Valor das criptomoedas em queda livre

Definitivamente os dias já foram mais risonhos para as criptomoedas, nomeadamente para quem já se via a fazer vida de negociação em moeda virtual. Isto porque, pelo menos olhando para a última semana e considerando a mais famosa – a bitcoin – a sua desvalorização já superou os 10%. Ethereum, Litecoin, Bitcoin Cash, Ripple e outras moedas virtuais seguiram o mesmo caminho, com quedas de até 25% no mesmo período. Com isso, o valor de mercado das principais criptomoedas passou de cerca de 490 bilhões de dólares para 372 bilhões de dólares em apenas um dia, como mostra o Coin Market Cap, citado pela Reuters.

Segundo a mesma fonte, a bitcoin era negociada por cerca de 8 mil dólares, segundo dados do CoinDesk desta sexta-feira. Desde domingo, a moeda desvalorizou quase 30%. Se o movimento de queda continuar, há fortes probabilidades de esta ser a pior semana para a bitcoin em cinco anos. A derrocada pode ser explicada por vários fatores, como o aumento das análises regulatórias nos Estados Unidos.

Recentemente, a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos EUA (CFTC, na sigla em inglês) enviou intimações para dois dos maiores agentes de criptomoedas do mundo, a Bitfinex e Tether. Além disso, o Facebook decidiu nesta semana proibir anúncios que promovam moedas digitais, ofertas inicias de moedas (ICOs) e opções binárias, alertando que elas estão “frequentemente associadas a práticas promocionais enganosas ou ilusórias”.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here