Vodafone e Ford pretendem melhorar a resposta dos veículos de emergência

Em breve, ambulâncias, carros de bombeiros e carros da polícia terão maior facilidade de circulação no trânsito graças a uma parceria entre a multinacional de comunicações, Vodafone e a companhia automotiva, Ford.

Mas em que consiste? Segundo os parceiros, o painel Ford Sync irá permitir aos condutores criar, antecipadamente, um(a) corredor/faixa de emergência para quando houver um acidente, os meios de apoio possam circular com agilidade.

Apelidado de eCall Plus, o sistema baseia-se no sistema eCall, que alerta automaticamente os serviços de emergência quando um carro se vê envolvido em um grave acidente. Os “paramédicos” (na maioria dos casos, bombeiros) necessitam de transportar as vítimas de acidentes o mais rápido possível, sem que sejam impedidas pelo trânsito, bloqueando inadvertidamente o seu percurso.

Com vista a mudar este cenário, a Ford tenciona mudar o paradigma, introduzindo o eCall Plus nos seus veículos alertando os condutores caso ocorra um acidente, dando-lhes informações para “desocupar” o caminho para os veículos de emergência (ambulâncias, bombeiros e polícia).

Em sintonia com a medida, a partir de 1 de abril de 2018, todos os carros fabricados em solo europeu serão obrigados por lei a estarem equipados com o sistema eCall, medida proposta votada pelo parlamento europeu.

O eCall Plus encontra-se a largos passos do atual eCall. Os investigadores prevêm que ele recorra a sistemas de infotainment (serviço de entretenimento) para alertar os condutores sobre um acidente que ocorreu até 500 metros à frente do veículo. Para além disso, também os informará se os serviços de emergência se estão a aproximar, solicitando a mudança para um lado específico da estrada ou de faixa.

A construtora, Ford, está a testar a tecnologia-protótipo na Alemanha em parceria com a Vodafone. O sistema responsável por alertar a ocorrência de um acidente, funciona como uma rede entre veículos que alerta de imediato os serviços de emergência e outros veículos ao redor do sinistrado, para que, por sua vez estes comuniquem entre si para informar outros condutores mais próximos.

Esta tecnologia torna-se necessária porque, segundo a Ford, estudos demostram que, um tempo de resposta (por parte dos serviços de emergência) de apenas quatro minutos mais rápido melhora a taxa de sobrevivência das vítimas em 40%.

A revolução digital está a trazer novas possibilidades de mobilidade [e para a mobilidade], que podem ajudar a salvar vidas nas nossas estradas”, diz Hannes Ametsreiter, CEO da Vodafone Alemanha. Atualmente, a Ford possui um sistema eCall na maioria dos seus veículos que permite efetuar chamadas de emergência, onde é fornecida localização e tipo de combustível presente no automóvel.

O novo sistema está a ser desenvolvido ao abrigo do KoMoD (Kooperative Mobilität im digital Testfeld Düsseldorf), um programa alemão com orçamento de 15 milhões de euros projetado para investigar tecnologia para veículos autónomos, tecnologias de car-connected (interação entre automóveis) e “a interação de várias funções de assistência ao condutor em situações reais de condução”.

Fonte Autoexpress

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here