Análise ao Alcatel 5V: um excelente relação qualidade-preço

25 de Dezembro de 2018
6 Partilhas 180 Visualizações
3 Comentários

Atualmente, presenciamos um aumento da procura de equipamentos/smartphones baratos com uma qualidade semelhante a um premium. A categoria preço-qualidade tem sido um dos principais itens a ter em conta na hora da compra de qualquer equipamento, especialmente de smartphones.

Alcatel, a marca chinesa pertencente ao grupo TCL Corporation, tem vindo a lançar cada vez mais equipamentos baratos de qualidade, o que prestigia o nome da marca.

Design do equipamento

Quando falamos do design do equipamento, falamos de uma das suas maiores vantagens, a ergonomia e portabilidade. O revestimento estrutural do equipamento — a plástico — faz com que o seu peso seja menor que outros aparelhos (muito mais leve). A frente do aparelho segue uma moda iniciada pela Apple. O emblemático notch foi implementado no Alcatel 5V. Com um ecrã biselado, o aparelho apresenta um design mais arredondado conferindo a ergonomia característica.

O facto, é que o revestimento metálico inegavelmente favorece quer na qualidade de construção, durabilidade, bem como, na beleza do smartphone. Sendo um equipamento com um custo reduzido, a opção pelo plástico polido (parece vidro) levou a melhor e equipa o Alcatel 5V.

A lateral direita apresenta botões texturizados, o que confere um maior feedback por parte do aparelho quando pressionados. Infelizmente, com a redução de custos, o aparelho incorpora a “ultrapassada” entrada micro-USB, bem como, uma entrada de 3.5mm jack.

Hardware e desempenho do Alcatel 5V

Ecrã

Se falamos de design, temos de falar do que se encontra dentro deste equipamento. Começando pelo ecrã de 6,2 polegadas, onde se denota a qualidade de construção do equipamento, bem como, o conhecido por parte da TCL de ecrãs LCD. Contudo, apesar dos fortes contrastes e das cores vivas, a resolução para um telemóvel deste tipo fica um pouco à quem do esperado, com uma resolução HD+ 1500 x 720 ppx.

Não exagerando, a Alcatel é a primeira marca a oferecer uma gama completa de equipamentos equipada com ecrãs 18:9, e, no Alcatel 5V, maximiza esta experiência ao apresentar um ecrã infinito 19:9 notch FullView.

Desempenho

O smartphone vem equipado com um processador (CPU) Mediatek 2.0 GHz, Octa-core, Cortex-A53, bem como um processador gráfico (GPU) PowerVR GE8320 da Imagination Technologies — empresa britânica de desenvolvimento de microprocessadores. Em acréscimo, vemos os tradicionais 3 GB de memória RAM e 32 GB de memória ROM que permitem “alguma” fluidez ao dispositivo e capacidade de armazenamento, respetivamente.

A utilizar todas estas potencialidades, o Android 8.1 Oreo, uma escolha adequada por parte da Alcatel. Contudo, para além da capacidade de memória interna do equipamento, é possível adicionar até 128 GB com um cartão microSD.

Se falarmos de comparação, podemos comparar este Mediatek Helio P22, frequência 2.0 GHz com um Snapdragon 625, com uma diferença, o processador da Mediatek melhorou substancialmente o seu consumo enérgico em comparação com a Qualcomm.

Câmara do equipamento

A escolha das câmaras pela Alcatel visou a procura por um melhor momento na hora de tirar uma fotografia ou selfie. Optaram por um sensor duplo na traseira do equipamento de 12 Mpx e 2 Mpx, com aberturas, respetivamente de f / 2.2 e 2.4. Contudo, a câmara secundário apenas é utilizada para operar com maior fiabilidade o modo retrato. Através de técnicas de interpolação o conjunto de duas câmaras pode atingir os 16 Mpx. Por sua medida, a câmara frontal tem 8 Mpx que engloba o desbloqueio facial, modo de segurança popular, atualmente.

Como se não fosse suficiente, a marca chinesa optou por seguir as passadas dos seus concorrentes e incluir inteligência artificial no seu equipamento de baixo-custo. Neste caso, o modo fotográfico recorre a algoritmos para adequar determinado tipo de foto a cenas diferentes.

Bateria do equipamento

Algo impressionante no Alcatel 5V é a sua bateria, de uns módicos 4000 mAh, um número que não é de todo pouco para um equipamento desta categoria. Ainda para mais, quando vemos equipamentos de topo de linha com bateria inferiores a este equipamento.

Através de alguns testes e informações disponibilizadas, podemos concluir que face ao processador Mediatek e bateria de 4000 mAh, o smartphone conseguira uma autonomia de um dia, de uso ocasional. Em uso intensivo, com cerca de 5 horas de uso, o equipamento apresenta uma autonomia de 12 horas. Se for mais “poupadinho”, a autonomia do equipamento poderá estender-se até dois dias.

Pontos interessantes

Tendo em consideração o preço de 229€ pelo equipamento, o facto de ser um equipamento com leitor biométrico de impressões digitais, reconhecimento facial e tecnologia NFC — que tem vindo a ser excluído de grande parte dos smartphones pelo seu custo. A autonomia do Alcatel 5V, bem como, a sua ergonomia são pontos bastante fortes para quem procura o smartphone versátil para o uso do dia-a-dia.

Tenha em atenção que, pequenos/médios jogos são suportados pelo equipamento sem qualquer problema. Jogos mais elevados colocaram o telemóvel numa situação mais complicada após algumas “horas de jogo”. Os 3 GB de RAM permitem que navegue sem grandes problemas nas suas redes sociais.

Conclusão

Alcatel 5V apresenta-se como uma opção candidata a equipamento de pequeno-médio qualidade, como um dispositivo de preço-qualidade. Contudo, na nossa opinião, esse mesmo preço extravasa, em parte aquilo que se espera deste equipamento, ou seja, um preço demasiado inflacionado para o tipo de telemóvel que se verifica.

Com um sistema android atualizado, poderá instalar quase tudo o que de novo é disponibilizado na AppStore/PlayStore do Google. Face ao seu preço, o processador que o equipa beneficia de uma frequência razoável o que proporciona verdadeiros momentos de jogabilidade ou vídeo no equipamento. Conjugado com os 3 GB de RAM, se não for um jogador assíduo, mas prefere redes sociais, este equipamento não fica aquém do esperado.

O principal ponto fraco neste equipamento é certamente a resolução do ecrã, que apesar de ser compensada (em parte) pela variedade e grandiosidade de cores oferecidas, ficam um pouco aquém do mercado.

Artigos interessantes

Xiaomi demonstra o melhor sensor de impressões digitais no ecrã até ao momento
Destaques
20 Visualizações
Destaques
20 Visualizações

Xiaomi demonstra o melhor sensor de impressões digitais no ecrã até ao momento

Bruno Peralta - 16 de Janeiro de 2019

Os fabricantes de smartphones estão retirando lentamente os tradicionais leitores de impressão digital em favor dos sensores no ecrã, mas…

Falhas de segurança no jogo Fortnite põem dados dos utilizadores em risco
Jogos / Consolas
23 Visualizações
Jogos / Consolas
23 Visualizações

Falhas de segurança no jogo Fortnite põem dados dos utilizadores em risco

Daniela Azevedo - 16 de Janeiro de 2019

Um grupo de investigadores da empresa de cibersegurança Check Point descobriu vulnerabilidades no famoso jogo Fortnite, que afetaram os dados…

Oppo oficializa um sensor ótico 10x e um sensor biométrico no ecrã maior
Destaques
26 Visualizações
Destaques
26 Visualizações

Oppo oficializa um sensor ótico 10x e um sensor biométrico no ecrã maior

Bruno Peralta - 16 de Janeiro de 2019

A Oppo teve um evento durante o dia de hoje onde apresentou uma nova configuração de uma câmara de 10x,…

3 Comentários

  1. A Alcatel não lançou esse 5V no Brasil. Uma pena, porque provavelmente teria um bom custo. Dessa safra de modelos que ela anunciou em 2018, o mais avançado que foi lançado por aqui foi o Alcatel 5, que recebeu o nome de TCL T7.

    Responder
    • Saudações Rodrigo! Desde já agradecemos o seu comentário. Nem sempre conseguimos adquirir certos equipamentos nos nossos países. Por essa mesma razão, pode sempre efetuar um compra onli

      Responder

Comente

O seu email não será publico