Valor das criptomoedas em queda livre

Definitivamente os dias já foram mais risonhos para as criptomoedas, nomeadamente para quem já se via a fazer vida de negociação em moeda virtual. Isto porque, pelo menos olhando para a última semana e considerando a mais famosa – a bitcoin – a sua desvalorização já superou os 10%. Ethereum, Litecoin, Bitcoin Cash, Ripple e outras moedas virtuais seguiram o mesmo caminho, com quedas de até 25% no mesmo período. Com isso, o valor de mercado das principais criptomoedas passou de cerca de 490 bilhões de dólares para 372 bilhões de dólares em apenas um dia, como mostra o Coin Market Cap, citado pela Reuters.

Segundo a mesma fonte, a bitcoin era negociada por cerca de 8 mil dólares, segundo dados do CoinDesk desta sexta-feira. Desde domingo, a moeda desvalorizou quase 30%. Se o movimento de queda continuar, há fortes probabilidades de esta ser a pior semana para a bitcoin em cinco anos. A derrocada pode ser explicada por vários fatores, como o aumento das análises regulatórias nos Estados Unidos.

Recentemente, a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos EUA (CFTC, na sigla em inglês) enviou intimações para dois dos maiores agentes de criptomoedas do mundo, a Bitfinex e Tether. Além disso, o Facebook decidiu nesta semana proibir anúncios que promovam moedas digitais, ofertas inicias de moedas (ICOs) e opções binárias, alertando que elas estão “frequentemente associadas a práticas promocionais enganosas ou ilusórias”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here