Transístor com 7 átomos é apresentado na Austrália

quanticoUm grupo de investigadores de duas universidades australianas anunciou a criação de um transístor que utiliza apenas sete átomos na sua construção. Este transístor mede apenas 4 nanómetros (quatro milionésimos de milímetro), e pode ser o inicio da criação de processadores quânticos, com capacidade para aumentar exponencialmente a capacidade de processamento dos equipamentos actuais, de acordo com a lei de Moore.

O fabrico do transístor foi publicado ontem na revista científica Nature Nanotechnology. “Aqui relatamos a pesquisa de um ponto quântico com poucos electrões num cristal de silício que não contém interfaces heterogéneas”, citando o artigo. O que os cientistas fizeram foi substituir sete átomos do cristal de silício por átomos de fósforo.

Michelle Simmons, investigadora que lidera o estudo, afirma que a tecnologia terá aplicações directas em áreas como as das transacções financeiras e previsão do tempo, que envolvem milhões de cálculos por segundo na análise de possíveis cenários. “Será possível resolver problemas que num computador normal levariam mais do que a idade do universo”, disse a cientista ao jornal britânico Telegraph.

Contudo ainda não há previsões para quando estará implementado ao nível comercial, pois segundo os cientistas todo este processo foi realizado de forma manual.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here