watchOS 5.1. Actualização do sistema operativo retirado pela Apple devido ‘relógios estragados’

1 de Novembro de 2018
5 Partilhas 167 Visualizações

A Apple lançou o watchOS 5.1 na quarta-feira, porém, rapidamente removeu a actualização de circulação devido a reclamações de utilizadores. Diversas pessoas afirmaram que os seus relógios deixaram de funcionar após a actualização.

Até agora, ainda não sabemos qual terá sido o problema em questão para que a actualização deixasse relógios fora de funcionamento. O que é certo é que problemas com o Apple Watch podem ser muito complicados de resolver, mais complicados do que os iPhones, pois não existe forma de ligar o Apple Watch ao computador para reinstalar o software de origem.

As primeiras informações apontam para um problema limitado ao Apple Watch Series 4

Segundo as informações disponíveis, estes problemas estarão limitados aos novos Apple Watch Series 4. Alguma forma de incompatibilidade terá surgido entre este relógio e a actualização do sistema operativo.

O que é que a nova actualização oferece aos utilizadores?

O watchOS 5.1 inclui 70 novos emojis que vieram também com o iOS 12.1, suporte para áudio em grupo no FaceTime entre outras opções de estética.

Por agora, devido a estes desenvolvimentos, os utilizadores que fizeram download deste sistema operativo não devem instalar até a Apple o recolocar em circulação.

Os controlos parentais do iOS 12 também tem sido criticados

Os controlos parentais da Apple estão sob fogo no novo iOS 12 por serem inconsistentes. Se de facto diversos termos relacionados com sexo estão banidos do acesso aos menores, existem outros resultados que lhes permanecem abertos: como websites de extrema-direita ou de apoio ao terrorismo.

O Screen Time foi introduzido o mês passado pela Apple para o iOS 12. Utilizando o Screen Time, os pais podem esconder conteúdos inapropriados para os menores. Porém, aparentemente, os filtros deixam bastante a desejar. Há certas pesquisas, que até não seriam problemáticas, e que não são permitidas. Por exemplo, “educação sexual”, ou “sexo seguro” são pesquisas que o Screen Time não permite ao menor. Porém, pesquisas muito problemáticas como construção de bombas, envenenamento ou até juntar-se a grupos terroristas são permitidas.

Fonte: CNET

Artigos interessantes

Call of Duty: Black Ops 4 Grand Heist.
Jogos / Consolas
19 Visualizações
Jogos / Consolas
19 Visualizações

Call of Duty: Black Ops 4 Grand Heist.

José Nilson - 20 de Fevereiro de 2019

Ótimas notícias para os gamers fãs de Call of Dutty. Ontem chegou uma nova atualização na PS4, sendo que em…

Reino Unido pretende regulamentar o Facebook
Internet
6 Partilhas28 Visualizações
Internet
6 Partilhas28 Visualizações

Reino Unido pretende regulamentar o Facebook

João Pedro Souza - 19 de Fevereiro de 2019

O comitê chamado “Digital, Cultura, Mídia e Esporte” do Parlamento do Reino Unido publicou seu relatório final após 18 meses…

Evento não-oficial de Fortnite acaba em fracasso na Inglaterra
Jogos / Consolas
4 Partilhas25 Visualizações
Jogos / Consolas
4 Partilhas25 Visualizações

Evento não-oficial de Fortnite acaba em fracasso na Inglaterra

José Nilson - 19 de Fevereiro de 2019

Muita gente ficou sabendo da Festa de Fortnite realizada no fim de semana. Enfim, este Festival, com poucos funcionários e pouco…

Comente

O seu email não será publico