Volkswagen já fabricou 150 milhões de automóveis

Red Magic 5G

A Volkswagen celebrou na passada semana a produção do automóvel número 150 milhões. O início da atividade da marca alemã remonta aos tempos dos nostálgicos Carocha com o primeiro Type 1 a resultar de uma encomenda de Adolf Hitler e do génio do engenheiro Ferdinand Porsche. Vários modelos de sucesso lhe seguiram na história ao longo de décadas, do Golf ao Polo, sem deixar de parte a berlina Passat entre tantos outros, estabelecendo muitas das vezes referências em vários segmentos de mercado.

De olhos postos num futuro mais limpo depois do ensombro do escândalo Dieselgate, o automóvel número 150 milhões da Volkswagen é um Golf GTE, automóvel que recorre de um moderno sistema de motorização híbrido. Na história do automóvel o Golf foi pioneiro de um novo segmento de mercado onde desde a década de 70 é uma referência. Hoje somam-se já mais de 34 milhões de unidades deste modelo, ultrapapassando largamente os 21,5 milhões de Beetles que foram colocados a circular. O automóvel 150 milhões resulta de um trabalho de 65 anos da marca alemã.

Ao longo do tempo a Volkswagen fabricou automóveis em mais de 50 fábricas, entre elas a AutoEuropa instalada em Portugal. Com grande expressão na Europa, a marca alemã possui forte expressão no continente americano com várias instalações no Brasil, México e Estados Unidos. A primeira fábrica a produzir automóveis situa-se na Alemanha, em Wolfsburg, resultado de um plano económico traçado pelo Terceiro Reich, e que produziu em 72 anos 44 milhões de automóveis.

No mercado a Volkswagen é detentora de marcas de prestígio como a Seat, Skoda, Audi, Lamborghini e Bentley, o que a torna no segundo maior grupo de fabricantes de automóveis apenas ultrapassada pela Toyota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here