Whatsapp ultrapassa a marca dos 2 bilhões de utilizadores

A famosa plataforma de mensagens instantâneas Whatsapp conseguiu no mês de Fevereiro ultrapassar a marca de 2 bilhões de utilizadores em todo o mundo. É a aplicação nº1 existente para troca de mensagens que mesmo para quem tem sistemas da Apple, é das primeiras aplicações a ser instalada.

Isto porque a aplicação de mensagens da Apple apenas funciona entre os seus dispositivos se quiseremos ter uma aplicação bastante semelhante, e ao invés do Whatsapp, esta encontra-se disponível em praticamente todas as plataformas de SO existentes no mercado.

Uma vez adquirida pelo Facebook algum tempo atrás, consegue ainda ter mais sucesso actualmente que o Messenger. Foi assim que hoje o Facebook veio informar que o Whatsapp conseguiu mais de 2 bilhões de utilizadores activos mensalmente, e essa marca foi conseguida em Fevereiro 2020. Até ao momento só mesmo o Messenger tinha conseguido tal feito.

Em Julho de 2017, o Whatsapp já contava com 1 bilhão de utilizadores activos. Sete meses depois, a popular aplicação veio anunciar que já estava na casa dos 1.5 bilhões, pelo que tudo seria uma questão de tempo até chegar e ultrapassar os 2 bilhões, tendo na Índia o seu maior mercado com cerca de 400 milhões de utilizadores.

Foi à cerca de 11 anos atrás que o Whatsapp começou com o simples objectivo de tentar unir o mundo através de um método simples de troca de mensagens usando os smartphones e os seus respectivos números de telefone. Mas rápidamente foi adquirido pelo Facebook em 2014  num negócio de 19 bilhões de dólares. A aplicação foi então ano após ano evoluindo e extendendo-se a outras plataformas, tais como Windows e iOS, o que lhe permitiu ter ainda mais margem de manobra para progredir e conseguir ter cada vez mais utilizadores.

O Whatsapp utiliza um sistema forte de privacidade recorrendo ao método de encriptação de dados end-to-end, pelo que a privacidade do utilizador está sempre garantida ao máximo seja em plataforma estiver a utilizar a aplicação.

Actualmente, o Facebook encontra-se a tentar unificar as 3 aplicações adquiridas por si, o Whatsapp, o Instagram e o Messenger. Por enquanto todas elas funcionam independentemente umas das outras, mas o objectivo é tentar juntar as 3 aplicações em uma única só onde os utilizadores poderão trocar informações e mensagens entre si estejam a utilizar a aplicação que estiverem, tudo isto com o método de segurança e encriptação acima referido. No entanto existe um contratempo, a Federal Trade Commission não está de acordo com os futuros planos do Facebook para estas 3 aplicações.

Fonte: AndroidCentral

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here