Vendas do iPhone voltam a caír e deixam Apple em maus lençóis

iPhone 6S 2

O terceiro trimestre fiscal nos EUA voltou a ficar assinalado nas contas da Apple como mais um período de queda das vendas do produto iPhone.

Os resultados financeiros, revelados há instantes, apontam para uma faturação de 42,4 mil milhões de dólares e lucros na ordem dos 7,8 mil milhões de dólares no período até 25 de junho.  Tendo por comparação o período homólogo de 2015, a Apple registava 49,6 mil milhões de dólares de faturação e 10,7 mil milhões de dólares de lucro.

Segundo Tim Cook, presidente da Apple, «estamos agradados em reparar através dos resultados do terceiro trimestre com o aumento forte da procura dos consumidores e da performance do negócio. O sucesso obtido com o lançamento do iPhone SE contribuiu para este resultado», acrescentando o responsável financeiro da empresa, Luca Maestri, que «o nosso negócio cresceu 19% no campo dos serviços e registamos a maior faturação da App Store de sempre».

O volume de vendas do iPhone regista 40,4 milhões de unidades, uma queda significativa se tivermos em análise as 47,5 milhões de unidades vendidas no mesmo período de 2015, também as vendas de computadores e de iPad continuam em queda face aos volumes registados no ano passado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui