Microsoft “ataca” Gmail em campanha publicitária

Red Magic 3S

scroogledA Microsoft lançou uma campanha online contra a Google em que compara os serviços de e-mail prestados pelas duas empresas, tendo como base as questões de privacidade das contas. O objetivo é, claro está, promover o Outlook e denegrir o Gmail

Um site, vídeos explicativos e até uma petição fazem parte da campanha “Don’t Get Scroogled by Gmail” ( que significa qualquer coisa como “Não se deixe enganar pelo Gmail”), na qual a Microsoft acusa a Google de tirar partido das informações que constam nos e-mails dos utilizadores para criar e vender anúncios publicitários.

Segundo explica a empresa de Redmond, a campanha anti-Gmail serve para informar os utilizadores, uma vez que 70 por cento dos utilizadores não sabem que os seus emails são analisados e quase 90 por cento são contra esse tipo de monitorização.

Para ultrapassar esta “invasão de privacidade da Google” a Microsoft apresenta como opção válida a mudança para o Outlook.”O Outlook.com é diferente, nós não utilizamos o seu e-mail para vender anúncios“, contrapõe a empresa de Steve Balmer. “Para o Outlook.com a sua privacidade não está à venda” reforça.

A reação da Google não se fez esperar. A multinacional garantiu que os emails não são lidos e que apenas mantém um algoritmo semelhante ao utilizado para identificar as mensagens de spam, referindo ainda que é graças à publicidade que mantém gratuitamente o Gmail.

Não é a primeira vez que a Microsoft questiona as políticas de privacidade da Google. Também no período do Natal a empresa de software conduziu uma campanha onde garantia que os resultados de pesquisa do Google Shopping eram manipulados. De recordar ainda que durante dois anos a Comissão Europeia investigou a Google com base em acusações que diziam que a companhia dava prioridade aos seus próprios serviços e sites nos resultados de pesquisas, algo que não ficou provado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here