Zuckerberg telefonou a Obama para se queixar da espionagem

Mark Zuckerberg

Frustrado com todas as notícias que vieram a público sobre o programa de espionagem da NSA, alegadamente coordenado pelo Governo dos EUA, Mark Zuckerberg resolveu telefonar e queixar-se a Barack Obama.

Num post publicado na sua página oficial, o CEO do Facebook questiona as atividades da NSA, classificando-as de um atentado e uma ameaça para a internet. 

Zuckerberg afirma que a maioria das pessoas e empresas ligadas ao meio têm trabalhado em conjunto para tornar a internet um espaço seguro. Por estes motivos diz que está “confuso e frustrado com os repetidos relatórios do comportamento do governo dos EUA. Quando os nossos engenheiros trabalham incansavelmente para melhorar a segurança, nós imaginamos que os estamos a proteger dos criminosos, não do nosso próprio governo”, escreveu.

No seguimento de todas estas questões o CEO do Facebook revela que decidiu então ligar a Obama para se queixar e explicar que os relatórios divulgados sobre a atuação da NSA criam desconfiança nos cidadãos, causando danos no futuro, no que à confiança na internet, por parte dos utilizadores em geral, diz respeito.

Mark Zuckerberg não revelou contudo quais foram as conclusões do telefonema nem qual a opinião do Presidente dos Estados Unidos sobre o assunto. O CEO do Facebook fez questão de revelar a sua posição e de mostrar que está disposto a lutar pela segurança e privacidade na internet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui