Xiaomi continua a liderar o mercado das smartbands

Red Magic 3S

Surgiu um novo relatório sobre as vendas dos dispositivos vestíveis, com destaque para as smartbands, ou bands fitnesse inteligentes, que tem crescido muito no mercado. Segundo a Canalys, o mercado no terceiro trimestre verificou um aumento de 63% de envios de produtos, em relação ao ano anterior, com claro destaque para a Xiaomi, que lidera o mercado com 27%.

No terceiro trimestre, a Xiaomi registou o maior número de envios na categoria em todo o mundo, enviando 12,2 milhões de unidades com um crescimento de 74,4% e alcançando 27% de marketshare de mercado no trimestre. O crescimento da Xiaomi é atribuído ao “forte desempenho doméstico e expansão agressiva no exterior”. A Apple ficou em segundo lugar com 15% de participação de mercado, onde 60% das remessas foram atribuídas ao mais novo Apple Watch Series 5.

A Huawei ficou em terceiro lugar com 5,9 milhões de unidades enviadas e 13% de de mercado e teve um crescimento anual de 243%, graças ao crescimento das vendas na China e é o maior aumento registado nesse trimestre. O Fitbit representava 8% do mercado e foi o único fornecedor que não teve muito crescimento em comparação ao ano passado. A Samsung ficou em quinto lugar, com 6% de mercado, com o aumento das vendas na Ásia graças ao gadget Galaxy Fit de nível básico.

Nas Américas, a Apple teve um melhor desempenho com o seu muito atualizado Watch Series 5, enviando 3,5 vezes mais unidades durante o trimestre de lançamento em comparação com o Apple Watch Série 4. Enquanto isso, a Série 3 ficou mais barata, aumentando as vendas da do acessório da Apple no trimestre.

Na Ásia-Pacífico (sem incluir a China), a Fitbit e a Samsung entraram no segmento de smartbands de baixo custo que a Xiaomi domina há algum tempo, com algum sucesso no mercado. No segmento EMEA (Europa e Oriente Médio), o impulso agressivo da Xiaomi para a Europa com as smartbands de baixo custo permitiu-lhes ganhar muito mercado.

Finalmente, na China, o mercado cresceu 60% para a Xiaomi, embora a Huawei bastante próxima graças a um aumento de 290% em relação ao ano passado. A maior parte do crescimento da Huawei foi o lançamento de packs de vendas das suas smartbands com os smartphones e que permitiu, também, aumentar as vendas de smartphones. A Apple também registou crescimento na China, com as vendas do novo Apple Watch da série 5.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here