Vendas da Nintendo Switch podem vir a cair 10% nos próximos meses

A Nintendo espera ver uma enorme redução nas vendas da Switch ao longo deste ano fiscal. A empresa prevê uma redução de 10% comparativamente com o ano passado, pois o fabricante enfrenta problemas de produção, incluindo uma escassez contínua de semicondutores.

De acordo com o Nikkei, a empresa planeia vender cerca de 20 milhões de consolas. Embora isso represente uma queda de 10% em relação a 2021, o número é 30% inferior a 2020, quando as vendas do Switch atingiram o pico de quase 29 milhões de unidades.

A Nintendo planeava produzir 30 milhões de unidades do Switch em 2021, mas os problemas na cadeia de suprimentos impediram a empresa de adquirir uma variedade de componentes diferentes. A Nintendo reduziu a sua previsão de produção na metade do ano fiscal. Em 2021, foram, apenas, fabircadas 23 milhões de consolas, o que representa uma redução de 20% em relação ao ano anterior.

Embora o Switch esteja no mercado há mais de seis anos, a procura pela consola permanece alta e as vendas continuam fortes. O presidente da Nintendo Shuntaro Furukawa referiu-se à Switch como estando no “ponto médio” de seu ciclo de vida em 2021.

A desaceleração pode ser atribuída em grande parte ao agravamento da escassez de chips, mas vários outros fatores também devem ser levados em consideração. O conflito entre a Ucrânia e a Rússia, também causam, vários tipos de interrupções e as restrições pandêmicas recentemente reintroduzidas em Xangai, na China, também tiveram um papel importante. A Nintendo fabrica a Switch na China.

A Nintendo planeia compensar a queda nas vendas concentrando-se em jogos. A empresa anunciou que Splatoon 3 e um novo jogo da Pokémon vão ser lançados no atual ano fiscal.

Em fevereiro deste ano, o CEO da Nintendo, Shuntaro Furukawa, disse que a Switch superou todas as expetativas e que a empresa se encontra saudável do ponto de vista económico.

Fonte: Gamer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui