Waze testa função que dirá quanto vai pagar em portagens

O Waze, uma das aplicações de navegação mais populares a par do Google Maps, vai passar a ter a indicação do quanto terá de pagar em portagens.A notícia é divulgada pelo 4GNews e já foi confirmado por vários editores portugueses da aplicação Waze.

Esta novidade será particularmente bem-vinda por parte de quem não usa a Viva Verde, por exemplo. A informação passará a ser apresentada dentro da aplicação. Assim, será possível calcular, com maior precisão, todos os aspetos importantes de uma viagem: grande ou pequena.

De acordo com a empresa, a nova função já está a ser distribuída, chegando através de uma atualização da app para Android e iOS. No entanto, numa primeira fase, a novidade só está disponível nos Estados Unidos da América e no Canadá. Ainda não há uma data prevista para Portugal.

Ainda de acordo com a Waze, esta função para Android e iOS está a ser aplicada graças ao contributo dos editores. Isto é, socorrendo-se da sua vasta comunidade de utilizadores que foi adicionando os preços médios das portagens em vários pontos. Entretanto, as contribuições continuam a chegar.

A função está em testes na app para Android e iOS.

Já, por sua vez, a Google destaca a forte vertente social que tornou possível a implementação da nova função – os utilizadores dedicados, que contribuem, então, com a sua experiência em determinados itinerários.

De recordar que, no mês passado, o Waze já tinha introduzido a novidade de permitir aos seus utilizadores poder solicitar que o assistente virtual dê ordens através de comandos de voz à aplicação para evitar portagens e outro tipo de estradas. A integração do Assistente da Google com o Waze deverá ser disponibilizada em breve ao nível global. Para já está a funcionar nos Estados Unidos e apenas para quem tem Android. Quem tem iOS terá de esperar mais um pouco.

Até aqui, quando víamos algum perigo na estrada e o queríamos relatar, tínhamos sempre que olhar para o smartphone durante alguns segundos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here