Análise Huawei P20: uma das melhores opções do mercado

6 de Junho de 2018
3 Partilhas 187 Visualizações
1 Comentários
Passatempo Galaxy A7

Chegou há poucos dias ao mercado, mas é sem dúvida um dos melhores smartphones do mercado e que retira quaisquer dúvidas de que a Huawei consegue fazer um smartphone topo de gama que concorre de frente contra os grandes colossos do mercado. A Huawei continua o assalto aos dois primeiros lugar do mercado.

O Huawei P20 chegou ao mercado há poucas semanas, iniciou as vendas no passado dia 12 de abril e os resultados durante a pré-venda não poderiam ter sido melhores, com o melhor resultado de sempre da Huawei em Portugal, sendo que as expetativas da fabricante estão em alta, esperando que a Huawei ultrapassa a marca dos 20 milhões de unidades vendidas da gama P20.

Nós já tínhamos estado a experimentar o equipamento, durante pouco tempo, e ficámos bem impressionados com o seu desempenho, bem como com a qualidade fotográfica do equipamento, que foi confirmado pelo DxOMark como a melhor câmara do mercado.

Agora, é a vez de darmos a nossa opinião sobre o equipamento, já que tivémos a oportunidade de estar com o equipamento durante algum tempo  já conseguimos afirmar que o smartphone é, mesmo, um dos melhores do mercado, senão o melhor, mas também admitimos que ma afirmação deste tipo vai sempre depender da opinião pessoal de cada um. Portanto, vamos ver sevocês concordam com a nossa análise ao Huawei P20.

Características e acessórios

  • Dimensões: 149.1 x 70.8 x 7.7 mm
  • Peso: 165 g
  • Sistema Operativo: EMUI 8.1, Android 8.0 Oreo;
  • Ecrã: 5,8” com resolução 1080 x 2240 pixels, 18.7:9 ratio
  • Câmara Traseira: Dupla câmara 12 MP (f/1.8, 27mm, 1/2.3″, 1.55µm, OIS) + 20 MP (f/1.6, 27mm)
  • Câmara frontal: 24 MP
  • Processador: Hisilicon Kirin 670, Octa-core (4×2.4 GHz Cortex-A73 e 4×1.8 GHz Cortex-A53)
  • GPU: Mali-G72 MP12;
  • Memória RAM: 4 GB;
  • Armazenamento interno: 128 GB;
  • Dual SIM
  • Sensores: impressões digitais; sensor de brilho; sensor de luz ambiente;
  • Conetividade: Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, dual-band, WiFi Direct, hotspot
  • GPS: A-GPS, GLONASS
  • Bluetooth 4.2
  • USB-C
  • Bateria: 3400 mAh de capacidade

Em termos de acessórios, o smartphone conta com um cabo USB-C, uma tomada de parede, uns auriculares USB-C e uma das coisas que mais me agrada, uma capa já incluída, o que, continuo a referir e não me canso, todas as fabricantes deveriam levar isso em consideração.

Design e Ecrã

Não há dúvidas que a Huawei tem feito um grande esforço em todos os sentidos para convencer os consumidores que tem um smartphone à altura, apesar dos “problemas” com os EUA. A verdade é que para conseguirem chegar aos dois primeiros lugares, têm de desistir de tentar convencer o governo norte-americano da sua credibilidade, por isso há que olhar para o resto do mundo e tentar ser ainda melhores por aí, e com este design conseguem, sem dúvida.

O smartphone tem acabamentos em vidro, com o aro metálico, o que na verdade não é nada inovador hoje em dia, mas ambém temos de admitir que já há pouco por inventar. Mas mesmo assim a Huawei consegue surpreender, provavelmente com a ajuda da submarca Honor, já que os seus equipamentos com acabamentos em vidro diferem pelas cores e efeitos diferenciados da concorrência que introduzem no mercado, e nesse aspeto consegue voltar a ser diferente com o Huawei P20.

No entanto, e nisso não há como fugir, acabamentos em vidro têm o problema de serem um íman a dedadas, e isso também acontece com o Huawei P20. Mas não há nada a fazer quanto a isso.

Apesar do acabamento em vidro, os novos Huawei P20 têm um excelente efeito traseiro, que na versão twilight, conseguem ter mais do que uma cor diferente na parte traseira. Incrível? Sim, um efeito que se diferencia dos concorrentes e que dá imensa pena de colocar uma capa no equipamento, por causa disso.

De resto, o smartphone, ainda na área do design, acaba por não se diferencia da concorrência por ter o notch no ecrã. Sim, é mais um equipamento com “notch” que não se percebe bem o porquê, mas num artigo de opinião colocamos algumas hipóteses prováveis para que isto esteja a acontecer com a maioria das fabricantes. Aliás, há alguns estudos de fabricantes que indicam que seguem o que os utilizadores querem. Bem, provavelmente, eu sou um utilizador diferente, pois não acho que faça grande sentido, mas pronto, isto é mais um aspecto que entra na área da “opinião pessoa” que já referimos em cima.

Depois há outro aspeto um pouco geral, que é a referência ao Full Screen, como se a área frontal fosse totalmente sem bordas, o que ainda está longe de acontecer na maioria dos smartphones e nesse aspeto temos de dar pontos positivos ao iPhone X, que é o mais aproximado que consegue, com o tal notch. No Huawei P20 Pro, temos o sensor de impressões digitais na área frontal, por baixo do ecrã, portanto é uma grande área da parte frontal que é ocupada e, desta forma, não Full Screen para ninguém.

É verdade que as bordas laterais são, cada vez mais, pequenas, e nesse aspeto a Huawei consegue um excelente trabalho, mas na parte de baixo ainda temos muito espaço ocupado. Se o sensor fosse para trás (ou dentro do ecrã como no Mate RS) aí sim, poderia aumentar o tamanho do ecrã ou reduzir a parte de baixo, mas é um trabalho em andamento certamente. Com o sensor biométrico a ser introduzido no ecrã, será uma questão de tempo até que a grande maioria dos smartphones comece a ter ecrãs completos na parte frontal.

O Huawei P20 apresenta-se com um ecrã AMOLED de 5,8 polegadas, um ecrã de grande qualidade, num equipamento que tem um tamanho muito bom e muito ergonómico. Nem parece que temos um smartphone com um ecrã tão grande. O rácio do ecrã de 18.7:9, uma tendência que está a ser seguida por, praticamente, todas as marcas, devido ao notch. A resolução é 1080 x 2240p, Full HD e se os números parecem-lhe estranho, deve-se ao ecrã extra do notch.

Como seria de esperar, a qualidade de ecrã é de topo. Conta com uma densidade por pixel de 408ppi. É boa, sem dúvida, mas está atrás do Galaxy S9 Plus, que se apresenta com uma densidade por pixel de 529ppi. Apesar desta diferença, dificilmente será visível a olho nu, já que o ecrã apresenta uma grande qualidade, pretos excelentes e muito bons ângulos de visualização.

Ainda na área do design, o Huawei P20 conta com a mais recente porta USB-C, e, também, já lhe falta o jack 3,5mm para auriculares. Muitos acharam um ponto negativo, mas já temos de considerar que é uma tendência que irá ser seguida por todos. Portanto, vamos deixar de considerar isot um ponto negativo. Como tudo, temos de nos habituar a esta mudança, tal como aconteceu com a alteração do microUSB para o USB-C.

Câmara

A Huawei volta a revolucionar o segmento móvel em relação às câmaras e, desta vez, é a primeira a introduzir três sensores traseiros. SIM TRÊS. Um exagero? Talvez seja e ter tantas câmaras num smartphone começa a ser questionável, mas isso termina após experimentar o equipamento e olharmos para os testes já desenvolvidos pelos principais especialistas na área.

Infelizmente, a Huawei acaba por diferenciar a versão normal do Pro nas câmaras, quando antes isso nunca aconteceu, mas não é por isso que o equipamento não é de topo. Se olharmos para um dos sites com maior credibilidade nesta área, o DxOMark, o Huawei P20 está no segundo lugar do ranking, superior a toda a concorrência e só atrás do Huawei P20 Pro, o que demonstra que, apesar de ser inferior ao modelo Pro, não deixa de ser um dos melhores smartphones a tirar fotografias.

As câmaras traseiras contam com dois sensores Leica, um de 12MP e outro de 20MP. O de 12MP tem estabilização ótica, 1.55µm e uma abertura de f/1.8mm, enquanto o outro sensor é de 20MP com abertura f/1.6. Por seu lado, a câmara frontal é de 24MP com uma abertura f/2.0.

Como é de esperar de um smartphone de topo, em todas as áreas da fotografia conseguimos um grande nível e do melhor que se pode encontrar em smartphones. O ideal é ver exemplos de fotografias que captamos com o equipamento. Pode ver as imagens originais na nossa página do Flickr.

Desempenho

O Kirin 970 é um excelente processador e o primeiro do mercado a chegar com um núcleo vocacionado para a inteligência artificial, colocando os equipamentos da Huawei ao nível dos outros, sem depender de outros, como é o caso da Samsung e da LG. Além disso, o desempenho do equipamento é muito bom e não fica atrás dos concorrentes.

Mas a verdade é que como será de esperar, um smartphone de topo têm um desempenho de topo e este equipamento tem um excelente desempenho. Portanto, qualquer aplicação irá abrir rapidamente, a mudança de aplicações funcionará bem e jogar jogos será delicioso.

Importante é dar um outro olhar à bateria, já que é uma área onde o modelo normal da gama P poderia ser melhor e que é uma grande vantagem na gama Mate e no modelo Pro. Mas, felizmente, a Huawei melhorou um pouco e facilmente conseguirá um dia de bateria. Mas a verdade é que a gama Mate é um equipamento que garante bem mais bateria e que agora isso também acontece no modelo Pro.

Há uma coisa que me tem agradado na Huawei e que se repete neste modelo, o carregamento rápido que é incrivelmente rápido. É verdade que a concorrência, nomeadamente através da Qualcomm, já têm opções muito boas, mas a Huawei foi a primeira a surpreender-nos nisto. No entanto nem tudo é perfeito.

Apesar de nos ter surpreendido com o carregamento rápido e ainda continuar a ser dos melhores no mercado, os equipamentos da Huawei ainda têm a falta do suporte ao carregamento sem fios. Antes, com o metal ainda se percebia porquê, mas agora com a decisão de ter um design com acabamentos em vidro, não se percebe porque esta tecnologia ainda não está disponível no equipamento.

Veredito: Huawei P20

A Huawei continua a manter o caminho que quer construir e os smartphones de topo da empresa continuam a ser dos melhores que encontramos no mercado. Além de serem de grande qualidade, o preço é bem mais baixo que a concorrência, o que é uma grane vantagem e esse é um dos motivos porque a Huawei tem crescido no mercado global.

A principal vantagem, além do preço, continua a ser a câmara, que tem uma grande qualidade e que continua a melhorar ano após ano, sempre acompanhado de um grande desempenho.

Mas não são só vantagens e continuo a não perceber o “notch”. Considero que não faz grande sentido e o único equipamento que ainda se justifica é no iPhone X, porque além do “notch” praticamente tudo o resto é ecrã e assim faz sentido. O que ainda falta neste equipamento é o carregamento sem fios, pois agora têm acabamentos em vidro e já não há “desculpas”.

Pontos a Favor:

  • Câmara de grande qualidade
  • Desempenho de grande nível
  • Preço em relação à concorrência

Pontos Contra:

  • Ecrã com “notch” e longe do Full Screen
  • Falta de carregamento wireless

Desde já agradecemos à Huawei por nos ter disponibilizado o Huawei P20 para análise. O smartphone já está à venda em Portugal, infelizmente não está prevista a chegada ao Brasil mas sem dúvida que deveria ser ponderada, pois, como já referimos em cima, os EUA estão a fechar as portas, mas ainda existe muito mundo por explorar. O Huawei P20 custa 699€ nas lojas de retalho.

Artigos interessantes

Xiaomi confirma que Black Shark 2 chegará em 23 de outubro
Telemóveis
28 Visualizações
Telemóveis
28 Visualizações

Xiaomi confirma que Black Shark 2 chegará em 23 de outubro

Wagner Pedro - 18 de Outubro de 2018

Recentemente, surgiram informações que a Xiaomi lançaria o Black Shark 2 em 23 de outubro. Naquele momento, não podíamos confirmar que…

Asus Zenfone 4 Max recebe o Android 8.1 Oreo
Asus
31 Visualizações
Asus
31 Visualizações

Asus Zenfone 4 Max recebe o Android 8.1 Oreo

Wagner Pedro - 18 de Outubro de 2018

Estava previsto que, em dezembro do ano passado, a Asus iria disponibilizar o Android Oreo para o Zenfone 4 Max, que…

Vivo Z3 chega ao mercado com Snapdragon 710 e tecnologia Dual Turbo
Diversos
20 Visualizações
Diversos
20 Visualizações

Vivo Z3 chega ao mercado com Snapdragon 710 e tecnologia Dual Turbo

Wagner Pedro - 18 de Outubro de 2018

Na semana passada, a Vivo anunciou o Vivo Z3i na China. Agora, a fabricante chinesa veio a público para oficializar…

Comentário

Comente

O seu email não será publico

Partilhe nas Redes Sociais

Se gosta do artigo, partilhe com os seus amigos