Xiaomi Mi A2 surgiu em vídeo num hands-on de 11 minutos

Não há grandes dúvidas que a Xiaomi é uma das grandes fabricantes mundiais e temos visot um grande crescimento no mercado, e começou há alguns anos, e nesta altura já está no 4º lugar do ranking. São vários os smartphones de sucesso da fabricante, mas não há dúvidas que o Xiaomi Mi A1 é dos mais recentes sucessos e a expetativa pelo seu antecessor é grande.

O Xiaomi Mi A1 é um grande sucesso de vendas da fabricante chinesa, não só pela excelente relação qualidade-preço, mas também  por que este equipamento conta com o Android One, que não é mais do que uma parceria com a Google que garante a versão original pré-instalada no equipamento e rápidas atualizações, o que resolve um dos grandes problemas do Android e que os utilizadores muito gostam.

Os utilizadores já esperam pelo Xiaomi Mi A2, mas este tarda em ser apresentado pela fabricante, mas também já há poucas dúvidas de que falta pouco para que seja oficial. Aliás, a confirmar esta teoria, surgiu um vídeo de 11 minutos no YouTube, onde mostra um Hands-on do novo Xiaomi Mi A2 (que já foi removido como seria expetável).

Neste vídeo conseguiu-se verificar que o as informações divulgadas até agora sobre o equipamento são reais. O vídeos foi publicado por um duo espanhol PimpiTronic e mostrava como o smartphone funcionava com a versão original do Android, bem como divulgaram fotografias captadas pelo equipamento.

O Xiaomi Mi A2 deverá ter um ecrã de 6 polegadas com resolução Full HD+ de 2160x1080p, rácio 18:9 e sem “notch”, o processador será o Qualcomm Snapdragon 660 octa-core, com 4GB de RAM e 64GB de armazenamento. As câmaras deverão ser dois sensores traseiros, de 20MP e 12MP, enquanto a câmara frontal será de 20MP.

O grande destaque continuará a ser o Xiaomi Mi A2 assente na plataforma Android One, que depende diretamente da Google e, desta forma, garante atualizações de software para as mais recentes versões do Android, além das atualizações de segurança. É que um dos grandes problemas do Android são as atualizações do equipamento e este ecossistema gerido pelo Google permite que esta gestão seja feita de forma mais célere.

Em testes já divulgadas do Geekbench, conseguimos perceber que o resultado é bastante bom, com uma pontuação de 1630 no single-core e 4657 no multo-core.

Fonte: GSMArena

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here