Youtube Shorts: A resposta do Google à plataforma de vídeos TikTok

Desde que o TikTok explodiu em popularidade nos últimos dois anos, alguns YouTubers fizeram uma transição para a plataforma. Segundo o The Information, parece que o YouTube está a tentar recuperar alguns desses criadores, lançando a sua própria plataforma de vídeo que irá concorrer diretamente com o TikTok, que se intitula de Shorts.

Segundo a informação divulgada, o Shorts estará integrado dentro da aplicação do YouTube e incluirá “um feed de breves vídeos publicados pelos utilizadores”. Graças ao grande número de músicas licenciadas da empresa, os utilizadores poderão usá-las como faixas de acompanhamento dos seus vídeos, potencialmente dando ao YouTube uma vantagem muito forte sobre seu concorrente.

O TikTok foi lançado na China em 2016 e foi lançado em todo o mundo em 2018. O aplicativo permite vídeos curtos de 3 a 60 segundos, o que se tem tornado algo diferente do normal e relembrar um pouco o sucesso do Twitter quando chegou e permitia apenas um número limitado de caracteres.

Desde o lançamento, a aplicação móvel tornou-se extremamente popular, tornando-se um dos aplicativos com mais downloads nas duas principais lojas de aplicativos, com um grande número de seguidores entre os adolescentes.

No entanto também há alguma controversia em relação ao TikTok, nomeadamente por ser de uma empresa chinesa e, por isso, sujeita às regras do Governo chinês que é conhecido por ser, digamos, muito rígido. Aliás, por ser de origem chinesa, o Governo dos EUA tem afirmado que a utilização desta plataforma pode ser perigosa para a segurança do país, o mesmo discurso que tem utilizado para a Huawei e para outras empresas chinesas.

Será interessante ver como essa batalha se irá desenrolar já que se prevê que o recurso seja introduzido até o final de 2020, mas se o YouTube quiser interromper o ímpeto do TikTok – especialmente agora que as pessoas estão presas em casa e não têm muito mais a ver com o tempo – provavelmente vão querer lançar a sua grande novidade o mais rapidamente possível, e pode ser que venhamos a ser surpreendidos mais cedo do que pensamos.

Fonte: The Information

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here