iPhone 6 e iPhone 6 Plus: Primeiras impressões

iPhone 6 e iPhone 6 Plus (1)

Os novos iPhones já estão à venda no mercado português e já temos as duas unidades para analisar. Hoje publicamos as primeiras impressões sobre o iPhone 6 e iPhone 6 Plus.

iPhone 6: Primeiras Impressões
iPhone 6 Plus: Primeiras Impressões

A Apple surpreendeu este ano por ter alterado uma das ideias “fixas” de Steve Jobs, não ultrapassar o tamanho de 4 polegadas de ecrã que colocaria em causa a utilização do smartphone com uma só mão. Assim, este ano, além da mudança de design, a Apple volta a aumentar o ecrã do smartphone.

iPhone 6 e iPhone 6 Plus (5)Para o iPhone 6, a Apple aumenta o ecrã para as 4,7 polegadas, mantendo o tamanho do dispositivo dentro do que encontramos nos topos de gama Android e Windows Phone, enquanto o iPhone 6 Plus é uma total surpresa da Apple, com a entrada no segmento dos phablets, com um ecrã de 5,5 polegadas e um tamanho ao estilo do Galaxy Note, da Samsung.

Será a escolha certa? Já tínhamos criado um artigo para percebermos se valia a pena comprar o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus, no entanto é a primeira vez que os temos em mãos. Lei as primeiras impressões dos dispositivos.

iPhone 6: Primeiras Impressões

Assim que peguei no iPhone 6 a primeira coisa que quis perceber era se o design é mesmo parecido com o HTC One M8, como dava a entender pelas imagens. E não me enganei. Não é uma crítica, já que sou grande fã do design do HTC One, mas também percebo que seja difícil para a Apple fazer uma renovação no design quando já parece tudo inventado.

iPhone 6

Ora, com este aumento de ecrã, a Apple sabia que não podia manter o mesmo design retangunlar. A meu ver, um design com cantos e laterais retagulares não encaixam tão bem na mão, perdendo ergonomia e aqui a Apple foi bastante inteligente, manteve o alumínio, arredando tudo à volta, sendo que as únicas parte retangulares são a parte de trás e a parte da frente. Sem dúvida, um ponto positivo para a Apple.

Com o aumento do ecrã a Apple também teve de se adaptar e deslocou o botão de ligar/desligar para o lado direito. Também vamos dizer a verdade, com a impressão digital e o botão home a permitir ligar o ecrã e desbloqueá-lo, a utilização deste botão é para uma única coisa: desligar o ecrã.

Outra mudança que verificámos é nas colunas, que são menos. Não sei se é impressão minha, mas fiquei com a ideia que o som das colunas é inferior ao iPhone 5S, mas a verdade é uma, do lado esquerdo do cabo lightning só temos uma pequena coluna, enquanto do lado direito temos seis orifícios de onde o som sai.

iPhone 6 e iPhone 6 Plus (2)No design o que salta à vista pela negativa é a câmara. Farto-me de olhar para a câmara e não sei onde a Apple estava com a cabeça para deixar a câmara tão saliente. Parece-me mesmo um erro de design, já que tem uma capa traseira tão lisa e direita e depois temos aquilo ali. Ao colocar o iPhone 6 no bolso ao lado de outro smartphone, fiquei com receio que a câmara riscasse o ecrã ou a capa do meu outro smartphone.

Fora isto, o pouco tempo que utilizei fiquei fascinado. Finalmente, o iPhone tem um tamanho como deve ser para um smartphone topo de gama, o que já me levará a ponderar da próxima vez que mudar de smartphone. Deixemos a opinião final para a análise completa, que estará terminada nos próximos dias.

iPhone 6 Plus: Primeiras Impressões

Ao tirar o iPhone 6 Plus o sentimento é diferente. O design é exatamente o mesmo, com um ou outro pormenor diferente do iPhone 6 “normal”, no entanto para pegar o dispositivo tem de ser diferente. É que o seu tamanho é exageradamente grande, claramente só comparado com outros phablets.

iPhone 6 Plus

Ainda me lembro do Galaxy Note 3 e ter o mesmo sentimento, demasiado grande. No entanto, o Note 4 ainda tem um objetivo diferente, já que tem uma stylus com funcionalidades próprias. Por seu turno, o iPhone 6 Plus é, simplesmente, grande, nada mais a acrescentar.Apesar de ter uma boa ergonomia, chegamos a um certo tamanho que não há ergonomia que sirva, e é este o caso do iPhone 6 Plus.

No entanto há pequenas diferenças (pouco) visíveis, entre o 6 Plus e o iPhone 6. É que este, além do ecrã maior, é o primeiro smartphone da Apple ter uma resolução Full HD. Sim, 1080p, mas não, não se nota a diferença e a resolução aumenta e, também, a densidade por pixel, para 401. Mas a verdade é que o ecrã da Apple foi sempre de grande qualidade, portanto estas pequenas alterações não se notam.

No caso da saliência da câmara, também lá está, mas nota-se menos saliência, o que ganha ainda mais força a minha opinião: a Apple não conseguiu gerir o espaço interno e no final não teve outra opção senão deixar a “câmara de fora”. Portanto mantenho que a Apple teve um erro de design neste smartphone, ou então esperava que a fabricante de lentes reduzi-se o tamanho da mesma, mas o resultado final é este e é mau.

iPhone 6 e iPhone 6 Plus (3)A outra diferença que espero ansiosamente por testar é a bateria, que com o grande smartphone que temos, também aumenta, e bastante segundo os dados oficiais: iPhone 6 dura 10 dias em standby, 11h em vídeo e 14h em 3G, enquanto o iPhone 6 Plus consegue 16 dias em standby, 14h em vídeo e 24h em 3G.

Há mais uma coisa que há de diferente, a câmara tem estabilizador de imagem e, também, é a primeira da Apple a ter esta funcionalidade. Se é uma grande diferença, só na análise final é que saberemos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui