Análise Galaxy Z Fold 5: Review

O Samsung Galaxy Z Fold 5 é o melhor e mais recente da linha dobrável de primeira linha da Samsung. Ele vem com uma dobra aprimorada, de modo que as suas abas ficam paralelas pela primeira vez desde o lançamento dos Folds, o novo chip Snapdragon ajustado para telefones Samsung e mais melhorias de software que reconhecidamente chegaram ao Z Fold 4 através de atualizações.

Hoje trazemos o Samsung Galaxy Z Fold 5 para lhe darmos o feedback do nosso teste. Esperemos que através do nosso teste e feedback possa ajuda-lo na hora que for às compras e vir este modelo.

Galaxy Z Fold 5: Novidades

  • Design da dobra aprimorada, melhor sensação, as abas fecham de maneira confortável e paralelas umas às outras;
  • O vinco é mais raso, mas ainda visível;
  • Adesivo mais forte no protetor do ecrã principal;
  • Snapdragon 8 Gen 2 com overclock, LPDDR5X, UFS 4.0 hardware de última geração e super-rápido;
  • Mesmos tamanhos e especificações do ecrã;
  • Os módulos da câmera são os mesmos, o processamento da imagem foi ligeiramente melhorado;
  • O novo case da S Pen é mais fino e cabe no bolso.

Galaxy Z Fold 5: Design e cores

O Galaxy  Z Fold 5 parece muito com o seu antecessor, mas tem uma dobra que foi notavelmente melhorada. Enquanto os modelos anteriores rangiam um pouco e deixavam uma lacuna quando as abas eram fechadas, o novo modelo parece muito melhor. A nova dobra não faz nenhum barulho estranho e, mais importante, é suave durante todo o movimento de desdobramento ou dobramento. Quando fechadas, as duas abas do Z Fold 5  ficam completamente paralelas, em vez de ficarem ligeiramente tortas com uma lacuna num lado.

Graças a essa dobra, o vinco no meio do ecrã principal também é um pouco mais raso. A diferença é sentida pelo toque, mas é pequena demais para ser capturada pela câmera sim, esse vinco ainda é totalmente visível.

Outra atualização invisível a Samsung afirma que o adesivo do protetor de ecrã interno é muito mais forte, por isso não deve borbulhar ou descascar sozinho (os Folds mais antigos sofriam com isso). Não posso dizer se isso será verdade, dado que o teste foi feito durante algumas horas, com o passar do tempo pode acontecer.

As proporções do Galaxy Z Fold 5 foram ponderadas inúmeras vezes. Mesmo assim, a Samsung prefere manter um design onde o ecrã externo é super estreita, enquanto o ecrã interno é quadrado. O objetivo é ter uma diferenciação muito forte entre os modos com uma e duas mãos, e a empresa deseja que um Z Fold fechado pareça um objeto estreito e fácil de guardar.

O ecrã externo não é a coisa mais confortável para mexer com os dois polegares. Se colocar o teclado ativo, as letras próximas à margem do ecrã exigirão um esforço superior para que consiga acertar na letra ou numero pretendido. O problema é ainda mais enfatizado se optar por usar gestos para navegação tentar deslizar pela lateral do ecrã para um comando “voltar” enquanto está com o teclado ligado pode parecer um quebra cabeças.

Galaxy Z Fold 5: Ecrã

A Samsung está no auge do sei ecrã AMOLED, os seus ecrãs são brilhantes, vibrantes e com aparência realista. Na série Z Fold, temos dois painéis AMOLED, um ecrã estreito de 6,2 polegadas na parte externa e um ecrã dobrável de 7,2 polegadas na parte interna.

Ambos possuem taxa de atualização dinâmica 1 a 120 Hz para o display principal e 48 a 120 Hz para o externo. Uma taxa de atualização dinâmica ajuda a economizar bateria e a queda de 1 Hz é especificamente útil ao usar um Always On Display. A única coisa estranha é que normalmente usamos o AOD no ecrã externa, certo? Então porque motivo o ecrã interno desce até 1 Hz, enquanto a externa ainda chega a 48 Hz? Será problemas técnicos por parte da Samsung? Não sei a resposta, mas é sem duvida uma questão que fica no ar que esperamos um dia vir a ter resposta.

Temos resoluções bastante altas 2176 x 1812 pixels (373 PPI) no ecrã interna e 2316 x 904 pixels (401 PPI) no painel frontal.

Galaxy Z Fold 5: Câmera

Os dobráveis ​​​​da Samsung não são realmente telefones centrados na câmera.

  • Câmera principal de 50 MP
  • Câmera de 10MP com zoom 3x
  • Câmera ultra grande angular de 12 MP

A Samsung informou-nos a todos nós que ajustou ainda mais o software, e o novo Snapdragon 8 Gen 2 tem atualizações no processamento de imagem.

Para a frente, temos um sensor selfie de 10 MP na parte externa e uma câmera selfie de 4 MP de baixa resolução escondida sob o ecrã principal interno. Este último não achei com grande capacidade para selfies e não evoluiu muito nos últimos anos. Com o Z Fold 4, a Samsung tentou melhorar a densidade dos pixels que o “escondem” sob o ecrã principal. Mas parece e funciona da mesma forma no Z Fold 5 sem melhorias. Não é ótimo para selfies, mas funciona para videochamadas.

Câmera Principal

Temos um HDR agressivo que doma os realces e aumenta as sombras de forma muito adequada, a menos que exista uma cena super desafiadora para lidar. Isto não achata a dinâmica tanto quanto, digamos, um Pixel faria, e descobrimos que as fotos transmitem com precisão as condições de iluminação em que testamos.

As cores são, no estilo típico da Samsung, intensificadas, com os verdes ficando um pouco distorcidos. A nitidez pode ser um pouco atenuada. Pequenos decalques e margens ficam bonitas, claro, mas podemos detectar um pouco de nitidez excessiva, fazendo com que alguns detalhes pareçam irregulares ou pouco naturais.

Num cenário com pouca luz, o Galaxy  Z Fold 5  pode ser desafiado por certas fontes de luz, tudo depende do cenário. Mesmo em condições de pouca luz ainda é capaz de produzir algumas fotos marcantes, especialmente com aquelas cores amplificadas. Também não notamos que dê uma tonalidade amarela pronunciada às fotos tiradas no escuro, o que é muito agravável.

Qualidade de zoom

O  Z Fold 5 possui lente telefoto 3x, que auxilia no zoom e em ótimos retratos. A partir de então, ele usa magia digital para aumentar a ampliação para um máximo de 30x, muito parecido com o  Galaxy S23  (não o Ultra). Diríamos que o zoom de até 10x mantém tudo muito bem. Até 10x consegue ainda ver os detalhes com alguma suavidade embora comece a notar alguma degradação da imagem, mas ainda assim o zoom 10x ainda é perfeitamente utilizável se precisar de captar alguma coisa mais longe.

Comecei a testar a partir dos 30x, mas neste ponto a imagem começa a ficar com uma qualidade bastante fraca. Se usar para tentar “perceber” o que lá está ao fundo talvez ainda possa ter alguma utilidade, mas se carregar para tirar a fotografia vai perceber que não vai conseguir perceber nada da fotografia.

Qualidade de vídeo

Naturalmente, as cores amplificadas e a nitidez também se traduzem na gravação de vídeo, então o que gostar e odiar na parte da fotografia, o mesmo irá acontecer no video, pelo menos eu achei isso. Diria com certeza que pode gravar as suas memórias no  Z Fold 5 sem problemas e com uma qualidade bastante agradável.

Galaxy Z Fold 5: Desempenho

Este modelo vem equipado com um Snapdragon 8 Gen 2 Made for Galaxy. Este é o mesmo processador que alimenta a linha Galaxy S23. A sua frequência é de 3,36 GHz, em oposição aos 3,2 GHz dos modelos Snapdragon 8 Gen 2 “regulares”. Isto não é um grande obstáculo, claro, mas o fato da Samsung ter trabalhado em parceria com a Qualcomm para desenvolver o hardware que alimenta os telefones inspira-me confiança.

No que diz respeito à RAM, os telefones Z Fold dependem muito dos seus recursos multitarefa dado o grande ecrã que possuem. É por isso que 12 GB aqui são obrigatórios e o Z Fold 5 oferece em cada nível de armazenamento, obtemos 12 GB de RAM da variedade LPDDR5X um pouco mais eficiente em termos de energia do que LPDDR5.

Para armazenamento, temos o UFS 4.0, que é duas vezes mais rápido que o UFS 3.1 usado anteriormente. Com opções de armazenamento como segue:

  • 256GB
  • 512 GB
  • 1 TB (opção exclusiva Samsung.com)

Galaxy Z Fold 5: Bateria

O Galaxy  Z Fold 5 possui célula de 4.400 mAh, igual ao seu antecessor. O Snapdragon 8 Gen 2 e o LPDDR5X devem oferecer eficiência energética um pouco melhor, mas obtemos desempenho de bateria na faixa do Z Fold 4. Numa utilização que podemos considerar normal (chamadas, redes sociais em tempo aceitável, pesquisas na web) podemos contar com bateria para o dia inteiro, no caso em que fomos aos testes mais exaustivos como jogos , videos etc, a bateria já caiu mais rapidamente.

Velocidades de carregamento do Galaxy Z Fold 5

Os Smartphones da gama alta da Samsung oferecem todas as opções de carregamento dos telefones modernos, carregamento com fio, sem fio e sem fio reverso, que permite carregar por exemplo o seu smartwatch ou headsets colocando-os no telefone. Não é a melhor forma de carregar, mas ajuda quando estamos sem outras soluções à mão.

O  Z Fold 5  suporta carregamento com fio de 25 W e 15 W sem fio com os carregadores Fast Wireless da própria Samsung. Outros carregadores Qi também funcionam, mas limitam a velocidade. Testamos tudo isso, então aqui está os teste de carregamento do Galaxy Z Fold 5 , com e sem fio:

Resultados do teste de carregamento:

  • 15 minutos – 29%
  • 30 minutos – 56%
  • 80 minutos – completo

Resultados do teste de carregamento sem fio:

  • 15 minutos – 14%
  • 30 minutos – 27%
  • 133 minutos – completo

Galaxy Z Fold 5: Áudio

Embora as colunas das unidades Galaxy S possam parecer soar melhor do que realmente são, a verdade é que os modelos Galaxy Z Fold já têm um som ótimo há alguns anos. Presumimos que seja devido ao espaço que as colunas possuem, pois ficam na aba que não contém a bateria e a placa-mãe do telefone.

O Galaxy Z Fold 5 tem um som amplo, vibrante, detalhado, com uma quantidade agradável de graves. A minha única reclamação é que o som não fica muito alto, mas em contra partida também não distorce no volume máximo.

Galaxy Z Fold 5: Veredicto final

Se está à procura do seu primeiro telefone dobrável esta na minha opinião é definitivamente uma opção, mas não podemos nos comprometer totalmente em recomendá-lo devido ao ecrã externo. Tudo vai depender um pouco do seu gosto pessoal e do que realmente o pode incomodar e o que não incomoda.

Supondo que o ecrã externo não é um problema para si e que atualmente você não tem uma oferta no Galaxy Z Fold 4 mais antigo para aproveitar sim, o Galaxy Z Fold 5 é excelente. O novo estojo S Pen também é absolutamente obrigatório para quem gosta de escrever notas à mão.

Prós

  • A dobra aprimorada parece melhor;
  • Desempenho rápido e sólido;
  • Ecrã nítido e colorida com taxa de atualização suave;
  • Som amplo e detalhado das colunas;
  • S Pen (compra separada) é excelente

Contras

  • A duração da bateria é aceitável, mas na minha opinião poderia ser melhor.
  • O ecrã externo pode ser muito estreito para aquilo que eu considero uma digitação confortável;
  • O vinco é mais raso do que outros modelos, mas ainda assim ainda continua muito visível.
REVER GERAL
Galaxy Z Fold 5: Veredito
analise-galaxy-z-fold-5-reviewSe está à procura do seu primeiro telefone dobrável esta na minha opinião é definitivamente uma opção, mas não podemos nos comprometer totalmente em recomendá-lo devido ao ecrã externo. Tudo vai depender um pouco do seu gosto pessoal e do que realmente o pode incomodar e o que não incomoda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui