Windows 11 cria problemas de desempenho em alguns processadores AMD Ryzen

O Windows 11 já foi oficialmente lançado, mas para quem tem um processador AMD Ryzen, talvez não seja bom atualizar já, talvez queira adiar a atualização um pouco. A empresa está a relatar que os seus chips podem ter problemas com o novo sistema operativo que podem causar quedas de desempenho em 15 por cento em alguns dos casos.

A AMD e a Microsoft encontraram recentemente dois problemas principais relacionados com o Windows 11 no Ryzen. O primeiro problema é que o Windows 11 pode fazer com que a latência do cache L3 triplique.

A AMD diz que o problema pode causar um desempenho pior de 3 a 5 por cento na maioria dos aplicativos afetados, enquanto alguns jogos (a AMD chama especificamente aqueles “comumente usados ​​para eSports”) podem ter quedas de desempenho de 10 a 15 por cento, o que em certo jogos e situações irá dificultar em muito a sua utilização.

blank

O Windows 11 também está a ter problemas com a tecnologia de “núcleo preferencial” da AMD, que geralmente visa transferir threads para o núcleo mais rápido de um processador. A AMD avisa que os utilizadores podem ver os problemas de desempenho em tarefas que dependem da CPU, especificamente em processadores com mais de oito núcleos de cerca de 65W TDP.

A AMD e a Microsoft já confirmaram que estão a “investigar ativamente esses problemas conhecidos para resolução por meio de atualizações de software”. As duas empresas prometem uma atualização do Windows e uma atualização de software que estão planeada para o final deste mês de outubro para tentar resolver esses mesmos problemas. Mas, enquanto isso, o ideal será manter-se com o Windows 10 até que a AMD e a Microsoft resolvam todas estas questões que tem vindo afetar vários utilizadores AMD.

Fonte: AMD

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here