Nokia apresenta telemóvel flexível

Numa altura em que as telas sensíveis ao toque são o padrão nos dispositivos móveis, a Nokia apresentou um telemóvel que se dobra. Literalmente.

Chama-se Nokia Kinect Device e o conceito do telemóvel parece saído de um filme futurista. Em vez dos toques na tela, toda a interacção com a interface do telefone faz-se através de movimentos como dobrar ou torcer o ecrã. Esqueçam o movimento de pinça ou o duplo toque para fazer zoom. No Nokia Kinect dobra-se para trás ou para a frente para se aumentar ou diminuir as fotografias, enquanto pequenas torcidas nas laterais do telemóvel servem para navegar nos menus. E não é por ser flexível que o ecrã do dispositivo móvel deixa de ter qualidade: o site CNET disponibilizou um vídeo (em inglês) que mostra uma tela OLED de 4 polegadas.

httpv://www.youtube.com/watch?v=QsbZOKahdMw&

Ainda que à primeira vista pareça menos prático do que os touchscreens, a verdade é que as telas flexíveis podem trazer algumas vantagens. Seria possível executar alguns controlos, como mudar de música, sem desbloquear a tela do telemóvel, ou então controlar o dispositivo sem  ter que olhar para a ecrã (no bolso por exemplo). Os dispositivos móveis que são flexíveis e reagem através dos movimentos podem representar uma mais valia para as pessoas invisuais, já que as telas sensíveis ao toque não são a melhor tecnologia para os cegos. Além de que um telefone que se dobra e contorce certamente será mais resistente a quedas e choques violentos.

O Nokia Kinect Device foi uma das surpresas reveladas, além do Lumia 800 e 710, durante o Nokia World 2011 realizado em Londres. O concept phone da gigante finlandesa não deve conhecer uma produção em massa durante os próximos anos e nem se sabe se chegará a ser comercializado.

O melhor mesmo é ver outro vídeo (em inglês), do site intoMobile, de como realmente funciona o novo conceito de dispositivo móvel que a Nokia propõe.

httpv://www.youtube.com/watch?v=xL7ASARTlJI&

9 COMENTÁRIOS

  1. Sem dúvida é uma boa evolução do monitor táctil. Acho que daqui a uns aninhos, os monitores tácteis vão dar feedback ao utilizador, que vai fazer com que as pessoas cegas consigam ler o que se passa no ecrã. e estou a ver muitas outras aplicações para esses monitores que acho não devem tardar aí.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here