YouTube quer evitar dislikes em vídeos

O YouTube está a estudar formas de desencorajar os utilizadores a clicarem no botão “dislike”, evitando, deste modo, dar a determinado vídeo uma cotação muito negativa.

O sistema de recomendações e alcance dos vídeos no YouTube depende de várias métricas, sendo uma delas a quantidade de likes e dislikes de um projeto. Para evitar que grupos grandes de utilizadores menos simpáticos ataquem um vídeo, aumentando o número de dislikes, o YouTube está a estudar formas de impedir esse tipo de ação. Para a empresa não está completamente afastada a hipótese de vir a ser removida essa função do site.

Os autores de vídeos e criadores de conteúdos estão sempre preocupados com os eventuais ataques de haters e com o aumento do número de dislikes nos seus vídeos publicados no YouTube. Existem vários motivos enviesados para se fazer isso e os responsáveis não estavam a conseguir contornar o fenómeno. O próprio YouTube sofreu com esse tipo de atitude no final de 2018, ao ter o vídeo YouTube Rewind com o maior número de dislikes da história da plataforma.

Deste modo, a equipa de desenvolvimento do site começou a estudar meios para impedir esse tipo de ataque aos vídeos, que acaba por prejudicar o seu alcance. O diretor de projetos do YouTube, Tom Leung, tem já algumas ideias para lutar contra o problema, como desativar a contagem de dislikes, exigir uma explicação antes de contabilizar o dislike, ou até mesmo remover completamente a função, por exemplo, ainda que admita que esta opção seria “extrema e pouco democrática”.

Leung disse que qualquer uma das soluções pode causar problemas ao site no futuro.

Ainda não há uma data concreta apontada para a total resolução do problema, mas o YouTube pretende que seja o quanto antes, de forma a voltar a tornar boa a experiência da publicação de vídeos para os seus utilizadores.

Fonte: Search Engine Journal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here