Youtube revela quais os melhores smartphones para assistir vídeos na plataforma

O novíssimo Galaxy Note 9 foi anunciado nesta quinta (09). Embora o design seja bem semelhante ao do seu antecessor, o phablet chega ao mercado com hardware de ponta, trazendo o processador Exynos 9810 e até 8GB de RAM, além de recursos aprimorados e a nova S Pen com suporte ao Bluetooth. Buscando promovê-lo ainda mais, a Samsung mencionou uma característica curiosa: o aparelho é certificado para uso do Youtube.

Embora praticamente qualquer celular rode os vídeos da plataforma, existe um programa recente chamado “YouTube Signature Devices”, que indica quais smartphones são plenamente compatíveis com os recursos do site.

Galaxy Note 9

Não basta apenas reproduzir os vídeos, para entrar na seleta lista, os dispositivos devem cumprir uma série de requisitos impostos pela Google (dona do Youtube), como suporte a conteúdos em HDR, reprodução de vídeos em 360 graus, ter decodificação 4K e funcionar perfeitamente com DRM (gerenciamento de direitos digitais).

Além disso, também é super importante que o smartphone suporte o codec VP9, que já é usado pelo Youtube há alguns anos. Talvez seja por este motivo que nenhum smartphone da Apple foi incluído no YouTube Signature Devices, dado que a empresa não libera o suporte a esse codec em seus smartphones.

São 18 aparelhos no total, e apesar do Galaxy Note 9 aparecer em primeiro, não há uma classificação do melhor para o pior, por exemplo. A lista segue apenas a ordem de lançamento, colocando os mais recentes no topo. Confira abaixo os dispositivos aptos ao YouTube Signature Devices:

  • Galaxy Note 9
  • Xperia XZ2 Premium
  • HTC U12+
  • OnePlus 6
  • LG G7 ThinQ
  • Xiaomi Mi 8
  • Nokia 8 Sirocco
  • Xiaomi Mi Mix 2s
  • Samsung Galaxy S9
  • Samsung Galaxy S9+
  • Google Pixel 2
  • Google Pixel 2 XL
  • Huawei Mate 10 Pro
  • Samsung Galaxy Note 8
  • Sony Xperia XZ1
  • LG V30
  • Samsung Galaxy S8
  • Samsung Galaxy S8+

As fabricantes interessadas em inserir smartphones na lista devem preencher um formulário da Google. Depois disso, os dispositivos serão testados para verificar se cumprem todos os critérios estabelecidos. A empresa afirma que os requisitos serão atualizados a cada ano, e os modelos que entrarem na lista, receberão uma ajuda mais específica do Youtube para resolver eventuais problemas de desempenho ou reprodução de vídeos.

Fonte: The Verge

Veja também...

Deixe um comentário

avatar
  Subscrever  
Notificar de