Vendas de smartphones aumentam 27% no primeiro trimestre de 2021

Já sabemos que algumas mercados de vendas já tiveram melhores dias, não só por causa da pandemia, mas também devido à falta de processadores que está a assolar todo o mercado. Os smartphones não têm passado muito por falta de stock, mas mesmo assim há sempre constrangimentos. Felizmente para as marcas, comparando com o ano passado, há uma clara melhoria.

Mais de 347 milhões de smartphones foram enviados no primeiro trimestre, de acordo com o relatório de análise global de smartphones da Canalys, sendo que o número representa um aumento de 27% em relação ao mesmo período do ano passado, com grande destaque para todas as fabricantes do Top 5.

A Samsung é mais uma vez a líder destacada com 76,5 milhões de envios e com uma participação de mercado de 22%. A Apple vem em segundo lugar, com 52,4 milhões de vendas, mantendo 15% do mercado, sendo que em grande destaque encontra-se a Xiaomi, que completa as três primeiras posições com seu próprio recorde de um trimestre de 49 milhões de vendas e uma participação de mercado de 14%, apenas 1% atrás da Apple. Além disso, viu um aumento de vendas de 62%.

A Oppo (37,6 milhões de envios) e vivo (36 milhões de envios), estão entre os cinco primeiros na classificação. A Oppo também teve o maior crescimento anual, com 60% de vendas, enquanto a Vivo teve um aumento de 48% de vendas e detém, agora, 21% de mercado. Há que referir que estas duas marcas pertencem à BKK, um grande grupo chinês de smartphones, que além destas marcas, também detém a RealMe e a OnePlus, e que apenas com esta informação do Top5, a Oppo e a vivo detém, em conjunto 21% do mercado, o que significa que os coloca logo atrás da fabricante sul-coreana Samsung. E, provavelmente, com a RealMe e a OnePlus, acredito que tenham mais do que os 22%, mas estamos à espera de mais informações para atualizarmos o artigo.

Canalys também menciona que a Huawei está agora em sétimo lugar com uma estimativa de 18,6 milhões de remessas, sendo que nesta estatística já não conta com a Honor, que certamente contribuía com um bom número nas vendas.

Marca Q1 2021 shipment (Milhões) Q1 2021 Market share Q1 2020 shipment (Milhões) Q1 2020 Market share Crescimento Anual
Samsung 76.5 22% 59.6 22% +28%
Apple 52.4 15% 37.1 14% +41%
Xiaomi 49.0 14% 30.2 11% +62%
Oppo 37.6 11% 23.5 9% +60%
vivo 36.0 10% 24.2 9% +48%
Outros 95.9 28% 97.8 36% -2%
Total 347.4 100.00% 272.5 100.00% +27%

Olhando para o futuro, a Canalys prevê que a pandemia de COVID em curso ainda terá um papel proeminente na adulteração das vendas de smartphones, mas há um problema maior em torno da escassez de chipset. Esses dois fatores provavelmente forçarão as marcas a reconsiderar as suas estratégias regionais e lançamentos com mais foco nos países que estão se recuperando da pandemia e menos naqueles que estão passando por dificuldades.

A Canalys ainda refere que a saída da LG do mercado também irá alterar o mercado, já na a fabricante sul-coreana tem uma forte presença no mercado das Américas, e que certamente será aproveitado por fabricantes como a Motorola ou a ZTE para ganharem presença.

Fonte: Canalys

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões