Xiaomi Mi A2 apareceu no Geekbench e divulga todas as especicações

A Xiaomi tem pautado por um crescimento sustentado da empresa e os seus equipamentos têm demonstrado uma grande relação qualidade-preço. O Xiaomi Mi A1 foi mesmo um dos mais recentes sucessos da empresa, já que juntou o Android One, que garante o Android puro e atualizações rápidas, com um preço baixo e especificações de média/alta gama.

Sabendo que o Mi A1 foi um grande sucesso, é normal que, quase um ano depois, o sucessor deste equipamento seja muito esperado por todos e têm surgido vários rumores sobre o mesmo. Agora, surgiu mais um, sendo que apareceu no site Geekbench, uma aplicação de testes de desempenho, e que divulga todas as especificações do equipamento.

Fonte: AndroidCentral

Esperava-se que no passado dia 25 de abril, a Xiaomi apresentasse o Xioami Mi 6X e o novo Xioami Mi A2, no entanto isso não aconteceu, deixando os consumidores na expetativa sobre o produto. Apesar de ainda não haver data prevista para a apresentação do equipamento, têm surgido vários rumores sobre o equipamento, sendo que agora parece confirmar as especificações do equipamento através do Geekbench.

No site, conseguimos perceber que o resultado é bastante bom, com uma pontuação de 1630 no single-core e 4657 no multo-core. A empresa também deverá “copiar” a táctica do ano passado que colocou o Mi 5X como Mi A1, sendo que desta vez o 6X deverá ser o Mi A2.

O Xiaomi Mi A2 deverá ter um ecrã de 6 polegadas com resolução Full HD+ de 2160x1080p, rácio 18:9 e sem “notch”, o processador será o Qualcomm Snapdragon 660 octa-core, com 4GB de RAM e 64GB de armazenamento. As câmaras deverão ser dois sensores traseiros, de 20MP e 12MP, enquanto a câmara frontal será de 20MP.

O grande destaque continuará a ser o Xiaomi Mi A2 assente na plataforma Android One, que depende diretamente da Google e, desta forma, garante atualizações de software para as mais recentes versões do Android, além das atualizações de segurança. É que um dos grandes problemas do Android são as atualizações do equipamento e este ecossistema gerido pelo Google permite que esta gestão seja feita de forma mais célere.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here