Análise do Samsung Galaxy S21 Ultra: Review

Os smartphones com a designação “Ultra” da sul-coreana Samsung costumam ser o pináculo absoluto da tecnologia móvel (não dobrável) da empresa. Seguindo esse padrão, o Galaxy S21 Ultra – o terceiro smartphone Ultra após o S20 e o Note 20 – está equipado com o melhor que a tecnologia móvel tem para oferecer.

O preço ronda os 1300 €, o que é elevado para a maioria dos consumidores mas ideal para quem procura apenas o melhor e pode pagar.

Design

O Galaxy S21 Ultra é mais um numa longa linha de smartphones Samsung verdadeiramente grandes. O ecrã mede 6,8 polegadas na diagonal, o que praticamente ronda o território de uma tablet.

No entanto, smartphones Android de tamanho considerável são comuns agora, pelo que o trabalho da Samsung não é apenas fazer um telemóvel poderoso, mas principalmente um que seja bem feito. Missão cumprida: o S21 Ultra tem uma ótima aparência e adapta-se perfeitamente às mãos. É muito mais confortável de segurar do que o iPhone 12 Pro Max porque é um pouco mais estreito e tem cantos curvos.

blank

A principal mudança no design da Samsung neste smartphone foi combinar as partes metálicas nas laterais com o conjunto de câmeras na parte traseira.

Não há como negar que este é um dispositivo enorme e relativamente pesado. Mas a Samsung também tem muita experiência em fazer smartphones gigantescos e aplicou tudo o que aprendeu no S21 Ultra. Por exemplo, ao contrário da tendência atual, o ecrã ainda está um pouco curvado nas laterais, mas isso faz com que o aparelho seja mais fácil de segurar.

A empresa também está orgulhosa do seu novo acabamento “preto fantasma” emaranhado no Gorilla Glass Victus na parte de trás do dispositivo. É realmente muito preto e repele bem as impressões digitais.

Especificações e desempenho

Normalmente, quando a Samsung apresenta um novo smartphone topo de gama, os seus representantes falam muito sobre a tecnologia e a qualidade do seu ecrã gigantesco. No S21 Ultra, a empresa simplesmente apontou que suporta uma taxa de atualização adaptativa de até 120 Hz em sua resolução nativa de 3200 x 1440 e não falou sobre mais nada.

blank

Presumimos que a Samsung nada disse porque já sabia que este é o melhor ecrã de um smartphone atualmente disponível. A escolha de equilíbrio de cores padrão no S21 Ultra é um pouco intensa, mas há uma opção ‘Natural’ e até mesmo a capacidade de ajustar a opção ‘Vívido’ de acordo com a preferência do utilizador. Também consegue atingir até 1.500 nits de brilho máximo em vídeo HDR.

Internamente, a linha S21 é o primeiro conjunto de smartphones do mercado com o novo processador Snapdragon 888 da Qualcomm. A Samsung afirma que está a utilizar os recursos extras deste chip para melhorar o processamento de imagem e adicionar a taxa de atualização variável (que vai de 10 Hz a 120 Hz) em resolução máxima. O aparelho também suporta Wi-Fi 6E e ambos os tipos de 5G. O chip não faz benchmark tão perfeitamente quanto o A14 Bionic do iPhone, mas em marcas de núcleo único ele supera facilmente outros smartphones Android com o chip 865 mais antigo.

O desempenho do Galaxy S21 Ultra é fantástico e também apresenta melhorias na eficiência da bateria. Com uma utilização moderada, a bateria deste smartphone aguenta sem problemas uns dois dias.

Possui 128 GB de armazenamento padrão. A opção de 256 GB custa apenas cerca de 50 € a mais, enquanto que os 512 GB (que também tem 16 GB de RAM em vez de 12) custa mais cerca de 150 €.

Considerar o armazenamento que necessita neste smartphone é importante, porque, ao contrário dos aparelhos da série S anteriores, não há nenhuma ranhura para um cartão microSD no S21 Ultra. Para quem gosta de fazer vídeos em 8K e fotos de 108 megapixels precisa de mais de 128 GB de armazenamento, no mínimo.

blank

O Galaxy S21 Ultra é também o primeiro smartphone da série S a receber suporte para a caneta S Pen da Samsung, embora seja vendida separadamente.

Digno de nota é também o novo sensor de impressão digital da Qualcomm no ecrã. É maior e mais rápido, e isso significa que basta apenas o utilizador tocar rapidamente para desbloquear o smartphone sem precisar de olhar muito para o visor. Como desbloqueamos os nossos telemóveis com muita frequência, mesmo pequenas mudanças fazem uma grande diferença na redução da sensação de atrito.

Sistema de câmara

O sistema de câmara do Galaxy S21 Ultra, com cinco lentes, é um dos melhores em qualquer smartphone Android e é extremamente competitivo com o iPhone 12 Pro Max.

O quinto orifício na parte de trás do smartphone é para o sensor de foco automático a laser, que foi adicionado para ajudar com alguns dos problemas de foco no sensor principal. Esse sensor principal de 108 megapixels também é um sensor de segunda geração, capaz de cores de 12 bits e apresentando o que a Samsung diz ser um novo processo de conversão de fotos de 108 megapixels nas imagens padrão de 12 megapixels.

blank

O foco é rápido e preciso, o plano focal parece maior, não há atraso perceptível do obturador e, acima de tudo, as fotos parecem melhores no S21 Ultra do que em outros smartphones topo de gama da Samsung.

Comparado com o mais recente iPhone, as câmaras do S21 Ultra visam tornar as coisas um pouco mais brilhantes e as cores um pouco mais intensas, enquanto que a Apple parece deixar as sombras serem sombras sem se preocuparem com isso. No entanto, o S21 Ultra oferece melhor nitidez e detalhes.

Onde o S21 Ultra realmente brilha é no zoom. Possui duas teleobjetivas e ambas são úteis. O zoom óptico adequado de 3x faz uma grande diferença e a Samsung usa dados de múltiplas lentes de até 10x. A empresa tem ainda o seu engenhoso ‘Zoom Espacial’ que funciona até 100x.

Quanto aos vídeos, este smartphone continua a deslumbrar. O Galaxy S21 Ultra faz um trabalho muito bom com faixa dinâmica e ajuste de exposição em tempo real enquanto o utilizador movimenta a câmera numa cena. A estabilização também foi aprimorada.

Software

O Galaxy S21 Ultra executa o One UI 3.1 da Samsung baseado no Android 11. O One UI 3.0 trouxe uma série de novos recursos, como suporte para notificações de bolha, acesso rápido a widgets, controlo de volume mais preciso e a introdução do Samsung Free. A atualização 3.1 adiciona uma série de ajustes menores, como vídeo chamadas em segundo plano, Visualização do Diretor em vídeo e a capacidade de gravar da câmara frontal e traseira ao mesmo tempo.

blank

No ecrã inicial, à esquerda, a Samsung oferece a opção de usar o Google Discover ou o Samsung Free. O Samsung Free é um novo serviço muito parecido com a antiga casa Bixby, oferecendo muitas das aplicações e serviços gratuitos da Samsung, como a Pluto TV. Em algumas variantes do S21 Ultra, a Samsung também passou a usar muitas aplicações do Google como padrão, como o Mensagens do Google para SMSs.

No geral, o One UI é distintamente a cara da Samsung. A empresa conseguiu consolidar um estilo específico em sua interface desde a introdução do One UI com a série Galaxy S10, e ele permanece instantaneamente reconhecível. A maioria dos elementos da IU são arredondados, o que complementa as curvas nos dispositivos da série Galaxy S.

Veredito: Samsung Galaxy S21 Ultra

Os maiores rivais do Galaxy S21 Ultra são os smartphones da série iPhone 12. O processador A14 Bionic da Apple ainda supera o Snapdragon 888 em benchmarks, mas em uso no mundo real, provavelmente o utilizador não notará grande diferença no desempenho entre os dois dispositivos. O Galaxy S21 Ultra possui duas vezes mais RAM, mas o excelente gerenciamento de RAM da Apple no iOS provavelmente fará com que, mais uma vez, a diferença não seja perceptível.

blank

No que diz respeito aos recursos, o Galaxy S21 Ultra oferece uma gama de câmaras muito mais versátil. Enquanto que o iPhone 12 Pro Max oferece um sensor de telefoto amplo, principal e 2,5x com 12 MP, o smartphone da Samsung vem equipado com um amplo padrão de 108 MP, telefoto ótico 3x, telefoto ótico 10x e um sistema de foco guiado por laser. Em termos de puro alcance e versatilidade, a Samsung supera quase todos no mercado em hardware de câmara, exceto talvez a P40 Pro Plus da Huawei.

O smartphone mais parecido com o S21 Ultra é o Galaxy Note 20 Ultra. Os dispositivos são bastante semelhantes, oferecendo grandes ecrãs de 120 Hz, sistemas de câmara super versáteis e designs luxuosos. O S21 Ultra supera o Note 20 Ultra em velocidade e versatilidade de câmara, oferecendo o novo Snapdragon 888 da Qualcomm em comparação com o 865 Plus e uma câmara com zoom óptico 10x em comparação com a câmera 5x do Note 20 Ultra. Mas o Note tem expansão para cartão microSD e a smart S Pen, que ainda pode ser atraente para muitos consumidores.

Custando cerca de 1300 €, o Samsung Galaxy S21 Ultra não é um dispositivo barato. Mas, considerando as especificações e os recursos excelentes, vale cada tostão.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here