WWDC 2019: Apple apresenta novo Mac Pro, iPadOS, iOS 13, macOS Catalina e muito mais…

Foi no dia de ontem que a Apple iniciou o seu evento para programadores, o WWDC 2019 que, como já costuma acontecer, divulgou as novidades relacionadas com software dos seus produtos, bem como novidades para os programadores e, sem dúvida, temos  bastantes novidades.

Uma das principais é a “morte” do iTunes, a aplicação até agora geral para os produtos da Apple que, a partir de agora, passará a ter várias aplicações diferentes. Outro destaque é o novo Mac Pro, com um design arrojado. Em termos de software, a Appel anunciou o novo iOS 13, um novo sistema operativo para o iPad, o iPadOS, bem como a nova versão do macOS Cataliana. Mas há mais…

Adeus iTunes: Olá ao Apple Music, Apple Podcasts e Apple TV

A Apple achou que o iTunes tinha demasiadas coisas e por isso decidiu separar as coisas. Desta forma, dizemos adeus ao iTunes, e passamos a ter três aplicações que vão fazer tudo o que o iTunes fazia antes: o Apple Music, Apple Podcasts e Apple TV. Não é que estas aplicações já não existissem de certa forma, mas agora passarão a integrar funcionalidades do iTunes nas suas respetivas áreas, o que até faz algum sentido.

Como pode prever, o Apple Music estará relacionado com tudo o que tem a ver com músicas, enquanto a Apple TV irá integrar tudo o que tem a ver com vídeo, filmes e series. Por seu lado, o Apple Podcasts será exclusivamente focado nno podcasts que são cada vez mais comuns, sendo que esta última também terá no as categorias.

macOS Catalina é a nova versão do sistema operativo para Mac

O novo sistema operativo irá permitir integrar com o iPad como um segundo ecrã para o seu Mac (intitulado SideCar), além de ser possível utilizar a Apple Pencil nas aplicações para Mac, o que poderá ser muito interessante para os profissionais.

Além das três novas aplicações que também vão passar a esta rno sistema operativo em vez do iTunes, também pode contar com algumas novidades em outras aplicações, como a aplicação de TV que passará a ter suporte vídeo 4k no sistema operativo.

Haverá uma nova aplicação “Find My” que permitirá a procura de dipsositivos Apple perdidos de forma mais fácil, bem como haverá mais funcionalidades de controlo por voz para a utilização do Mac. Para os programadores, há o Project Catalyst, que permitirá a criação de aplicações mais fácil para o Mac, iPad e iPhone.

Mac Pro renovado

Já há vários anos que o Mac não tinha mudanças de design e é agora que a Apple decid fazer essa alteração. E que alteração, com um design arrojado.

Em termos de specs, a versão base contará com um processador Intel Xeon octa-core, 32GB de RAM, 256GB SSD e uma placa gráfica Radeon Pro 580X, sendo que há a introdução do Afterburner, um acelerador de hardware que permitirá a visualização de 12 stream de vídeo 4k. O preço deste produto inicia-se nos 5.999 dólares, sendo que espera-se que o produto tenha um processador até 28-cores, 1,5TB de RAM e até duas gráficas Radeon Pro Vega II.

O computador conta com três portas Thunderbolt, duas USB-A e um jack 3,5mm para auriculares.

A Apple também lança um novo ecrã LCD de 32 polegadas que intitula de 6K Retina Display, com HDR e resolução de 6016×3384, com o preço de 4.999 dólares.

Os produtos estarão à venda durante o outuno.

iPad OS

Uma das grandes novidades é que a Apple decidiu criar um sistema operativo próprio para iPad, destacando-o mais dos equipamentos móveis e aproximando-o dos computadores, tal como tem feito nos últimos tempos com o lançamento do iPad Pro. Desta forma, a nova versão do sistema operativo vem fazer a diferença: colocar o iPad com um sistema otimizado para um melhor desempenho e utilização.

O ambiente de trabalho será melhor, com mais aplicações disponíveis bem ao estilo do que vemos no macOS. Também conta com um “slide-over” para alterar entre diversas aplicações no iPad, como faz no iPhone, um “split View” melhorado, que permite abrir duas aplicações lado a lado, para um melhor desempenho.

O Safari também terá uma versão própria, sendo que deixará de abrir as versões mobile dos sites, mas as versões para computador, o que é uma mais valia e, tal como disse anteriormente, tendo em conta a aproximação que a Apple tem feito do iPad ao segmento dos computadores, faz todo o sentido.

Também conta com atalhos de teclado para uma melhor utilização do sistema operativo, sendo que um dos grandes destaque é que será possível adicionar discos rígidos externos. Com esta abertura e as primeiras versões Beta já disponíveis, já está a ser indicado que é possível colocar um “rato” no iPad, uma novidades que considero essencial para aproximar o iPad de um computador. Excelente!

O novo iPadOS estará disponível para iPads Pro e a partir do iPad Air 2.

iOS 13

A nova versão do iOS 13 também foi anunciada como mais rápida e mais eficiente, com melhoramentos significativos na performance. As aplicações serão 2x mais rápidas, sendo que ocupam metade do espaço dos equipamentos, o que é excelente . Também o FaceID, desbloqueio por reconhecimento facial, será 30% mais rápido.

Outra das novidades é a primeira versão escuro do iOS. Em termos de aplicações próprias, haverá novidades no Notes, Mail, entre outras, com destaque para uma nova e melhorada aplicação Mapas, que será conhecida no final de 2019.

Os emojis também vão ser mais pessoais, com os novos Apple Memoji, que passarão a ter maquilagem, joalharia, entre outros acessórios. Estes novos Emojis também poderão ser usadas em outras aplicações, como o WeChat, em vez de serem exclusivas ao iMessage.

Em termos de segurança também há novidades, sendo que a Apple irá permitir que as aplicações lhe peçam o email, sendo a decisão final por parte do utilizador. Inclusive, a Apple poderá criar um email aleatório para estas situações, para que não tenha de utilizar o seu email real.

Apple watchOS 6

 O sistema operativo do relógio também é um dos que terá mais novidades, sendo que a partir do watchOS 6 passará a haver uma loja de aplicações para o relógio e integrado no próprio relógio, tornando-o mais independente do iPhone. Os utilizadores poderão fazer download de aplicações a partir do próprio relógio.

Também haverá novas aplicações disponíveis para o Apple Watch, o que é bom para os utilizadores. Haverá novas interfaces para o relógio, no entanto, ainda não foi indicado que a Apple iria permitir que os programadores possam criar as próprias interfaces.

Em termos de saúde, um grande foco do Apple Watch, haverá funcionalidades melhoradas, bem como em termos de monitorização de exercício físico. Uma das novidades é a introdução de uma monintorização do ciclo mentrual, uma novidade que poderá interessar muito aos utilizadores femininos.

tvOS, HomeKit e Siri

O sistema operativo para a Apple TV também tem novidades, sendo que a próxima versão irá permitir a integração com os comandos da Xbox One e da Playstation 4, uma novidade que irá interessar aos jogadores.

O HomeKit também irá trazer maior segurança na área das câmaras, com dois novos produtos: Apple HomeKit Secure Video e HomeKit para Routers. Na primeira os vídeos serão encriptados e guardados no iCloud, para uma melhora segurança, enquanto o HomeKit para Routers terá uma firewall virtual.

A Siri também é melhorada, pois terá um melhoramento neural que irá soar mais como um humano a responder. O assistente de voz também terá melhor integração com o CarPlay, AirPods e o HomePod, bem como este último poderá ser utilizado por múltiplos utilizadores, que serão distinguidos pela Siri através do reconhecimento de voz.

No CarPlay, a Siri irá dar-lhe sugestões de aplicações no ecrã enquanto conduz, sendo que nos AirPods poderá ouvr a mensagem que recebeu e responder diretamente pelos auriculares.

Fonte: Apple

1 COMENTÁRIO

Responder a Christian Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here