Lançamento do iPhone aconteceu há 15 anos: Conheça estas 5 curiosidades

O quê? Já foi há 15 anos? Como o tempo passada e parece que ainda foi ontem que ouvimos Steve Jobs a apresentar o iPhone 2G, o nome do primeiro iPhone já que “apenas” tinha a conectividade 2G na altura. É ainda mais incrível e surpreendente, certo?

A verdade é que o iPhone nasceu numa altura que os telemóveis eram a maioria, mas já vinha com algumas inovações, como o ecrã sensível ao toque, por exemplo. Mas, também há algumas curiosidades que certamente não sabe sobre o lançamento do smartphone. Quer saber quais? Continue a ler o nosso artigo.

Sabia que o iPhone foi anunciado seis meses antes de estar à venda?

Claramente em 15 anos muita coisa mudou e, hoje em dia, era impensável que isto acontecesse. Apresentar um produto e ele apenas chegar seis meses depois ao mercado e estar à venda? Mas era isto que acontecia há mais de uma década atrás e não era tudo mau.

A verdade é que, se bem se lembram, a Apple era conhecida por inovar e revelar autênticas inovações que ninguém esperava. Ver um evento de apresentação da Apple criava uma grande expetativa, pois nunca sabíamos o que ia ser anunciado e quais as surpresas que seriam apresentadas (quem não se lembra do “One more thing” protagonizado por Steve Jobs?).

Ora, o mercado evoluiu muito e já ninguém quer conhecer um produto e esperar meses para o comprar. Isto tem, obviamente, coisas boas, como a esperada pelo produto ser muito curta, mas também já não há as surpresas que Steve Jobs protagonizou durante os eventos da Apple.

É verdade que as fábricas são mais rápidas a produzir, mas também se vende mais e para que o produto esteja disponível uma ou duas semanas depois ao público no geral (e em milhões de unidades), a produção dos produtos tem de começar bem mais cedo.

Com cada vez mais pessoas e empresas envolvidas na produção do iPhone (e dos produtos tecnológicos no geral), é impossível que se consiga guardar segredos durante muito tempo e por isso é que, hoje em dia, os eventos de apresentação já não são tão entusiasmantes como antes.

A marca “iPhone” não pertencia à Apple

Surpreendente, certo? A verdade é que a Apple anunciou o smartphone em janeiro de 2007 e, nessa altura, a marca iPhone ainda não lhes pertencia, o que podemos dizer que foi uma aposta arrojada, mas certamente calculada.

A marca iPhone pertencia à Cisco, que tinha adquirido a empresa InfoGear em 2000 e que tinha registado a marca em 1996, segundo a CNBC. Mas, apesar disto, as negociações decorreram durante anos, sendo que apenas em fevereiro de 2007, um mês após a apresentação do iPhone, as duas empresas chegaram a acordo, mas não sem antes a Cisco ter processador a Apple por utilizar abusivamente a sua marca, segundo a CNet.

Apple falhou expetativas de vendas do primeiro iPhone

Hoje em dias não há dúvidas que a Apple é uma das principais fabricantes de smartphones e das que mais smartphoens vende no mundo, sendo que as expetativas de vendas acabam por ser muito realistas. Mas em 2007 não era bem assim.

A Apple estimou que o iPhone de 2007 venderia 10 milhões de unidades, o que era equivalente a 1% do mercado na altura. No entanto, o primeiro iPhone apenas vendeu 1,39 milhões de unidades em 2007, valor bem a baixo da expetativa. Por curiosidade, a Apple vendeu 6,2 milhões de unidades do smartphone, segundo a Statista.

Sabia que o primeiro iPhone não tinha App Store nem câmara frontal?

Isto realmente há 15 anos atrás o mundo era bem diferente, de tal forma que aprece que nem era possível, certo? Então, não havia loja de aplicações?

A App Store foi lançada a 10 de julho de 2008, sendo que na altura tinha apenas 500 aplicações disponíveis. Agora, conta com quase 2 milhões de aplicações na loja da Apple. Não é incrível como as coisas evoluem? Mais uma vez, neste caso, a Apple marcou uma tendência criando a sua loja de aplicações e que levou a que a concorrência fosse atrás. Por curiosidade, a loja de aplicações da Google, a Play Store, foi anunciada a 22 de outubro de 2008.

Já agora, o iPhone 4 foi o primeiro iPhone a contar com um câmara frontal, sendo que o Siri apenas chegou em 2011 e alteração da porta Lightning para a atual em vez dos 30-pin aconteceu em 2012, com o iPhone 5.

iPhone apenas captava fotos, não fazia vídeos

O primeiro iPhone era revolucionário na altura, mas olhando para trás, é mesmo de arrepiar. Então, o iPhone tinha uma câmara traseira de 2MP, que captava fotografias, mas não tinha suporte a qualquer gravação de vídeo.

Já indicámos que a câmara frontal apenas apareceu no iPhone 4, mas uma câmara que apenas fazia fotos parece limitativo. Mas era assim.

Relembre a apresentação do primeiro iPhone

Se há algo que vale a pena relembrar são as apresentações feitas por Steve Jobs, que realmente incluíam muitas surpresas e revelações surpreendentes. Imaginem as sensações das pessoas que estavam a assistir a esta apresentação.

Já agora: sabia que Eric Schmidt, CEO da Google na altura, também entrou na apresentação do primeiro iPhone?

Fonte: IndianExpress, TechRadar, MaisTecnologia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui