Microsoft agora avisa da possibilidade de Fake News no browser mobile Edge

Red Magic 6S

A Microsoft começou a alertar os utilizadores do seu navegador móvel sobre sites de notícias não confiáveis. A gigante do software fez uma parceria com o NewsGuard para fornecer avisosno seu browser mobile para iOS e Android, e essa funcionalidade foi adicionada esta semana como uma configuração opcional.

A NewsGuard foi fundada pelos jornalistas Steven Brill e Gordon Crovitz e classifica os sites com base em vários critérios, incluindo o uso de títulos enganosos, sites que publicam repetidamente conteúdo falso, e transparência em relação à propriedade e ao financiamento do projeto.

A Microsoft começou a oferecer a extensão NewsGuard para o Edge na versão desktop do Windows 10 no ano passado, mas a decisão de criar isso diretamente na versão móvel sugere que a empresa pode estar a procurar fazer disso uma parte central do Edge no futuro. Segundo o The Guardian, o Edge Mobile agora está a alertar os utilizadores de que o site do Daily Mail, Mail Online, “geralmente não mantém os padrões básicos de precisão e responsabilidade”.

Embora o Edge mobile não seja amplamente usado, a mudança da Microsoft ainda é significativa. Especialistas alertam há muitas notícias e informações falsas geridas por máquinas de inteligência artificial, sendo que um falta de alfabetização digital pode tornar as pessoas facilmente vulneráveis ​​a notícias falsas e fraudes virais, e à medida que a tecnologia e a inteligência artificial ficam ainda mais inteligentes, será mais difícil identificar uma farsa.

Já há várias empresas já estão a tentar lidar com imagens falsas usando plug-ins e o NewsGuard é um dos que se destaca nesta nova área de mercado para combater as “Fake News”.

Um dos grandes obstáculos é fazer com que as pessoas instalem um add-on como o NewsGuard, e a Microsoft removeu essa barreira do Edge Mobile incluindo-a diretamente. É incomum, já que as empresas de tecnologia lutam para se apropriar de campanhas de desinformação. A NewsGuard também está a assumir a responsabilidade por suas classificações, e o co-fundador Steve Brill diz ao The Guardian que as pessoas podem culpar o NewsGuard. “Eles podem nos culpar. E ficamos felizes em ser culpados ”, diz Brill. “Ao contrário das plataformas, ficamos felizes em ser responsáveis”.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here