Análise do Huawei Mate 40 Pro: Review

O Mate 40 Pro da Huawei contém o melhor da tecnologia empregada num smartphone. O aparelho possui um ecrã líder do setor, um amplo chipset e um ótimo sistema de câmaras na parte traseira. É tudo premium, tirando o facto de os serviços do Google estarem ausentes e o Harmony OS ainda não estar totalmente pronto.

Este smartphone é muito complexo, e por isso é preciso muita paciência e espírito aventureiro ao mesmo tempo para o conhecer ao pormenor. Se você conseguir passar pela curva de aprendizagem do software, ficará perfeitamente satisfeito com este dispositivo.

Design e características gerais

Ao ligar o Mate 40 Pro pela primeira vez vemos que ele está quase sem moldura e tem um recorte de câmara dual selfie no lado superior esquerdo do visor. Temos um “queixo” e uma “testa” minúsculos (os engastes acima e abaixo do ecrã).

O ecrã tem bordas curvas, o que é visualmente agradável, mas muitas vezes não beneficia a experiência do utilizador e até cria problemas, como toques acidentais. No entanto, a Huawei apontou que o Mate 40 Pro tem “algoritmos aprimorados de prevenção de erros de toque”, então, por enquanto, aceitaremos a palavra da empresa sobre isso.

blank

Quanto ao design geral do Mate 40 Pro, é bastante normal. Os seus botões ligar/desligar e de volume estão no lado direito, como na maioria dos smartphones, e a parte traseira do Mate tem uma aparência bem limpa, tirando o módulo da câmara. A parte traseira é feita de vidro fosco e a cor Mystic Silver realmente dá vida a este aparelho. Ele tem um efeito incandescente de arco-íris espetacular, fazendo com que o smartphone se torne um verdadeiro camaleão em diferentes condições de iluminação.

Na parte inferior do aparelho temos uma ranhura para cartão SIM, junto com a porta de carregamento e um espaço do altifalante, enquanto que na parte superior vemos algo que não aparece com frequência hoje em dia – um IR blaster! Este recurso pode ser usado para controlar a sua televisão, o ar condicionado e quaisquer outros eletrodomésticos que utilizam sinais infravermelhos, diretamente a partir do smartphone.

Ecrã

O ecrã merece muita atenção. Trata-se de um painel OLED de 6,76 polegadas com uma resolução de 1344 x 2772 pixels e uma taxa de atualização de 90Hz. É uma bela peça de tecnologia e, caso não se importe com os lados curvos, ficará muito satisfeito olhando para o visor 24 horas por dia, 7 dias por semana.

O visor do Huawei Mate 40 Pro é muito brilhante e a precisão das cores é quase sem precedentes. Claramente, é um dos melhores recursos deste smartphone.

Desempenho do processador

blank

O desempenho do Mate 40 Pro é rápido e eficiente. Não existem bloqueios, o que é compreensível dada a excelência do processador e da GPU (unidade de processamento gráfico) interna.

Este smartphone está equipado com o processador Kirin 9000 da Huawei e 8 GB de RAM. Este processador também está pronto para 5G, o que significa que o Huawei Mate 40 Pro é um smartphone 5G. De acordo com a Huawei, o Mate 40 Pro e o 40 Pro + também apresentam o GPU mais poderoso já visto num dispositivo Huawei. Vem com 256 GB de espaço de armazenamento.

Câmaras

A principal atração deste smartphone é indiscutivelmente o grande módulo de câmaras em forma de rosca na sua parte traseira, com a grande marca «Leica» orgulhosamente no centro. Tem zoom de até 50 vezes, bem como uma câmara ultra-grande angular.

blank

Juntamente com o Modo Noturno, também temos um Modo Pro na aplicação da câmara do Mate 40 Pro, que permite definir as configurações de fotografia manualmente, se desejar.

A configuração consiste em três câmaras, duas das quais são “emprestadas” do P40 Pro – a câmara principal grande angular e a de telefoto. O ultrawide shooter é totalmente novo e usa um sensor de 20MP com um array de pixels RGB convencional (a magia RYYB pode ser encontrada na câmara principal de 50MP de lente ampla).

Fotos tiradas em plena luz do dia parecem realmente boas. Há muitos detalhes, a faixa dinâmica é ótima, não é simples e sem inspiração, mas também não é totalmente irreal. A câmera ultralarga, que é a nova, é uma agradável surpresa – combina com a qualidade da câmara principal, sem mudança de cor visível ou outros distúrbios ao alternar entre as duas. É realmente excelente, embora não seja tão ultra largo – tem uma lente equivalente a 18 mm. Ainda assim, está bem.

blank

A lente telefoto oferece zoom ótico 5x, mas o que é realmente impressionante é o zoom híbrido 10x. Às vezes é ainda melhor do que o zoom ótico, pelo que damos os parabéns à Huawei e a todos os programadores dos algoritmos de software que trabalham nos bastidores. Falando em algoritmos de software, o Master AI cuida de todas as configurações, dependendo da cena que estamos a filmar (se permitirmos) e os resultados são excelentes.

Sistema operacional e aplicações

O smartphone executa o EMUI 11 da Huawei em cima do Android 10. (EMUI é a própria interface Android personalizada da Huawei.) O ecrã inicial do Mate 40 Pro não é nada incomum e apresenta ícones bonitos e claros, um feed de notícias, além de botões de alternância úteis e rápidos para fazer uma captura de ecrã ou gravar, lanterna e muito mais. É sempre bom ter esses recursos integrados, em vez de fazermos download de aplicações de terceiros para gravar algo que esteja a passar no ecrã, por exemplo.

Como esperado, em vez da Google Play Store, temos AppGallery da Huawei para obter as nossas aplicações para este smartphone. Há uma quantidade razoável de jogos e aplicações aqui, com alguns populares como TikTok e Viber presentes, embora não estejam disponíveis o Facebook, Instagram ou Skype, por exemplo. No entanto, eles ainda podem ser encontrados e baixados através do Petal Search, que é o motor de busca da Huawei.

Bateria

O Mate 40 Pro possui uma bateria de 4400 mAh, que é mais do que capaz de suportar um uso moderado por dois dias. Ele vem com um carregador de 66 W na caixa e a tecnologia de carregamento rápido é fantástica. É um recurso tão importante que merece ser mencionado. Uma carga completa leva apenas 47 minutos e podemos chegar a 85% em menos de meia hora. Isso é espetacular e serve para economizar muito tempo.

blank

Veredito: Huawei Mate 40 Pro

Num mundo onde o Huawei Mate 40 Pro tivesse acesso ao Google e seus amplos recursos, seria um candidato ao melhor smartphone de 2020. Para quem não se importa com nenhuma das aplicações do universo Google, isso ainda se aplica. Com câmaras fantásticas, um ecrã sólido, ótima qualidade de construção, bateria brilhante e de carregamento rápido e desempenho de alto nível, o Mate 40 Pro, que custa uns 1200 €, é realmente uma obra de arte.

Infelizmente, para nós, ocidentais, que estamos habituados ao Google, os aparelhos da Huawei não são os mais indicados. Caso realmente o Google não seja um problema para si, então o Mate 40 Pro é o melhor smartphone que poderá comprar na fasquia dos 1000/1200 euros, pelo que recomendamos que siga em frente e compre este aparelho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here