Phill Spencer revela futuros jogos da Bethesda Softworks

No dia 24 de setembro, a Microsoft comprou as ZeniMax Media e Bethesda Softworks por cerca de 7,5 bilhões de dólares, passando a deter os direitos dos jogos atuais e futuros das duas grandes empresas.

A gigante americana não gastou uma fortuna na ZeniMax Media e na Bethesda Softworks simplesmente pelas suas dimensões, mas porque acredita nos jogos futuros das mesmas. Não sabemos exatamente o que são, mas agora o chefe da Xbox, Phil Spencer, já veio a público falar sobre os mesmos.

Numa aparição no podcast do Major Nelson, Spencer disse que conhece o “roteiro futuro” para os estúdios de jogos da Bethesda Softworks e que acredita que é uma “época incrivelmente emocionante” para a Xbox e para o mundo dos videojogos.

Nas palavras de Phill Spencer, este disse que “Tenho a vantagem de conhecer o roteiro futuro e ter algumas perceções sobre as coisas que foram anunciadas e não anunciadas nas quais as equipes estão trabalhando. É um momento incrivelmente empolgante para o trabalho que os estúdios da Bethesda estão a fazer, à medida que continuam com a arte de criar jogos e também pensando em como nosso meio de jogos continua a evoluir e seu papel nisso.”

Alguns dos jogos de maior perfil em desenvolvimento nos estúdios da Bethesda Softworks que conhecemos incluem Starfield e The Elder Scrolls VI. A Bethesda também confirmou que está a trabalhar num terceiro jogo da famosa e adorada franquia Wolfenstein.

Parecia que a Obsidian Entertainment, que anteriormente trabalhou na franquia Fallout da Bethesda, estava a trabalhar no RPG de fantasia de primeira pessoa conecido como Avowed. Com a Bethesda agora a fazer parte da Xbox e a desenvolver o Elder Scrolls VI, parece que provavelmente teremos vários jogos como este nos próximos anos.

O jogo Wolfenstein provavelmente será desenvolvido pela MachineGames, que desenvolveu o original, a sua sequência e os lançamentos independentes Wolfenstein: The Old Blood e Wolfenstein: Youngblood. O último jogo foi co-desenvolvido pela Arkane Studios. Ambos, em breve, serão propriedade da Microsoft.

Mas a série Wolfenstein também ganhou um jogo de realidade virtual recentemente. Não está claro se a Bethesda continuaria a trabalhar pesadamente em realidade virtual após mudar-se para a Xbox, que não tem ainda realidade virtual.

Também na entrevista, Spencer falou sobre a razão porque acredita que a aquisição da Bethesda Softworks pela Microsoft foi um próximo passo “natural” no seu relacionamento existente. “Você encontra equipas que estão sempre a esforçar-se para melhorar as suas próprias capacidades e acredito fundamentalmente que quanto mais perto trabalharmos com equipas como esta, melhores seremos como plataforma”, disse Phill Spencer.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here