Windows 10 sofre com ameaças de Bugs

Como já sabemos, o Windows 10 é agora o sistema operacional mais popular do mundo. Pelo menos agora que ele conseguiu ultrapassar o seu avô, o Windows 7. Este último, até agora permanecia nas fileiras de popularidade do sistema operacional.

As últimas estatísticas do Netmarketshare dão ao Windows 10 uma fatia de 40,30% do mercado de sistemas operacionais. Comparados com a participação de 38,41% do Windows 7 no mercado de sistemas operacionais.

Porém, já vemos que vários casos de ameaças ocorrendo e coisas das quais não queremos nem saber. Afinal, o Windows 10 vem causando vários desconfortos para alguns usuários.

Agora, a enorme base de usuários do Windows 10 está alerta sobre um problema de segurança perigoso. Várias vulnerabilidades do dia zero do Windows foram descobertas, e ambas permitem que os invasores controlem o computador da vítima.

A vulnerabilidade permite que invasores assumam o controle total sobre o PC da vítima e acredita-se que ele tenha sido usado em ataques direcionados. O bug foi descoberto pela Kaspersky Lab e foi corrigido na última versão do Microsoft Patch Tuesday, que a Forbes revelou em um post online.

O relatório

Discutindo a ameaça os pesquisadores da Kaspersky disseram:

  • “Em fevereiro de 2019, nossos sistemas Automatic Prevention Exploit (AEP) detectaram uma tentativa de explorar uma vulnerabilidade no sistema operacional Microsoft Windows.
  • “Uma análise mais aprofundada deste evento levou-nos a descobrir uma vulnerabilidade de dia zero no win32k.sys.”

E não acabou apenas com este, um segundo bug, que também foi abordado na recente versão do Patch Tuesday, poderia mais uma vez resultar no controle dos sistemas Windows.

Partes nefastas poderiam usar a vulnerabilidade de dia zero em conjunto com uma exploração do Chrome para dominar os sistemas Windows. O google, no início de março, divulgou uma correção para a vulnerabilidade do Chrome, mas a exploração do Windows ainda existia até a recente versão do Patch Tuesday.

Ela afeta os sistemas Windows 7 e o Google está aconselhando os usuários de PC que executam esse sistema operacional a atualizar para o Windows 10.

Clement Lecigne, do Threat Analysis Group do Google, disse:

  • “Acreditamos que esta vulnerabilidade só pode ser explorada no Windows 7 devido a recentes mitigações de exploração adicionadas em versões mais recentes do Windows.
  • “Até o momento, observamos apenas a exploração ativa contra sistemas Windows 7 de 32 bits.”

Lecigne acrescentou: “Como recomendação de mitigação para esta vulnerabilidade, os usuários devem considerar a atualização para o Windows 10, se ainda estiverem executando uma versão mais antiga do Windows, e aplicar patches do Windows da Microsoft, quando estiverem disponíveis.”

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here