Xiaomi entra no Guinness Book após abrir 500 Mi Stores de uma só vez

21 de Novembro de 2018
32 Partilhas 271 Visualizações

No ano passado, a Xiaomi inaugurou a primeira Mi Store na Índia. Desde então, a empresa vem expandindo gradativamente o número de lojas naquele país. No entanto, o último investimento foi bem atípico. A Xiaomi Índia anunciou a abertura de 500 Mi Stores de uma só vez, estabelecendo um recorde e entrando no Guinness Book.

Na verdade, tudo isso aconteceu em 29 de outubro, mas a empresa estava aguardando algumas liberações do livro dos recordes para poder anunciar essa grande conquista aos fãs. A Xiaomi explicou que essa expansão faz parte de um “novo varejo” para o mercado indiano, onde a empresa pretende oferecer uma “experiência de grande loja” para consumidores que vivem em áreas rurais.

Em 2019, as metas são ainda maiores, pois a fabricante chinesa pretende abrir cinco mil novas lojas físicas e empregar mais de 15 mil funcionários em todo o país. O crescimento da Xiaomi é bastante surpreendente, afinal, a empresa superou as expectativas dos analistas para o terceiro trimestre, além de está liderando o mercado de smartphones na Índia.

Por mais que os modelos top de linha da marca sejam mais baratos que os da concorrência, são os aparelhos intermediários que rendem maior lucro para a Xiaomi. O Mi A2, por exemplo, que faz parte do programa Android One, vem conquistando ótimas vendas ao redor mundo, entregando um hardware competente para sua faixa de preço, boas câmeras e preço acessível.

Se você não conhece, ele possui uma tela LCD de 6″ com resolução de 2160×1080 pixels, 403 ppi de densidade, 77,4% de relação tela-corpo e proteção Gorilla Glass 5. Por dentro, temos um processador Snapdragon 660 octa-core, com quatro núcleos rodando a 2,2 GHz e quatro rodando a 1,8 GHz – todos Kryo 260. A GPU inserida é a Adreno 512.

Há três variantes disponíveis: a primeira com 4GB de RAM e 32GB de armazenamento, a segunda com 4GB de RAM e 64GB de armazenamento, e a terceira entrega 6GB de RAM e 128GB de armazenamento – todas sem slot para microSD.

No departamento de câmeras, existem dois sensores na traseira posicionados verticalmente no canto superior esquerdo, sendo o principal de 12MP e o secundário de 20MP – ambos com abertura f/1.75, estabilização digital de imagem, HDR, foco PDAF e possibilidade de filmar em até 4K a 30fps. Na parte frontal, temos outra câmera de 20MP com abertura f/2.2, que por sinal, consegue aplicar o efeito bokeh via software.

Para manter o aparelho ligado, a Xiaomi inseriu uma bateria de 3.000 mAh com tecnologia de carregamento rápido “Quick Charge 4.0”. Em software, o Mi A2 já estar rodando o novo Android Pie.

Fonte: GsmArena

Artigos interessantes

JP Morgan lança uma criptomoedasa própria
Criptomoedas
28 Visualizações
Criptomoedas
28 Visualizações

JP Morgan lança uma criptomoedasa própria

Sandra Pacheco - 18 de Fevereiro de 2019

A criptomoeda JPM, usada somente para negócios, parece não ser apreciado pela Ripple. JP Morgan, um grande Banco de investimentos dos Estado…

8 Apps da loja Microsoft mineravam criptomoedas.
Aplicações
40 Visualizações
Aplicações
40 Visualizações

8 Apps da loja Microsoft mineravam criptomoedas.

Sandra Pacheco - 18 de Fevereiro de 2019

Uma empresa de segurança informática descobriu que aplicações existentes na loja Microsoft, secretamente mineravam criptomoedas sem qualquer permissão do utilizador. A empresa…

Robô explorador para minas submersas desenhado em Portugal
Tecnologia
50 Visualizações
Tecnologia
50 Visualizações

Robô explorador para minas submersas desenhado em Portugal

Sandra Pacheco - 18 de Fevereiro de 2019

Um robô para ajudar a explorar minas submersas, foi concebido por uma equipa de cientistas de vários países, incluindo Portugal.…

Comente

O seu email não será publico