejeite, quem nomeou vai receber uma notificação com esta informação.

Para nomear os herdeiros da sua conta iCloud o utilizador necessita de ir a Definições; opção Passwords & Segurança. Num Mac, a funcionalidade Legacy Contact vai aparecer no menu Preferências do Sistema; opções Apple ID, seguida de Passwords & Segurança, refere o The Verge. Pode ser nomeado um herdeiro que não utiliza o sistema operativo da Apple.

A  gigante tecnológica ainda não revelou quando é que esta nova funcionalidade deixará de estar em fase de testes nem quando chegará à generalidade dos seus equipamentos, visto que, de momento, apenas está disponível para quem tem o o iOS 15.2.

Fonte: The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here