Cambridge Analytica. Reino Unido aplica multa máxima ao Facebook.

11 de Julho de 2018
4 Partilhas 175 Visualizações

Os reguladores do Reino Unidos colocaram a multa máxima ao Facebook na sequência do escândalo de Cambridge Analytica. O Washington Post adianta que o Facebook terá que pagar uma multa de £500,000, o que equivale a cerca de 560 mil euros.

Recorde-se que a firma Cambridge Analytica obteve informações de 80 milhões de utilizadores do Facebook de forma imprópria e utilizou essas informações para influenciar diversas votações políticas, incluindo as eleições de 2016 nos Estados Unidos da América e o Brexit.

Os reguladores do Reino Unido consideram que o Facebook não fez o suficiente

As autoridades britânicas concluíram que o Facebook poderia ter feito mais para evitar que a informação pessoal de milhões de utilizadores fosse utilizada sem a sua autorização expressa. Foi considerado que o Facebook não tinha protecções de privacidade suficientes aquando a recolha de informação por parte da Cambridge Analytica e que o Facebook falhou em detectar os sinais que indicavam que esta firma poderia estar a utilizar de forma imprópria a informação dos utilizadores.

Um dos projectos em que a Cambridge Analytica trabalhou foi na campanha pela saída do Reino Unido da União Europeia, em que ajudou o lado que defendia o Brexit.

Esta multa não é definitiva

Esta multa é na realidade preliminar e poderá mudar ao longo das conversações entre os reguladores do Reino Unido e o Facebook, segundo avança o Washington Post. As autoridades britânicas não esconderam ao longo dos últimos meses o seu descontentamento com o facto de Mark Zuckerberg não ter comparecido em pessoa para responder a questões relacionadas com privacidade na sua plataforma, como fez perante o Senado americano e o Parlamento Europeu.

Assim sendo, a aplicação da multa máxima, a sua alteração ou a revogação dependerão das conversações entre o Facebook e o Reino Unido ao longo dos próximos meses. Esta decisão deverá receber uma actualização em Outubro.

Fonte: Washington Post

Artigos interessantes

JP Morgan lança uma criptomoedasa própria
Criptomoedas
28 Visualizações
Criptomoedas
28 Visualizações

JP Morgan lança uma criptomoedasa própria

Sandra Pacheco - 18 de Fevereiro de 2019

A criptomoeda JPM, usada somente para negócios, parece não ser apreciado pela Ripple. JP Morgan, um grande Banco de investimentos dos Estado…

8 Apps da loja Microsoft mineravam criptomoedas.
Aplicações
40 Visualizações
Aplicações
40 Visualizações

8 Apps da loja Microsoft mineravam criptomoedas.

Sandra Pacheco - 18 de Fevereiro de 2019

Uma empresa de segurança informática descobriu que aplicações existentes na loja Microsoft, secretamente mineravam criptomoedas sem qualquer permissão do utilizador. A empresa…

Robô explorador para minas submersas desenhado em Portugal
Tecnologia
50 Visualizações
Tecnologia
50 Visualizações

Robô explorador para minas submersas desenhado em Portugal

Sandra Pacheco - 18 de Fevereiro de 2019

Um robô para ajudar a explorar minas submersas, foi concebido por uma equipa de cientistas de vários países, incluindo Portugal.…

Comente

O seu email não será publico