Nintendo explica porque Red Dead Redemption 2 não está no Switch

Nintendo Switch tem muitos títulos fantásticos que foram especialmente modificados para a plataforma. Isso é um fato que ninguém pode negar. A plataforma conseguiu juntar títulos consagrados e que etão operando a todo vapor.

Mas um jogo que os fãs adorariam ver no Switch é Red Dead Redemption 2. Pois infelizmente o fenômeno não conseguiu entrar na plataforma. No entanto, a razão pela qual ele não está disponível pode surpreender alguns jogadores.

Resultado de imagem para nintendo switch

O motivo

Falando com o The Hollywood Reporter, o presidente da Nintendo, Reggie Fils-Aimé deu algumas declarações. O presidente explicou que Red Dead Redemption 2 não sendo lançado para o Switch foi apenas uma questão de tempo.

E muito pelo contrário do que muitos pensaram, o presidente afirmou que ele realmente “amaria” ter o título em sua plataforma. Ele afirmou com as seguintes palavras:

  • “Adoraríamos que estivesse lá”
  • “Mas, novamente – e é aí que é preciso entender apenas o processo de desenvolvimento.”
  • “Red Dead está em desenvolvimento há anos, tempo que antecedeu qualquer comunicação da Nintendo Switch. Então, a partir da mentalidade do desenvolvedor, eles precisam seguir em frente e terminar o jogo em que estiveram trabalhando. Para então estar em posição de olhar para outras oportunidades.”
  • “Qualquer jogo de um terceiro-chave que esteja saindo agora, tipicamente esse desenvolvimento começou bem antes de qualquer conversa sobre o Nintendo Switch.”

Isso mesmo, o fato é que o jogo já estava em desenvolvimento muito antes da plataforma. Desse jeito ficou impossível lançar o jogo já com sua versão para ela. Mas calma, nem tudo são notícias ruins.

Ainda podemos ter algumas fagulhas de esperança para o futuro, já que Fils-Aimé não está descartando nada.

“O que acontece em frente?” ele adicionou. “Vamos ver. Mas é assim que você acaba com uma situação em que o Red Dead não está disponível em nossa plataforma.”

Com isso não podemos descartar nenhuma hipótese. Esperar pode ser ter uma grande recompensa.

Fonte

Google adiciona ‘Screen Time’ em Chromebook

A Google lançou mais um serviço aos Chromebooks para facilitar o controle e gerenciamento dos pais no Family Link, o Screen Time, que permite os consumidores informações sobre o tempo gasto nas aplicações e sites criando relatórios de atividades diárias e semanais a detalhar o tempo total que uma pessoa gasta em cada app que acessa.

No inicio quando a Google lançou o “Controle dos pais” no Family Link, o sistema não era de muita serventia, pois as opções eram limitadas. Mas agora a Gigante de Busca está trazendo mais ferramentas para supervisionar o que seus filhos acessam nos seus computadores.

Essa nova ferramenta vai funcionar da seguinte forma, os pais colocam na lista de permissões sites que os jovens podem acessar, o que baixar do Google play, ocultar algumas aplicações e também gerenciar a compra dos apps, além de definir os limites de tempo de tela e horas de dormir, tal como acontece no controle de tempo dos sistemas Android e iOS.

Esse sistema permite controlar de forma exata o tempo que você gasta com sites e apps, essa funcionalidade cria um relatório de atividades diárias e semanais, o que permite um melhor controle do seu tempo. O Family Link também permite que você monitorize as contas do Google dos seus filhos, mas essa opção pode ser desativada pelo jovem, porém você é notificado caso isso aconteça. A Google tem contas exclusivas para menores de 13 anos.

O que é um Chromebook?

O Chromebook é um laptop diferente de um notebook comum lançado pela Google em fevereiro de 2013, apresenta menos recursos e não vem com unidades de média ótica (CD/DVD), nem tem um grande disco rígido interno, a maquina vem com um sistema operacional Chrome OS instalado e traz uma memória flash para armazenar e iniciar o sistema mais rápido.

O grande diferencial é o seu sistema operacional que por definição é direcionado para serviços na nuvem. O equipamento ideal para quem procura executar aplicações online, armazenar dados nas nuvens ou apenas navegar na internet.

Samsung Galaxy S10 deverá ser apresentado no dia 20 de fevereiro

Já há diversos rumores sobre o próximo smartphone topo de gama da Samsung, o Galaxy S10, e a mais recente informação acaba por ser um pouco intrigante, já que a data de lançamento apontada par ao equipamento acontece uns dias antes do MWC 2019, que decorrer em Barcelona.

Esta informação acaba por ser estranha pois, normalmente, a apresentação acontece um ou dois dias antes do grande evento mobile, portanto seria mais provável que a apresentação acontecesse no dia 23 ou 24 de fevereiro.

O MWC 2019 é o primeiro grande evento mobile do ano e costuma marcar a tendência neste segmento, sendo que a Samsung já nos tem vindo a habituar a apresentação do seu topo de gama para este grande evento internacional.

Esta nova informação é avançada pelo Gizmodo, que indica que a Samsung está a preparar um grande evento Unpacked par ao dia 20 de fevereiro, cinco dias antes do MWC 2019 iniciar-se. Mas não é a única informação relevante que o site divulga.

Como já tem vindo a público diversas vezes, haverá trêis versões do equipamento, uma versão Lite, uma versão “normal” e um Plus. Desta forma, o Lite terá um preço de £669, aproximadamente 770€/R$3418, enquanto haverá duas versões do S10 normal com um ecrã curvo nas laterais e de 6,1 polegadas. O preço deste equipamento será de £799, 889€/R$3907, pela versão de 128Gb e £999, 1.111€/R$4885, pela versão de 512GB.

Depois, haverá o Galaxy S10 Plus, que custará £899, 999€/R$4396, com 128Gb e £1099, 1222€/R$5374, pela versão de 512GB. Será o Galaxy S10 Plus que terá uma opção com 1TB de armazenamento e que terá um preço record de £1399, 1555€ ou R$6841. Não se sabe se esta última versão será o terminal que já contará com a tecnologia 5G.

Quais as especificações do Galaxy S10?

Segundo os vários rumores que têm surgido até agora, o Galaxy S10 poderá ter quatro variantes, o Galaxy S10 Lite, Galaxy S10, S10 Plus e uma variante com 5G, e deverá ser esta última versão que contará com os 12GB de RAM e 1TB de armazenamento, podendo ser o primeiro equipamento do mercado com estas características.

Desta forma, a Samsung também deverá estrear o Infinity Display, sendo o primeiro da Samsung com ecrã completo na área frontal, com uma grande área de ocupação, sendo que a câmara frontal poderá ser a única coisa na área frontal, como se um buraco no ecrã se tratasse.

Algumas imagens/conceitos divulgados até parecem algo estranhos e deixa-nos com algumas dúvidas, mas tendo em conta que o notch pegou e continua a ser muito utilizado, já não ficámos admirados com nada, na verdade.

Uma das novidades, é uma versão Lite, que poderá ter um ecrã de 5,8 polegadas sem curvatura nas laterais, enquanto o Galaxy S10 e o S10 Plus terão ecrãs curvos e as câmaras serão duplas e triplas, respetivamente. A versão 5G, deverá ter um ecrã de 6,7 polegadas e poderá ser este com o tal ecrãcom o “buraco” da câmara.

Promoção de Natal com a Geekbuying: Ganhe presentes com as suas compras

O Natal está a aproximar-se e apesar de já ter grande parte das compras feitas, certamente que ainda lhe falta alguma por fazer. Por isso, se procura algum produto tecnológico, pode dar uma de olhos à Geekbuying para tentar aproveitar as promoções de Natal que a loja online está a fazer.

Para o ajudar, além de encontrar os melhores a um excelente preço, a Geekbuying está a promover uma oferta de Natal para quem comprar até ao próximo dia 25 de dezembro. Se utilizar o cupão “XMASGIFT” em compras superiores a 70$, poderá escolher um entre os mais de 10 produtos de oferta, com valor até 50$. Uma excelente oportunidade.

A Geekbuying é uma das melhores lojas online, que não só importa os produtos da China diretamente para nossa casa, como também já conta com diversos armazéns europeus para que tenhamos o melhore serviço possível. Desta forma, se quiser comprar alguma coisa que chegue a tempo do Natal, recomendamos que escolha um armazém europeu. Pessoalmente, ainda a semana passada comprei um aspirador da Xiaomi através desta Loja de um armazém europeu e já o tenho na minha posse, por isso o serviço de entrega é bem rápido.

<<< Promoção de Natal: com oferta de prémios >>>

Além desta oferta com o cupão “XMASGIFT”, também tem outros cupões disponíveis durante esta época, como 8,8% de desconto em smartphones com o cupão “XPHONE8” ou então 10$ de desconto na compra de Android Boxes em stock europeu com o cupão “OCTTV2”.

Para vos ajudar, vou dar algumas sugestões interessantes de produtos disponíveis em armazéns europeus e que deverão chegar a tempo do Natal a sua casa.

Xiaomi Mi A2 Lite

O Xiaomi Mi A2 Lite tem sido dos telemóveis com maior adesão desta marca. Apresenta um ecrã de 5.84 polegadas com boa tecnologia, proporcionando uma experiência visual vivida. A resolução é de 2280 x 1080.

<<< Xiaomi Mi A2 Lite por 177€ do Reino Unido>>>

Em termos de processamento de informação, podemos contar com um Octa Core da Qualcomm: o Snapdragon 625, que atinge velocidades de 2.0GHz. Combinado com 3GB de RAM, o telemóvel está pronto para oferecer uma excelente experiência com muita fluidez nas suas aplicações. Não encontrará este tipo de processamento de informação a este preço noutro telemóvel.

Para armazenar a informação, pode contar com 32GB de armazenamento, que poderá ser aumentado com um cartão microSD.

O Xiaomi Mi A2 Lite conta com três câmeras, duas traseiras e uma frontal. A câmera frontal é de 5.0MP, enquanto que as duas câmeras traseiras são de 12MP + 5MP.

A bateria é de 4000mAH, e o sistema operativo nativo é o Android 8.1.

Xiaomi Mi Box S

A correr a Android TV 8.1, esta box suporta todas as aplicações mais populares, como a Netflix, VUDU, YouTube, SlingTV etc.

<<< Xiaomi Mi Box S por menos de 80€ de Itália>>>

Os visuais suportados são 4K HDR e conta com tecnologia DOLBY DTS para uma experiência mais imersiva. Poderá ver e rever os seus programas de televisão preferidos, participar em jogos, ler e ver as notícias e ouvir rádio.

A Xiaomi Mi Box S conta com controlo de voz incluído. O Google Assistant está instalado na box e permite utilizar todas as funcionalidades e conveniência deste assistente digital.

O Chromecast também vem incluído na box: assim sendo, poderá colocar facilmente fotografias, vídeos ou outros conteúdos multimédia de outros dispositivos a passar na televisão (smartphones, tablets ou computadores).

ZTE Nubia Z17 Lite (com capa e vidro temperado)

O ZTE Nubia Z17 Lite tem um design com acabamentos metálicos de grande qualidade, numa construção única e com um design que oferecer um Full Display, já que oferecer margens no ecrã muito reduzidas. Em termos de ecrã, podemos contar com 5,5 polegadas num equipamento com o tamanho de 5 polegadas e uma resolução Full HD.

<<< ZTE Nubia Z17 Lite por 160€ de Espanha  >>>

Para um smartphone de média-gama se aproximar da gama alta, não basta ter um excelente processador, mas também ter memória equivalente e o Nubia Z17 Lite conta com 4GB de RAM e 32GB de armazenamento, mas há versões com mais RAM e armazenamento.

O processador é de gama média/alta da Qualcomm, o Snapdragon 652 MSM8976 Pro, com quatro processador Cortex-A72 a 1,95GHz e um quad-core Cortex-A53 a 1,4GHz. Além disso, a parte gráfica é suportada pelo Adreno 510.

A bateria é de 3200 mAh e conta com carregamento rápido da própria Qualcomm, o Qualcomm 3.0, USB-C, sensor de impressões digitais e uma qualidade sonora de alta qualidade, com Bass e DTS. O sistema operativo é o Nubia UI 5.0, baseado Android 7.1.1 Nougat.

A Câmaras também são de grande qualidade, sendo que na parte traseira temos dois sensores de 13MP, um Sony IMX258 RGB e outro sensor B/W, que suporta os modos de fotografia Portrait, Boken e Beauty. A Câmara frontal também o vai surpreender, com um sensor de 16MP, abertura f/2.0 e diversos filtros.

Xiaomi Pocophone F1

O Xiaomi Pocophone F1 tem um ecrã LCD de 6,18 polegadas com resolução 2246x1080p, proporção 18,7:9 e notch no ecrã, acompanhado de proteção Gorilla GLass. O processador é o topo de gama Qualcomm Snapdragon 845 a 2,8GHz, com a GPU Adreno 630. Está disponível em três variantes, 6GB/64GB, 6GB/128GB e 8GB/256GB, sendo que, por agora, apenas foi referido na Europa os preços das versões com 6GB de RAM.

<<< Xiaomi Pocophone F1 por menos de 300€ da Alemanha>>>

As câmaras é dupla na área traseira, com uma Sony IMX363 de 12MP e abertura de f/1.9, e outra de 5MP, sendo que a câmara frontal é de 20MP com abertura de f/2.0. Também na área frontal, temos vários sensores no “notch” e que permite o desbloqueio do equipamento através da leitura facial, uma novidade em smartphones topo de gama.

O sistema operativo é o MIUI 9.6 baseado no Android Oreo, mas com algumas modificações, já que a própria marca apresenta o sistema operativo como “MIUI for Poco”, sendo que a interface é similar ao Nova Launcher, um dos Launcher mais utilizados no mercado.

A bateria é de .4.000 mAh, acompanhado por carregamento rápido de 18W, bem como conta com uma tecnologia de refrigeração líquida intitulada “LiquidCool Technology”, uma grande inovação num equipamento com este preço tão baixo, até agora apenas presente em smartphones de topo.

O Google One já está disponível em Portugal: o “rebrand” do Google Drive

Cada vez mais, confiamos na Internet para guardar as coisas que importam e de que gostamos – tornando a vida mais simples. Ao longo dos anos, proporcionámos aos utilizadores formas seguras para criar, armazenar e partilhar ficheiros online, incluindo 15GB de armazenamento gratuito associados a cada conta Google. Com a massificação dos smartphones, os novos formatos como vídeo 4K e as fotografias de alta resolução, as pessoas estão, mais do que nunca, a guardar as coisas na Internet.

Recentemente, lançámos o Google One, um plano que proporciona armazenamento alargado, ajuda os utilizadores o tirarem o máximo partido do Google e que agora passa a estar disponível em Portugal.

Maior capacidade de armazenamento para o que é importante

O Google One proporciona maior capacidade de armazenamento no Drive, Gmail e Photos. Com imenso espaço disponível, as memórias e os ficheiros importantes dos utilizadores são guardadas na cloud, de forma segura, na qualidade original e estão sempre disponíveis em todos os dispositivos dos utilizadores. Melhorámos o preço de alguns dos nossos planos e adicionámos novas opções que variam entre os 100G aos 30TB de modo a que cada um possa escolher o plano que melhor se adequa a cada um.

Mais ajuda quando precisa dela

Enquanto membro Google One, um utilizador pode facilmente entrar em contacto com a equipa de especialistas da Google para ver respondido qualquer questão – seja quando precisa de ajuda para recuperar um ficheiro ou quando quiser saber mais como utilizar o Gmail quando está offline.

Maiores benefícios para membros

Com o Google One, os utilizadores irão obter benefícios adicionais no Google. Comecámos com créditos no Google Play e descontos nos hotéis encontrados na pesquisa Google. Ao longo dos próximos meses, mantenham-se atentos aos benefícios na loja da Google e muito mais.

Mais para a sua família

Também pode partilhar o seu plano com até 5 membros adicionais da sua família. O que significa armazenamento simplificado numa única conta e acesso aos benefícios do Google One.

Substitui os planos pagos Google Drive

Os utilizadores que tinham um plano de armazenamento no Drive tiveram uma actualização automática para o Google One. A forma como se usa o Google Drive para armazenamento ou a partilha de ficheiro não sofreu alterações.

Quer seja para trabalhar, ligar-se com amigos e preservar as suas memórias, esperamos que o Google One se ajuste às necessidades de armazenamento de cada utilizador.

AR Emoji chega ao Galaxy J6

O AR Emoji, recurso que estreou no Galaxy S9 e S9+, está sendo levado para vários outros dispositivos mais baratos da Samsung, como o Galaxy J7 Duo, Galaxy J8 e o Galaxy A6+, por exemplo. Agora, a gigante sul-coreana resolveu disponibilizar o AR Emoji para o Galaxy J6.

A atualização, que contém a versão de firmware “J600FNXXU3ARK3”, pesa cerca de 360MB e está sendo lançada inicialmente na Holanda, Reino Unido, Alemanha e outros países da Europa, podendo demorar alguns dias para atingir à todos. Esse update também inclui o pacote de segurança de novembro, que por sinal, já está disponível desde o mês passado.

Evidentemente, o AR Emoji no Galaxy J6 não funcionará tão bem como no Galaxy S9 e S9+, mas deve ser suficiente para criar os personagens em 3D do seu próprio rosto. Para quem não conhece, o Galaxy J6, lançado em maio deste ano, possui uma tela Super AMOLED de 5,6″ com resolução de 1480×720 pixels, 294 ppi de densidade e 75,9% de relação tela-corpo.

Por dentro, temos o processador Exynos 7870 octa-core de 1,6 GHz (núcleos Cortex-A53) e GPU Mali-T830 MP1. Há duas variantes: a primeira com 2GB de RAM e 32GB de armazenamento interno, e a segunda com 4GB de RAM e 64GB de armazenamento – ambas podendo expandir até 256GB via microSD.

No departamento de câmeras, existe apenas um único sensor na traseira de 13MP, que entrega abertura f/1.9, autofoco, estabilização digital de imagem, HDR e possibilidade de filmar em até Full HD. A câmera frontal é de 8MP com abertura f/1.9, contendo um flash LED para melhorar a qualidade das selfies em ambientes com pouca luz.

As opções de conectividade incluem: porta microUSB 2.0 com OTG, rádio FM, entrada de 3,5 mm para fones de ouvido, Bluetooth 4.2 com A2DP, WiFi 802.11 b/g/n (2,4 GHz) e GPS com A-GPS, GeoTagging, GLONASS e BeiDou.

Para manter o Galaxy J6 ligado, a Samsung inseriu uma bateria de 3.000 mAh. Em software, a interface Samsung Experience baseada no Android 8.0 Oreo vem instalada de fábrica. Os interessados podem adquirir o Galaxy J6 em quatro opções de cores: preto, dourado, azul e violeta. Este dispositivo mede 149,3 x 70,2 x 8,2 e pesa 154 gramas.

Fonte: SamMobile

Huawei Nova 4 aparece em novas renderizações

O Nova 4, primeiro smartphone da Huawei com câmera frontal na tela, será anunciado em breve, mais precisamente em 17 de dezembro. Agora, faltando pouco dias para o lançamento, surgiram novas renderizações que mostram todas as variantes de cor que estarão disponíveis para compra.

As imagens deixam bem claro que o Nova 4 poderá ser adquirido na cor preta mais tradicional, ou em outras três gradiente em vermelho, azul e branco – essa última é bem semelhante ao “Lily White” do Honor 10 GT. Além disso, podemos notar a presença de três câmeras na traseira, em um design praticamente idêntico ao do Huawei P20 Pro. Como recurso de segurança, também existe um leitor de digitais perto dos sensores.

Vazamentos recentes divulgaram as possíveis especificações do Nova 4. Este dispositivo possui uma tela de 6,4″ com resolução Full HD+, processador Kirin 970, 8GB de RAM e 128GB de armazenamento interno. No departamento de câmeras, o sensor principal é de 48MP, enquanto os outros entregam 16MP + 2MP. Na parte frontal, temos uma câmera de 25MP.

Acredita-se que a Huawei lançará uma variante menos “poderosa”, que deve trocar o sensor de 48MP por outro de 20MP. Para manter o Nova 4 ligado, uma bateria de 3.750 mAh com suporte a carregamento rápido de 18W foi inserida. O software não foi confirmado, mas existe a possibilidade de vermos a EMUI 9.0 baseada no Android Pie instalada de fábrica.

Até o momento, não há informações à respeito dos preços do Nova 4, mas levando em consideração suas especificações competentes, espera-se um valor um pouco alto, principalmente na Europa. Como foi dito anteriormente, o lançamento acontecerá em 17 de dezembro. Então, não vai demorar muito sabermos todos os detalhes sobre este aparelho.

De qualquer forma, se as especificações forem autênticas, o Nova 4 terá um processador consideravelmente melhor que o do Galaxy A8s, smartphone da Samsung que também foi lançado com câmera fronta na tela. O concorrente trouxe um chipset Snapdragon 710, embora apresente a mesma quantidade de memória RAM e armazenamento interno, ou seja, 8GB e 128GB, respectivamente.

Por outro lado, a bateria do Nova 4 deverá ser maior, dado que o Galaxy A8s entrega 3.400 mAh. Curiosamente, a Samsung apresentou este modelo rodando o Android 8.1 Oreo, algo que não deve acontecer no smartphone da Huawei.

Fonte: GizMoChina

Procura um gestor de partições? Conheça o EaseUS Partition Master 13

Quer criar partições em discos rígidos ou no seu computador? Pode fazer no próprio Windows, mas há softwares que permitem fazer uma melhor gestão de todo os espaço e criar diversas partições. O EaseUS Partition Master é bastante funcional, intuitivo e grátis, por isso vale a pena experimentar este programa.

Se não sabe para que se quer partições, podemos dar-lhes imensas utilidades. Imagine que quer, simplesmente, dividir o disco em dois, para que num lado tenha a instalação do Windows e, no outro, todas as suas fotografias e ficheiros. Para que serve? Se, por exemplo, tiver algum problema com o computador e precisar de reinstalar o Windows, bastará fazê-lo na partição onde tem o Windows, deixando a outra parte da partição sem modificação. Desta forma, não perderá os ficheiros guardados se tiver que voltar a instalar o Windows. Mas esta é apenas uma das dezenas de utilidades que pode dar a uma partição.

Também pode instalar diferentes sistemas operativos em partições separadas. Para quê? Se gosta de utilizar Linux em outras situações, esta pode ser uma forma de, no mesmo computador, ter o Windows e o Linux instalados e facilmente acessíveis.

Pode parecer complexo, mas graças ao EaseUS Partition Master, criar, editar, juntar, redimensionar, converter, etc, de uma partição é muito fácil de concretizar, não necessitando de conhecimentos avançados. Outra novidade é que o software já está disponível em Português, uma novidade em relação a versões anteriores.

Apesar de ser bem fácil de utilizar, temos de o avisar que uma má utilização deste software poderá causar sérios danos ao seus discos rígidos. Portanto, e apesar de a interface ser bastante intuitiva e fácil de usar, convém ter algum cuidado com o que se faz.

O EaseUS Partition Master 13 tem três grandes funcionalidades, o gestor de partições, recuperação de dados do lixo ou de partições do disco rígido, e um serviço de backup e restauro. Mas a principal função do software é gerir as partições do disco rígido, onde está incluído criação de partição, junção de partições, etc.

A interface do software é muito simples e intuitiva, mostrando uma correta e fácil interpretação de todas as partições presentes no disco, ou discos, do seu computador. O próprio programa avisa-o que é melhor fazer um backup dos ficheiros, não vá alguma coisa correr mal.

Na criação de partições há uma funcionalidade que me agrada bastante, que é um preview do que vamos fazer. Antes de aplicar todas as nossas opções, o EaseUS Partition Master 13 indica-nos o que vai fazer antes de aplicar, permitindo uma pequena revisão e pequenas alterações de última hora de forma fácil.

Portanto é um excelente programa e cumpre, claramente, o objetivo a que se propõe. O principal fator positivo deste produto é a facilidade com que podemos fazer um trabalho que, antes, era entregue apenas a profissionais. Claro, temos sempre de ter alguns cuidados, mas a interface do software é muito simples.

O EaseUS Partition Master 13 permite migrar sistemas operativos entre discos rígidos, suportar linha de comandos e tem suporte técnico, entre outros. Funcionalidades que podem ser muito interessantes para alguns utilizadores, nomeadamente se tiver discos rígidos superiores a 8TB.

Portanto, se tiver interessado, pode fazer o download do programa no site da EaseUS Master.