Whatsapp aumenta os seus esforços para banir usuários maliciosos

Como estamos vendo, o WhatsApp está seriamente empenhado em reprimir aqueles que usam de uma maneira maliciosa, o mais popular aplicativo de bate-papo do mundo. E não é para menos, em média, a cada dia, mais de 65 bilhões de mensagens são enviadas no WhatsApp de mais de 1,5 bilhão de pessoas que utilizam o App.

Dessa forma, apesar de ser direcionado para amigos conversar e manter contato, não falta casos de gente buscando explorar sua popularidade espalhando golpes e spam. Afinal, em todo lugar iremos encontrar gente de má índole. E com os últimos acontecimentos envolvendo segurança, apostar em cada vez mais segurança é uma boa jogada.

O caso é que agora o WhatsApp está aumentando cada vez mais, os seus esforços para impedir ou pelo menos tentar, aqueles que usam o aplicativo de bate-papo por meios ilícitos.

O App

O WhatsApp declarou que eles “aumentaram” sua capacidade de identificar contas que “abusam” do WhatsApp. E como resultado, isso está ajudando a banir dois milhões de contas do WhatsApp todo mês.

O WhatsApp também disse que a partir de 7 de dezembro de 2019 eles considerarão tomar medidas legais contra aqueles que enviarem mensagens “em massa ou automatizadas”. E em uma atualização da página de perguntas frequentes, adicionou que eles não tolerariam que o WhatsApp fosse usado para mensagens de spam.

Um porta-voz do WhatsApp declarou em uma entrevista: “O WhatsApp foi projetado para mensagens privadas, então tomamos medidas para impedir o envio massivo de mensagens e impor limites sobre como o WhatsApp pode ser usado.

“Também aumentamos nossa capacidade de identificar contas que usam o WhatsApp, o que nos ajuda a banir dois milhões de contas globalmente por mês.”

Na atualização do “uso não autorizado do WhatsApp”, o aplicativo de bate-papo disse que está “comprometido em reforçar a natureza privada de nossa plataforma e manter os usuários protegidos contra abusos”.

O WhatsApp adicionou que eles usarão todos os recursos à sua disposição para impedir o abuso de seus termos de serviço.

Eles disseram: “A partir de 7 de dezembro de 2019, o WhatsApp tomará uma ação legal contra aqueles que determinarmos estar envolvidos ou ajudando outras pessoas em abuso que violem nossos termos de serviço, como mensagens automáticas ou em massa”.

Dicas

Enfim, com estas medidas, é esperado que os resultados sejam drásticos e visíveis em todos os lugares. Mas além disso, o WhatsApp também colocou alguns conselhos em seu site, para aconselhar os usuários a identificar uma mensagem de fraude.

O WhatsApp disse que as marcas registradas dessas mensagens são:

• O remetente afirma ser afiliado ao WhatsApp

• O conteúdo da mensagem inclui instruções para encaminhar a mensagem

• A mensagem afirma que você pode evitar punição, como suspensão de conta, se você encaminhar a mensagem

• O conteúdo da mensagem inclui uma recompensa ou presente do WhatsApp ou de outra pessoa

Se você receber uma mensagem de fraude, o WhatsApp informará a você “bloquear o remetente, desconsiderar a mensagem e excluí-la”.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here