VeriSign implica o governo chinês nos ataques à Google

Desde o anúncio oficial da Google esta semana que a VeriSign iDefense security lab tem estado a trabalhar no sentido de esclarecer quais sãos os presumíveis culpados por detrás destes ataques.

Segundo o relatório divulgado ontem pela VeriSign iDefense security lab é possível constatar que o governo chinês está implicado no mesmo e que o ataque foi conduzido a partir de uma vulnerabilidade existente no software da Adobe que lê ficheiros PDF, algo que a Adobe já veio desmentir.

A VeriSign constatou também que os mesmos servidores destes ataques serviram de base para outros que foram conduzidos em Dezembro e que afectaram uma quantidade enorme de empresas Norte Americanas.

Por sua vez a McAfee possui uma versão diferente da VeriSign mencionando que o ataque incidiu numa vulnerabilidade existente no Internet Explorer e não em qualquer software da Adobe, implicando também a Microsoft neste caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui