Sony libera Android Pie para o Xperia XZ2 Premium

No mês passado, o Xperia XZ2 Premium foi visto no Geekbench rodando o Android 9.0 Pie. Agora, a Sony está liberando a versão estável do novo sistema operacional móvel da Google. A atualização, que traz o número de compilação “52.0.A.3.84”, curiosamente, pesa apenas 210MB.

Assim como no Xperia XZ1, XZ1 Compact e XZ Premium, que também receberam o Android Pie há poucos dias, por algum motivo, a navegação baseada em gestos não foi incluída. Ainda assim, os proprietários desses aparelhos podem se beneficiar da nova interface de câmera portada do Xperia XZ3, que, atualmente, é o smartphone mais potente da Sony.

O Android Pie está sendo disponibilizado gradativamente via OTA aos usuários do Xperia XZ2 Premium. Portanto, pode demorar alguns dias para atingir à todos. Recomendamos sempre que, antes de atualizar, certifique-se que o aparelho tem uma boa quantidade de energia na bateria para evitar desligamentos durante o processo, além de estar conectado em uma rede WiFi estável para realizar o download dos dados necessários.

Para quem não conhece, o Xperia XZ2 Premium possui uma tela LCD de 5,8″ com resolução de 3840×2160 pixels, 760 ppi de densidade, 73,4% de relação tela-corpo, HDR10 e proteção Gorilla Glass 5. Por dentro, temos um processador Snapdragon 845 octa-core de de 10nm, com quatro núcleos Kryo 385 Gold rodando a 2,7 GHz e quatro Kryo 385 Silver rodando a 1,7 GHz – a GPU é a Adreno 630.

O XZ2 Premium entrega 6GB de RAM e 64GB de armazenamento interno – expansível até 512GB via microSD. No departamento de câmeras, existem dois sensores posicionados verticalmente na traseira, sendo o principal de 19,2MP com abertura f/1.8 e o secundário de 12MP com abertura f/1.6 – todo o conjunto possui estabilização digital de imagem, HDR, foco LDAF/PDAF e possibilidade de filmar em até 4K a 30fps. Para selfies, a Sony inseriu uma câmera de 13MP com abertura f/2.0.

As opções de conectividade incluem: USB tipo-C 3.1 com OTG, Bluetooth 5.0 com A2DP/LE, WiFi 802.11 a/b/g/n/ac + MIMO (2,4 GHz e 5 GHz), DLNA, NFC e GPS com A-GPS, GeoTagging, GLONASS, GALILEO e BeiDou. Para manter o aparelho ligado, temos uma bateria de 3.540 mAh com tecnologia de carregamento rápido “Quick Charge 3.0”. O Xperia XZ2 Premium também foi lançado com certificação IP68, que garante resistência à água e poeira.

Fonte: GsmArena

Já começaram as promoções para o Black Friday!!!

A Black Friday é um dos grandes dias de descontos na Europa. O maior dia de descontos do ano acontecerá já na próxima semana e só para vermos como as marcas encaram este dia a sério, até a própria Apple promove descontos nos seus produtos, uma coisa que nunca faz. A Black Friday é um dos dias mais importantes para os consumidores para encontrarem os melhores produtos com descontos únicos e imperdíveis que dificilmente encontrará noutras alturas. Por esse motivo, não deve deixar escapar esta oportunidade.

<<< Não perca nenhuma oportunidade da Black Friday >>>

A Black Friday, a sexta-feira negra numa tradução direta, ocorre na próxima sexta-feira, no dia 23 de novembro, mas como é normal, as promoções e os descontos imperdíveis começam antes e já é possível aproveitar as primeiras oportunidades da Black Friday.

A Gearvita é uma das lojas online que já se encontra  promover os excelentes descontos e por isso deve visitar o link em baixo para saber todos os excelentes descontos que pode encontrar, sendo que há um cupão de desconto exclusivo para compras através do Paypal que tem de aproveitar: “Paypoal10”.

<<< Não perca nenhuma oportunidade da Black Friday >>>

Além destas oportunidades, a Gearvista está a promover “Flash Sales” diárias e únicas, onde também poderão encontrar excelentes oportunidades. Mas, deixamos algumas sugestões.

Xiaomi Pocophone F1 por menos de 280€ ou R$1200

Xiaomi Pocophone F1 tem um ecrã LCD de 6,18 polegadas com resolução 2246x1080p, proporção 18,7:9 e notch no ecrã, acompanhado de proteção Gorilla GLass. O processador é o topo de gama Qualcomm Snapdragon 845 a 2,8GHz, com a GPU Adreno 630. Está disponível em três variantes, 6GB/64GB, 6GB/128GB e 8GB/256GB, sendo que, por agora, apenas foi referido na Europa os preços das versões com 6GB de RAM.

As câmaras é dupla na área traseira, com uma Sony IMX363 de 12MP e abertura de f/1.9, e outra de 5MP, sendo que a câmara frontal é de 20MP com abertura de f/2.0. Também na área frontal, temos vários sensores no “notch” e que permite o desbloqueio do equipamento através da leitura facial, uma novidade em smartphones topo de gama.

O sistema operativo é o MIUI 9.6 baseado no Android Oreo, mas com alguams modificações, já que a própria marca apresenta o sistema operativo como “MIUI for Poco”, sendo que a interface é similar ao Nova Launcher, um dos Launcher mais utilizados no mercado.

A bateria é de 4.000 mAh, acompanhado por carregamento rápido de 18W, bem como conta com uma tecnologia de refrigeração líquida intitulada “LiquidCool Technology”, uma grande inovação num equipamento com este preço tão baixo, até agora apenas presente em smartphones de topo.

O Xiaomi Pocophone é um dos mais recentes smartphones da fabricante, com especificações topo de gama e oferece uma das melhores relações-preço por um smartphone. Uma oportunidade que não deve deixar escapar, já que pode comprar o equipamento por menos de menos de 280€ ou R$1200.

Xiaomi Mi 8 Lite por menos de €200 ou R$900

Tem um ecrã de 6,26″ com resolução de 2560×1080 pixels e aspecto 19:9. Por dentro, temos um processador Snapdragon 660 octa-core e GPU Adreno 512. Os interessados no Mi 8 Lite poderão adquiri-lo em três variantes: a primeira com 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno, a segunda com 6GB de RAM e 64GB de armazenamento, e a terceira com os mesmo 6GB de RAM mas agora com 128GB de armazenamento.

No departamento de câmeras, há dois sensores na traseira com recursos de inteligência artificial, sendo o principal de 12MP e o secundário de 5MP com abertura f/1.9. Graças a IA inserida software, o smartphone consegue reconhecer cenas e aprimorar a qualidade final da imagem automaticamente – também é possível ajustar a intensidade do efeito de desfoque no modo retrato.

Na parte frontal, há uma câmera de 24MP com sensor Sony IMX576 de abertura f/2.2, que por sinal, também entrega recursos de IA. De acordo com a Xiaomi, a nova geração da tecnologia “AI Smart Beauty” foi aplicada. O Mi 8 Lite possui um corpo de vidro com efeito espelhado exclusivo, graças ao processo de “nano-imersão”, semelhante ao do Huawei P20 Pro. Isso faz com que o aparelho obtenha uma aparência mais premium.

Em software, a interface MIUI 9.0 baseada no Android 8.1 Oreo vem instalada de fábrica. Para manter o dispositivo ligado, a fabricante chinesa inseriu uma bateria de 3.350 mAh com suporte a tecnologia de carregamento rápido. O Mi 8 Lite chega com o conjunto de conectividade padrão, incluindo: 4G LTE, Wi-Fi, Bluetooth 5.0 e GPS.

O Xiaomi Mi 8 Lite é um dos melhores equipamentos de entrada de gama e que se quer gastar pouco dinheiro, é uma excelente opção. Por menos de €200 ou R$900 com o cupão “Paypal10” é uma excelente oferta.

Xiaomi A2 Lite por menos de 150€ ou R$640

O Xiaomi Mi A2 Lite tem sido dos telemóveis com maior adesão desta marca. Apresenta um ecrã de 5.84 polegadas com boa tecnologia, proporcionando uma experiência visual vivida. A resolução é de 2280 x 1080.

Em termos de processamento de informação, podemos contar com um Octa Core da Qualcomm: o Snapdragon 625, que atinge velocidades de 2.0GHz. Combinado com 3GB de RAM, o telemóvel está pronto para oferecer uma excelente experiência com muita fluidez nas suas aplicações. Não encontrará este tipo de processamento de informação a este preço noutro telemóvel.

Para armazenar a informação, pode contar com 32GB de armazenamento, que poderá ser aumentado com um cartão microSD. O Xiaomi Mi A2 Lite conta com três câmeras, duas traseiras e uma frontal. A câmera frontal é de 5.0MP, enquanto que as duas câmeras traseiras são de 12MP + 5MP. A bateria é de 4000mAH, e o sistema operativo nativo é o Android 8.1.

O Xiaomi A2 Lite é excelente e destaca-se por ter Android One que resulta numa parceria ocm a Google que garante atualizações do Android rápidas. O equipamento está a menos de 150€ ou R$640 com o cupão “Paypal10“.

Xiaomi Mi Box S por menos de 60€ ou R$270

A correr a Android TV 8.1, esta box suporta todas as aplicações mais populares, como a Netflix, VUDU, YouTube, SlingTV etc.

Os visuais suportados são 4K HDR e conta com tecnologia DOLBY DTS para uma experiência mais imersiva. Poderá ver e rever os seus programas de televisão preferidos, participar em jogos, ler e ver as notícias e ouvir rádio.

A Xiaomi Mi Box S conta com controlo de voz incluído. O Google Assistant está instalado na box e permite utilizar todas as funcionalidades e conveniência deste assistente digital.

O Chromecast também vem incluído na box: assim sendo, poderá colocar facilmente fotografias, vídeos ou outros conteúdos multimédia de outros dispositivos a passar na televisão (smartphones, tablets ou computadores).

Se procura uma box Android, esta Xiaomi Mi Box S é das mais recentes e com uma grande qualidade, que está à venda por menos de 60€ ou R$270 com o cupão “Paypal10”.

Não perca nada desta Black Friday

Mas isto são apenas alguns exemplos do que a Gearvista vai fazer para a Black Friday, já que há diversas novidades previstas para esta época festiva e muitas oportunidades para serem aproveitadas.

<<< Não perca nenhuma oportunidade da Black Friday >>>

Por isso, visite a Gearvista no link em cima e conheça todas as oportunidades para a Black Friday para que não perca nenhum desconto.

Zenfone Max Pro M2 será lançado em 11 de dezembro

Após alguns vazamentos, a Asus veio a público e confirmou a data de lançamento do Zenfone Max Pro M2: 11 de novembro na Indonésia – seu antecessor foi apresentado na Índia. De acordo com a empresa, este aparelho será voltado para jogos.

No entanto, acredita-se que o software entregará recursos semelhantes aos do Honor Play, que aumentam a experiência de uso durante os jogos, em vez de ferramentas mais elaboradas como as do ROG Phone, dado que estamos falando de um smartphone intermediário.

Segundo Roland Quandt, conhecido por vazamentos precisos, o Zenfone Max Pro M2, que possui o número de modelo “ZB631KL”, será lançado com tela de 6″ com resolução Full HD+, 4GB de RAM e 64GB ou 128GB de armazenamento interno – também espera-se uma variante com 6GB de RAM e 128GB de armazenamento.

Por dentro, temos o processador Snapdragon 660, que representa uma atualização significativa com relação ao Snapdragon 636 presente no Zenfone Max Pro M1. No departamento de câmeras, alegadamente, o próximo intermediário da Asus terá três sensores na traseira, algo inédito em um smartphone da marca.

Isso sugere que a Asus estar adotando uma postura semelhante a da Samsung, que vem colocando recursos de ponta em modelos intermediários. Roland também menciona uma câmera de 13MP, que pode ser o sensor frontal. Com relação ao software, podemos esperar o Android 9.0 Pie.

Também existe a possibilidade da Asus apresentar o Zenfone Max M2 no mesmo evento em 11 de dezembro, embora a empresa não tenha confirmado essa informação no momento.

Zenfone Max Pro M1, modelo mais recente da linha Max no momento

Ainda assim, vazamentos apontam que este smartphone, que traz o número de modelo “ZB633KL”, também possui um display de 6″ com resolução Full HD+, mas deixa de lado o Snapdragon 660 para adotar o Snapdragon 636, aliado a 4GB de RAM e 32GB ou 64GB de armazenamento interno. No departamento de câmeras, o Zenfone Max M2 terá o mesmo sensor frontal de 13MP, mas apenas dois na traseira.

Vale lembrar que Roland Quandt afirmou não ter certeza sobre o tamanho da tela, resolução e armazenamento interno de ambos os modelos. No entanto, ele menciona que está certo com relação a memória RAM, processador e quantidade de câmeras. De qualquer forma, o lançamento do Zenfone Max Pro M2 está perto, então teremos informações oficiais muito em breve.

Fonte: GizMoChina

Xiaomi Mi A2 recebe versão estável do Android Pie

Recentemente, a Xiaomi disponibilizou a primeira beta do Android Pie para o Mi A2, seu smartphone com Android One mais potente no momento. Agora, este aparelho está recebendo a versão estável do novo sistema operacional móvel da Google, que entrega recursos interessantes, como a bateria adaptativa e navegação baseada em gestos, por exemplo.

A atualização, que pesa pouco mais de 1GB, está disponível inicialmente na Índia, mas deve chegar em outros países já nos próximos dias. De qualquer forma, recomendamos sempre que, antes de atualizar, certifique-se que o aparelho tem uma boa quantidade de energia na bateria para evitar desligamentos durante o processo, além de estar conectado em uma rede WiFi estável para realizar o download dos dados mais rapidamente.

Se você não conhece, o Xiaomi Mi A2 possui uma tela LCD de 6″ com resolução de 2160×1080 pixels, 403 ppi de densidade, 77,4% de relação tela-corpo e proteção Gorilla Glass 5. Por dentro, temos um processador Snapdragon 660 octa-core, com quatro núcleos rodando a 2,2 GHz e quatro rodando a 1,8 GHz – todos Kryo 260. A GPU inserida é a Adreno 512.

Há três variantes disponíveis para compra: a primeira com 4GB de RAM e 32GB de armazenamento, a segunda com 4GB de RAM e 64GB de armazenamento, e a terceira entrega 6GB de RAM e 128GB de armazenamento – todas sem slot para microSD.

No departamento de câmeras, existem dois sensores na traseira posicionados verticalmente no canto superior esquerdo, sendo o principal de 12MP e o secundário de 20MP – ambos com abertura f/1.75, estabilização digital de imagem, HDR, foco PDAF e possibilidade de filmar em até 4K a 30fps. Na parte frontal, temos outra câmera de 20MP com abertura f/2.2, que por sinal, consegue aplicar o efeito bokeh via software.

Para manter o aparelho ligado, a Xiaomi inseriu uma bateria de 3.000 mAh com tecnologia de carregamento rápido “Quick Charge 4.0”. As opções de conectividade incluem: USB tipo-C 2.0, Bluetooth 5.0 com A2DP/LE, WiFi 802.11 a/b/g/n/ac + MIMO (2,4 GHz e 5 GHz), sensor infravermelho e GPS com A-GPS, GeoTagging, GLONASS e BeiDou.

Infelizmente, a fabricante chinesa removeu a entrada de 3,5 mm para fones de ouvido. O Xiaomi Mi A2 pode ser encontrado nas cores: preto, dourado, azul, vermelho e rosa.

Fonte: TuttoAndroid

Teste comprova que traseira do Xiaomi Mi Mix 3 pode deslizar 600 mil vezes

Graças a traseira deslizante do Mi Mix 3, a Xiaomi conseguiu oferecer aos seus clientes um smartphone potente com grande relação tela-corpo e praticamente nenhuma borda. No entanto, muitos consumidores ficaram receosos quanto a durabilidade desse mecanismo, especialmente se levarmos em consideração que ele é acionado toda vez que o proprietário precisa usar a câmera frontal.

No evento de lançamento deste aparelho, a Xiaomi destacou que o controle deslizante é bastante durável. Agora, essa alegação foi comprovada em um teste que determinou a durabilidade da traseira deslizante do Mi Mix 3.

O “slider” do novo top de linha da Xiaomi pode ser acionado 600 mil vezes sem causar nenhum problema no funcionamento. Portanto, aqueles que apostaram no Mi Mix 3 podem ficar tranquilos quanto a isso, afinal, o mecanismo se mostrou bem resistente.

Para quem não conhece, o Mi Mix 3 possui uma tela Super AMOLED de 6,39″ com resolução de 2340×1080 pixels, 403 ppi de densidade e proteção Gorilla Glass 3. Por dentro, temos um processador Snapdragon 845 octa-core, com quatro núcleos Kryo 385 Gold rodando a 2,8 GHz e quatro Kryo 385 Silver a 1,7 GHz – a GPU é a Adreno 630.

Há quatro variantes disponíveis: a primeira com 6GB de RAM e 128GB de armazenamento, a segunda com 8GB de RAM e 128GB de armazenamento, a terceira com 8GB de RAM e 256GB de armazenamento, e a última com 10GB de RAM e 512GB de armazenamento.

No departamento de câmeras, existem dois sensores de 12MP na traseira, sendo o principal com abertura f/1.9 e o secundário com abertura f/2.4 – há estabilização óptica de imagem, HDR, foco PDAF e possibilidade de filmar em até 4K a 60fps. Para selfies, a fabricante inseriu dois sensores de 24MP + 2MP.

Uma bateria de 3.200 mAh com tecnologia de carregamento rápido “Quick Charge 3.0” mantém o Mi Mix 3 ligado, enquanto o Android 9.0 Pie vem instalado de fábrica. Os interessados podem adquirir o Mi Mix 3 em três opções de cores: Sapphire Blue, Jade Green e Onyx Black.

Lembrando que, dentro da caixa, a Xiaomi colocou uma case de proteção, cabo USB tipo-C, carregador de alta velocidade e, surpreendentemente, um carregador sem fio branco de 10W. Sendo assim, os proprietários do Mi Mix 3 já podem usufruir do carregamento sem fio assim que comprá-lo.

Fonte: GizMoChina

Imagem revela Meizu Note 8 Plus com quatro câmeras na traseira

Em outubro deste ano, a Meizu apresentou o M8 Note na China com preço acessível de US$ 187 e boas especificações. Agora, tudo indica que a empresa lançará uma variante mais potente chamada Meizu Note 8 Plus. Uma imagem deste aparelho foi vazada na internet, mostrando nada menos que quatro câmeras na traseira.

O modelo “M1823” possui um corpo metálico na cor vermelha, com leitor biométrico sendo inserido logo abaixo do módulo de câmera, que por sinal, entrega um design bem semelhante ao do Huawei Mate 20 e Mate 20 Pro. Especula-se que o sensor principal seja Sony IMX362 – o mesmo do M8 Note. Os outros três seriam super grande angular, telefoto e de profundidade.

Recentemente, a Samsung lançou o Galaxy A9, primeiro smartphone do mundo com quatro câmeras. Levando em consideração que a Meizu possui uma boa parceria com a gigante sul-coreana, existe a possibilidade do Note 8 Plus trazer uma configuração semelhante ao do Galaxy A9.

Até o momento, não há informações à respeito das especificações do Meizu Note 8 Plus, mas acredita-se que ele terá um hardware parecido com o do seu irmão menor. De qualquer forma, teremos que aguardar mais detalhes sobre o primeiro smartphone da Meizu com quatro câmeras.

Até lá, o Meizu M8 Note é o lançamento mais recente da marca. Ele possui uma tela de 6,15″ com resolução de 2160×1080 pixels e 403 ppi de densidade. Por dentro, temos um processador Snapdragon 632 octa-core de 1,8 GHz e GPU Adreno 506, aliado a 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno.

No departamento de câmeras, existem dois sensores posicionados verticalmente na traseira, sendo o principal de 12MP com abertura f/1.9 e o secundário de 5MP. Para selfies, a empresa inseriu uma câmera de 8MP com abertura f/2.0, que suporta modos de embelezamento avançado e desbloqueio facial por IA.

As opções de conectividade incluem: WiFi 802.11 a/b/g/n (5 GHz e 2,4G Hz), Bluetooth 4.2, GPS com GLONASS + Beidou e entrada de 3,5 mm para fones de ouvido. Para manter o aparelho ligado, temos uma bateria de 3.600 mAh sem nenhuma tecnologia de carregamento rápido. Em software, a interface proprietária FlymeOS baseada no Android 8.1 Oreo vem instalada de fábrica. O Meizu M8 Note mede 153,6 x 75,5 x 7,9 mm e pesa 168 gramas.

Fonte: GizMoChina

Oppo A7 é lançado com Snapdragon 450, grande bateria e preço acessível

Em setembro deste ano, a Oppo lançou o A7X com chipset MediaTek Helio P60 na China. Agora, a fabricante chinesa oficializou o A7, que chega ao mercado com processador menos potente, mas inclui uma bateria de grande capacidade e preço acessível.

Medindo 155,9 x 75,4 x 8,1 mm e pesando 168 gramas, o Oppo A7 possui uma tela LCD de 6,2″ com resolução HD, relação tela-corpo de 88,3% e proteção Corning Gorilla Glass. Por dentro, temos um processador Snapdragon 450 octa-core de 1,8 GHz, aliado a 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno – expansível via microSD. Em alguns países, a Oppo também comercializa uma edição mais básica com 3GB de RAM e 32GB de armazenamento.

No departamento de câmeras, há dois sensores posicionados horizontalmente no canto superior esquerdo, sendo o principal de 13MP e o secundário de 2MP. Para selfies, temos uma câmera de 16MP com lente grande angular que traz HDR, iluminação de estúdio, adesivos AR e embelezamento auxiliado por inteligência artificial.

As opções de conectividade incluem: 4G VoLTE, Dual-SIM, Bluetooth 4.2, WiFi 802.11 b/g/n, porta microUSB 2.0 com OTG, GPS e entrada de 3,5 mm para fones de ouvido. Para manter o aparelho ligado, a Oppo inseriu uma grande bateria de 4.230 mAh – carregamento rápido não foi mencionado, mas existe uma tecnologia de gerenciamento de energia por IA.

Em software, a interface ColorOS 5.2 baseada no Android 8.1 Oreo vem instalada de fábrica. A empresa também incluiu a tecnologia “Hyper Boost”, que é semelhante a GPU Turbo da Huawei. Com ela, a CPU e a GPU podem oferecer até 31% mais desempenho durante os jogos. Curiosamente, este é o primeiro intermediário da marca chinesa com essa tecnologia, sendo o segundo smartphone logo após o Oppo RX17 Pro.

Os interessados poderão adquirir o Oppo A7 em três opções de cores: Glaring Gold, Glaze Blue e Powder Pink. Quanto ao preço, é preciso desembolsar US$ 230 para levar este aparelho para casa. Até o momento, a fabricante chinesa não revelou se pretende comercializar este modelo em mercados fora da China.

De qualquer forma, aqueles que estiverem em busca de um dispositivos mais potente, podem apostar no Oppo A7X, que além de entregar um processador melhor, traz 4GB de RAM e 128GB de armazenamento.

Fonte: GizMoChina

Android Pie chega ao Motorola One no Brasil

No mês passado, a Motorola disse que o Motorola One vendido no Brasil seria atualizado para o Android Pie até o final deste ano. Agora, cumprindo sua promessa, a empresa anunciou que está distribuindo a versão mais recente do sistema operacional móvel da Google para seu smartphone com Android One.

Todas as unidades devem receber a atualização até o final deste mês. Segundo a Motorola, este é o primeiro smartphone do país a receber o Android Pie em 2018. Lembrando que dispositivos com Android One estão aptos para duas grandes atualizações do sistema. Sendo assim, o Motorola One também receberá o Android Q em 2019, além de correções de segurança mensais durante três anos.

Dentre as novidades do Android Pie para o Motorola One, podemos destacar a navegação intuitiva, novo menu de configurações, maior duração da bateria, reformulação da tela dividida e das configurações rápidas, controles de volume simplificados e novo gerenciamento de notificações, por exemplo.

O Motorola One possui uma tela de LCD 5,9″ com resolução de 1520×720 pixels, 285 ppi de densidade, 80,3% de relação tela-corpo, vidro 2.5D, aspecto 19:9 e proteção Gorilla Glass 3. Por dentro, temos um processador Snapdragon 625 octa-core de 2,0 GHz e GPU Adreno 506, aliado a 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno – expansível até 256GB via microSD.

No departamento de câmeras, há dois sensores posicionados verticalmente no canto superior esquerdo, sendo o principal de 13MP com abertura f/2.0 e o secundário de 2MP com abertura f/2.2 – todo o conjunto entrega estabilização digital de imagem, HDR, foco PDAF e possibilidade de filmar em até 4K a 30fps. Na parte frontal, temos uma câmera de 8MP com abertura f/2.2.

As opções de conectividade incluem: USB tipo-C 2.0 com OTG, entrada de 3,5 mm para fones de ouvido, Bluetooth 4.2 com A2DP, WiFi 802.11 a/b/g/n + MIMO (2,4 GHz), NFC e GPS com A-GPS, GeoTagging, GLONASS, GALILEO e BeiDou.

Para manter o aparelho ligado, a Motorola inseriu uma bateria de 3.000 mAh com suporte a tecnologia de carregamento rápido “Turbo Power” de 15W, capaz de entregar energia para 6 horas de uso com apenas 20 minutos na tomada. O Motorola One, que mede 149,9 x 72,2 x 8 mm e pesa 162 gramas, está disponível nas cores preto e branco.