vivo iQOO: submarca terá o primeiro smartphone dobrável

passatempo

A Vivo pode não ser muito conhecida por estas bandas, mas acompanha as novas tendências no segmento dos smartphones, certamente se já se cruzou os equipamentos da Vivo. Na Europa ou na América tem muito pouca expressão, mas nos mercados asiáticos é uma marca bastante famosa e, cada vez mais, quer rivalizar com as marcas premium.

Esta semana, surgiu uma nova submarca, a IQOO, associada à Vivo e que rapidamente se percebeu que seria uma submarca para o segmento premium da empresa. Mas a surpresa é ainda maior, quando as primeiras indicações sobre esta marca não é apenas para smartphones Premium, mas sim par ao primeiro smartphone dobrável da Vivo.

As submarcas estão a ganhar força, com claros exemplos de sucesso. A Huawei teve grande sucesso com sua submarca Honor e em vários mercados a Honor agora vende mais aparelhos que a Huawei. Outro fabricante que obteve grande sucesso com uma submarca foi a Oppo, que criou a Realme em 2018.

A Xiaomi também criou sua submarca POCO e a BlackShark no ano passado e lançou o popular POCO F1 que teve um grande sucesso. Agora é a vez da vivo lançar-se com a sua nova submarca, mas até agora com muito poucas revelações sobre o assunto, até terem surgido as primeiras imagens de um smartphones dobrável.

Estas novas imagens surgiram na rede social chinesa Weibo, que refletem um smartphones dobrável da vivo, com a indicação que pertence à submarca IQOO. Apesar destas imagens serem associados à marca, não deixam de ser apenas renders ou um exemplo do que poderá ser um smartphone da marca.

Segundo as imagens, o novo smartphone da IQOO terá um design com o ecrã  na área exterior, mais ao estilo da Xiaomi e não tanto como o da Samsung, onde o ecrã maior fica por dentro do equipamento. Sendo que nestas imagens não verificamos quaisquer botões ou compartimentos, pode significar que segue a tendência do Vivo Apex.

No entanto, estas imagens não têm de refletir o design final do equipamento da vivo IQOO, portanto há que encarar com alguma desconfiança.

Segundo a informação divulgada, o smartphone deverá chegar ao mercado com um preço inferior aos CNY7000, o que significa que será inferior a R$4000 ou 950€, o que, a confirmar-se, será um preço muito interessante e bem mais baixo que o esperado para os smartphones da Xiaomi e da Samsung.

Fonte: PlayfulDroid

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here