Novo iPad (iPad 3): Vale a pena comprar?

A Apple tem feito poucas alterações no lançamento de novos aparelhos, como o iPhone 4S. Por isso voltamos a avaliar, vale a pena comprar o Novo iPad (iPad 3)?

Como sempre, o lançamento de um novo gadget da Apple causa grandes filas para a sua compra, e a 3ª versão do iPad não é diferente. O Novo iPad ficou aquém das expectativas? Poderemos dizer que não, pois já era esperado algumas das novidades apresentadas no dia 7 de Março, como o ecrã HD e a tecnologia 4G. No entanto, tendo a concorrência lançado tablets com processadores quad-core, era esperado o mesmo por parte da Apple, que lançou quad-core para os gráficos.

Sendo que o Novo iPad já está à venda e já foi analisado por vária imprensa internacional, baseado na análise deles vou tentar perceber se vale a pena substituir o seu iPad ou iPad, para comprar o iPad 3.

Design

O Novo iPad tem exactamente o mesmo design que o iPad 2, tal como aconteceu entre o iPhone 4 e o iPhone 4S, o que demonstra que num design vencedor não se mexe. Mas há pequenas diferenças entre as duas versões do tablet.

A 3ª versão do iPad é um pouco mais “gorda”, tem 9.4mm de espessura, enquanto o iPad 2 tinha 8,8mm. O peso, como está claro, também difere, 652g no Novo iPad, enquanto o iPad 2 pesava 601g, que aumenta um pouco com as versões 3G/4G. No entanto não é uma diferença que cause qualquer transtorno.

Apesar desta mudança de peso e espessura, as capas que eram da anterior versão continuarão a funcionar nesta nova versão normalmente, por isso, quem fizer o upgrade ao seu iPad não terá de gastar mais dinheiro em acessórios.

Ecrã Retina Display

É aqui que está a grande arma deste Novo iPad, a qualidade do ecrã. Em comparação com o iPad 2? Nem é possível comprar… A resolução duplica, dos 1024x768p para os 2048x1536p, passamos a ter um ecrã Full HD melhor que algumas televisões. Com este melhoramento do ecrã, o Zoom fica melhor, tal como  a utilização dos browsers.

A qualidade de imagem é notoriamente melhor. Já imaginou como será ver um filme Full HD neste no Novo iPad? Ou a visualização de fotografias? Ou mesmo os jogos? Simplesmente soberbo…

A qualidade, o contraste, tudo melhora neste iPad 3, que com os programadores a actualizarem as suas aplicações, irá trazer uma experiência espectacular. O TechRadar indica, mesmo, que quem está habituado aos gráficos da PS 3 ou Xbox 360 não ficará desiludido com o Novo iPad.

Hardware

O Hardware sobre algumas alterações, mas poderia ser mais. O processador presente no Novo iPad é o A5X, um processador dual-core a 1GHz, mas um GPU a quad-core. O que isto significa? Para que o ecrã Retina Display pudesse mostrar as suas capacidades, teria de ser acompanhado de um melhoramento do processamento gráfico, que é o que acontece. Neste caso, os jogos poderão ser levados a um outro nível, em comparação com o iPad 2.

Segundo a própria Apple, o processador A5X é 4 vezes melhor que o Tegra 3 da Nvidia. No entanto duvido. Segundo o Engadget, que já fez o teste ao processador, o desempenho é, praticamente, o mesmo do iPad 2, no entanto, o iPad 2 mostra uma melhor resposta que o Novo iPad, apesar de ser mínima. Outro grande melhoramento é a memória RAM, que passa dos 512 MB para o 1GB de RAM.

Câmara, 4G e Siri?

O Siri pode-se dizer é a grande falta deste Novo iPad. A Apple, tendo em conta que foi a grande arma do iPhone 4S, deveria ter integrado o Siri no iPad 3, mas não o fez.

No entanto, a integração da tecnologia 4G é outra novidade e, também, uma grande arma para a nova versão do tablet. O aumento de velocidade de rede irá dar um novo uso ao Novo iPad, desde a possibilidade de jogar online em qualquer sitio, como na navegação e visualização de vídeos no Youtube, ou até Netflix, em qualquer lugar.

No entanto, se tinha esperança de comprar o Novo iPad para usar a tecnologia 4G, tenho más notícias. O 4G só funcionará nos Estados Unidos e Canadá. Apesar de termos visto as operadoras portuguesas lançarem os primeiros tarifários 4G, a tecnologia implementada no iPad 3 só permitirá que acedam ao 4G nos países norte-americanos.

Outra grande novidade do Novo iPad é a câmara. No iPad 2, a câmara traseira tinha 0.92 MP, mas no iPad 3 tem 5MP, o que traz uma grande melhoria. Mas, ao compararmos com o iPhone 4S que já apresenta 8MP, percebemos que a Apple poderia ter feito melhor, no entanto já é uma grande melhoria. No entanto, a câmara frontal, para a videochamada, continua a ser uma câmara VGA.

Duração de Bateria

Com estas novidades, nomeadamente este tipo de melhoramentos que “gasta” bateria, tinha de levar um grande upgrade. E levou, mas será que foi o suficiente?

Segundo os teste do Engadget, estão pior que o iPad 2. O iPad 2 durava 10h26 de bateria, enquanto o Novo iPad reduz para 9h52. De notar, que o site Engadget efectuou o teste com a utilização do 3G e não do 4G, por isso a bateria não deverá durar tanto tempo quando em 4G. O teste com o 4G deverá ser para breve.

A Apple tentou não perder a duração da bateria com tantos upgrades, mas perdeu, ainda, pouco mais de 30 minutos de bateria, o que até é de esperar tendo em conta o upgrade feito ao ecrã.

Vale a pena comprar o Novo iPad (iPad 3)?

Tal como aconteceu com o iPhone 4S, é sempre uma resposta difícil de dar, pois vai depender de cada um e da utilização dada.

Na minha opinião, se ainda é detentor do iPad original, acredito que esta seja a altura certa para mudar. As mudanças implementadas são cada vez mais importantes e, comparando com o primeiro iPad, a tecnologia já está bastante à frente.

Se tem o iPad 2, aí há mais coisas a ter em conta. Na minha opinião, se utiliza o iPad para navegação, ver umas fotos ou outras, coisas que não necessitem do grande grafismo que o Novo iPad traz, não vale a pena comprar o Novo iPad. Não há um grande upgrade de hardware para que valha a pena gastar 600€ num novo gadget, quando o iPad 2 já o satisfaz completamente e que o Novo iPad não vai melhorar assim tanto.

Tal como aconteceu com o iPhone 4S, a Apple não evoluiu o que deveria ser para acompanhar os concorrentes, no entanto, fez um upgrade suficiente para se manter como líder do mercado.

Fonte: Engadget e TechRadar

Deixe o seu comentário