YouTube inicia teste no seu sistema de filas para aplicativos iOS e Android

O YouTube está a começar a testar o seu sistema de filas no iOS e no Android. O recurso está disponível na Web há anos e aparece nos aplicativos do YouTube em determinadas circunstâncias, os utilizadores que controlam o Chromecast com os seus telefones podem reconhecê-lo, assim como aqueles que usam os aplicativos do YouTube Music.

Agora os utilizadores do YouTube Premium que optarem pelo teste poderão adicionar vídeos a uma fila que funciona como uma lista de reprodução temporária.

Depois de ativar o recurso terá acesso a um novo botão “Reproduzir o último da fila” no menu de três pontos verticais que aparece nas miniaturas do vídeo. Tocar nele adicionará o vídeo ao final da sua fila ou criará uma nova fila se não estiver a assistir a nenhum vídeo no momento.

Quando o vídeo que está a assistir terminar, o aplicativo irá começar a reproduzir o próximo vídeo da fila e irá continuar até acabar. Pode também reorganizar os vídeos na fila ou removê-los. Se fechar o player, sai totalmente do aplicativo ou se tocar no botão “x” na barra inferior, a sua fila será excluída (embora o aplicativo avise antes de permitir que isso aconteça).

Quando abrir o aplicativo receberá um aviso de que o recurso já esta disponível para teste e irá ter um botão para ativá-lo. (O YouTube começou a lançar o recurso no início deste mês de acordo com AndroidPolice e o 9to5Google). Se não recebeu essa notificação e é um assinante Premium, pode ativá-lo manualmente tocando na sua foto de perfil no canto superior direito, indo para Configurações > Experimentar novos recursos, ir até “Fila” e tocar no botão “Experimentar”.

De acordo com esse ecrã de configurações, o teste irá estar disponível até ao dia 28 de janeiro. O teste não é necessariamente um sinal de que os utilizadores que não tem assinatura poderão colocar vídeos na fila em breve, o teste picture-in-picture do YouTube para iOS terminou meses antes do lançamento do recurso oficial.

Alguns relatos informam que o aplicativo falhou ao adicionar um vídeo à fila e apenas numa segunda tentativa foi possível adicionar (pode surgir alguns bugs ou erros nesta fase inicial de testes).

Fonte: Google

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui