WhatsApp pode vir a funcionar sem internet

O Whatsapp iniciou esta semana testes a um novo recurso que pode mudar o funcionamento da versão web do aplicativo. Estes testes consistem no utilizador usar o serviço até quatro dispositivos que não sejam telemóveis, sem ter o telefone que está registado ligado ou ligado à Internet.

Segundo o Whatsapp, o smartphone ficará sempre como dispositivo principal da conta, mas para usar o WhatsApp no computador ou até mesmo no tablet, não será mais preciso o smartphone estar ligado à Internet.

“Cada dispositivo adicional vai ligar-se ao WhatsApp de forma independente”, explicou a app de mensagens. O Whatsapp pretende com esta mudança que as ligações sejam mais rápidas nos dispositivos complementares, visto que ao “exigir que o telefone execute todas as operações, os dispositivos complementares são mais lentos.

blank

Atualmente, o WhatsApp na versão que conhecemos já permite ser usado em mais do que um dispositivo, por exemplo num navegador da web, mas como sabemos requer sempre que o telemóvel associado à conta esteja ligado à Internet.

O Whatsapp pretende acabar com a restrição de apenas ser possível um dispositivo estar a funcionar ao mesmo tempo.

Nesta nova versão será necessário seguir mais um passo a passo: para ligar o WhatsApp Web, a pessoa deverá fazer a autenticação biométrica, seja com reconhecimento facial ou impressão digital no smartphone.

Esta medida pretende impedir acessos indesejados, para evitar duplicações de contas ou  até mesmo roubo de contas.

O WhatsApp irá disponibilizar uma lista com todos os dispositivos ligados a sua conta, para que quando sentir que existe algum dispositivo estranho, automaticamente pode ser desativado o login remotamente.

Se o aplicativo ficar inativo no smartphone por mais de duas semanas, ele se desligará automaticamente os outros dispositivos adicionais.

Ainda não há uma data oficial para o lançamento deste recurso para todos os utilizadores. Para já encontra-se disponível para os utilizadores beta, sendo que, nos próximos meses, o WhatsApp planeia começar a adicionar a ferramenta para um pequeno número de utilizadores.

Fonte: TechCrunch

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here