Recurso do Google Fotos de reconhecimento de rostos está chegando na Europa

O Google Fotos é um bom exemplo de aplicativo quando se trata de fazer o backup de todas as suas fotos gratuitamente. Além disso, a ferramenta da Google permite que você as exclua do disco rígido do smartphone com segurança em não perder ela depois.

No entanto, os americanos têm conseguido um acordo melhor desde o início. Eles tiveram acesso a um recurso que agrupa automaticamente rostos conhecidos em álbuns, permitindo que você lhes dê um nome e os torne facilmente pesquisáveis ​​em sua biblioteca.

Para lhe dar uma ideia de quão bom – ou horrivelmente assustador – esse recurso é, vamos dar um bom exemplo. Fotos de uma criança foram tiradas entre o intervalo de seus 3 anos de idade até os 15, mas o Google fotos agruparam elas todas em uma única pasta. Pois ele reconheceu que era a mesma pessoa em todas as fotos, o que de fato estava correto.

Google Fotos com melhorias na próxima atualização

Bom ou ruim?

Se você pode colocar isso em termos simples as ramificações para o que o Google continue aprendendo através de termos de aprendizado de máquina, é sem nenhuma dúvida, um recurso bastante impressionante.

Agora, os europeus, cujos legisladores são tradicionalmente mais rigorosos e céticos quanto à tecnologia de reconhecimento facial, poderão acessar o recurso como parte de uma nova atualização do Google Fotos.

O relatório da atualização de agrupamento de rostos vem do Engadget . O site diz que você pode ativar manualmente o recurso, verificando a visualização “Explorar pessoas” no aplicativo.

De acordo com uma sessão de perguntas e respostas no Twitter com o líder do produto, David Lieb, o recurso está prestes a ficar ainda melhor. Em breve, o Google permitirá que os usuários marquem manualmente os rostos nas fotos, facilitando a segmentação dessas imagens.

Muitos usuários europeus conseguiram contornar a ausência do recurso usando VPNs – bendita é a VPN -, mas isso não será necessário uma vez que este lançamento esteja completo.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here