Youtube vai ter assinatura mensal para não ver publicidade

passatempo

youtube

O Youtube está a desenvolver um serviço por assinatura que permite aos utilizadores deixarem de ver a publicidade existente no site.

As publicidades do Youtube são algo incomodativas, uma vez que atrasam a reprodução do vídeo que os utilizadores querem ver e, se for um vídeo de maior duração, lá pelo meio lá aparece nova publicidade.

No entanto este acaba por ser um mal necessário tanto para o Youtube como para os próprios criadores de conteúdo. No lado do Youtube permite manter um serviço gratuito para os visitantes e para os criadores de vídeos permite-lhes serem recompensados pelo seu trabalho.

Existem extensões que bloqueiam as publicidades como o ADBlock, no entanto se todos os utilizadores a utilizarem tanto o Youtube como os autores dos vídeos deixam de ter as suas receitas, o que provavelmente levará a uma redução na quantidade e qualidade dos vídeos enviados para o serviço.

Para livrar os visitantes da publicidade, e manter as receitas, o Youtube está a preparar um serviço de subscrição mensal. A notícia começou a chegar aos produtores e canais do Youtube através de um email que informa numa alteração nos Termos de Serviço onde é referida a criação da subscrição mensal.

mensalidade Youtube

O Youtube vai pagar aos criadores dos vídeos 55% das receitas das subscrições. O cálculo do valor a ser pago a cada criador é determinado através do rácio de visualizações que cada canal teve com o total de visualizações do Youtube por visitantes com a subscrição ativa.

Os proprietários de canais, têm até dia 15 de junho para aceitar estes termos e aderir ao programa. Quem não o fizer vai ser impedido de rentabilizar os seus vídeos, vendo ainda o seu conteúdo marcado como privado.

Este serviço agradará a quem visualiza muitos vídeos e já está farto de apanhar com publicidade no início e a meio de cada vídeo. A taxa de adesão dependerá do valor da assinatura mensal, da qual ainda não se sabe ao certo de quanto será. Resta saber se os utilizadores sem assinatura vão passar a apanhar ainda com mais publicidade, numa tentativa de os converter em subscrição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here