Apple quer unir as App Stores

A Apple está produzindo o próprio código para que os aplicativos possam ser utilizados pelos iPhones, iPads e Macs, mostrando assim que a Google não é a única a pensar nisso. De acordo com Mark Gurman, que foi quem disponibilizou a informação pela Bloomberg, este novo código que se chama “Marzipan”.

A intenção da companhia é que até 2021, a partir do código “Marzipan” os desenvolvedores poderão escrever aplicativos que vão funcionar nos iPhones, iPads e Macs, não tendo necessidade de escrever um aplicativo para cada plataforma. Isso abre novas oportunidades de softwares e aumenta a utilidade dos aparelhos da companhia.

Cada novo aplicativo será uma nova oportunidade, pois a Apple já está pretendendo crescer na área de subscrições e compras dentro dos aplicativos. A empresa planeja anunciar dois novos serviços, um novo serviço de subscrição e uma plataforma de streaming de vídeo.

Durante a conferência anual da empresa, em junho de 2019, eles devem liberar o novo kit de software de desenvolvimento que permite que os aplicativos de iPad sejam utilizados nos Macs. De acordo com as pessoas mais familiarizadas com este plano, ainda vai ser necessário enviar versões diferentes dos aplicativos para Apple iOS e Mac App Stores, porém não vai ser necessário escrever a parte subjacente do código duas vezes.

Resultado de imagem para app store

Até 2020, a intenção da Apple é de permitir que as aplicações dos iPhones possam ser utilizados nos Macs, porém, os engenheiros têm o desafio do tamanho da tela, a diferença de tamanho entre as telas do Mac e do iPhone é bastante significativa.

A forma mais direta de benefício do projeto Marzipan é facilitar a vida dos milhões de desenvolvedores que escrevem aplicativos para os aparelhos da Apple. Por exemplo, mais tarde no ano, a Netflix poderia facilmente oferecer um aplicativo para assistirmos vídeos apenas convertendo o aplicativo do iPad.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here