Vale a pena comprar o iPhone 5?

Vale a pena comprar o iPhone 5?E o iPhone 5 já está à venda desde o dia 21 de Setembro de 2012, com bastantes novidades em relação ao iPhone 4S. Mas, será que vale a pena comprar o iPhone 5?

Este tipo de artigo já começa a ser habitual sempre que há um novo dispositivo da Apple, que tem como objetivo atualizar outro que, normalmente, faz um ano por esta altura. Desta vez é o iPhone, que já tínhamos feito um artigo sobre o iPhone 4S, bem como um sobre o iPad 3, tudo com o objetivo de ajudar os nossos leitores a perceber se vale a pena comprar um novo dispositivo. Com a chegada do iPhone 5,  que foi apresentado no dia 13 de setembro e chegou ao mercado português no dia 25, vamos tentar ajudar-vos a perceber se as novidade que apresenta em relação aos anteriores modelos valem a pena, ou não.

Design

Tal como aconteceu no iPhone 4S, a diferença no design não é muita. A grande diferença é o tamanho do iPhone 5, um pouco maior devido ao aumento do ecrã de 3,5 polegadas para 4 polegadas. Na parte da frente, a câmara frontal passou para cima, mas o botão Home continuou igual. As partes laterais do iPhone 5 mantiveram-se iguais, as alterações devem-se ao aumento do tamanho do smarpthone, tendo havido algumas alterações na parte de cima e na de baixo. Na parte de cima, deixou de haver a entrada para os auriculares, passando a estar na parte de baixo do smartphone. Além da entrada dos auriculares  na parte de baixo verificamos que as colunas aumentaram, devido ao novo cabo Lightning, bastante mais pequeno que o anterior e é uma das novidades deste no dispositivo.

Outra novidade no Design do iPhone 5 é a parte traseira, que em vez de ser em vidro como era as anteriores versões, passou a ser em alumínio. Para mim, este é um ponto negativo, pois o alumínio é muito mais sensível aos riscos. Devido a isto mesmo, há várias queixas de que alguns iPhone 5 saíram da caixa já com riscos no alumínio, o que demonstra a sensibilidade desta capa traseira. Por isso, se decidir comprar um iPhone 5, aconselho, vivamente, a comprar uma capa protetora de silicone para quando cair ao chão, não ficar logo riscado.

Hardware

O Hardware é, como sempre, a grande alteração entre gerações de iPhones. Começamos pelo ecrã, a grande alteração no iPhone 5. A alteração de 3,5 polegadas para 4 polegadas é a resposta da Apple ao mercado, que passa pela procura de ecrãs maiores, com as melhores resoluções possíveis. Apesar do aumento do ecrã para 4 polegadas, a resolução é que ainda deixa um pouco a desejar. Não chega, sequer, a HD como a maioria dos concorrentes, no entanto, entre iPhone há uma melhoria substancial  Enquanto o iPhone 4S tinha uma resolução 960 x 640, o iPhone 5 aumenta para 1,136 x 640, com a mesma densidade por pixéis, 326ppi, no entanto, um pouco atrás em relação à concorrência, que começou a apresentar smarpthones com ecrãs com resolução Full HD. Este ecrã estreia o formato de 16:9 no iPhone, o que faz com que as aplicações passam a estar distribuídos num formato 4×5, em vez de 4×4 como anteriormente.

O processador também melhorou. O iPhone 5 recebeu o A6, um processador 2 vezes mais rápido que o seu antecessor, segundo os vários testes de desempenho é mesmo o dobro, mantendo-se um dual-core, agora com um processamento melhorado a 1.05GHz. O iPhone 4S teve uma melhoria em relação ao antecessor, o processador A5 era 7 vezes superior ao processador do iPhone 4.

A câmara frontal foi outra das grandes melhorias, passou de uma VGA para uma câmara de 1,2MP com resolução 720p (excelente par ao FaceTime), mas a câmara traseira manteve a mesma de 8MP, onde a melhoria está no software. A memória RAM foi outro melhoramento  passou de 512MB para 1GB de RAM.

A duração da bateria também é melhorada mas nada do outro mundo, até porque com a chegada do 4G, teria de ser melhorada devido ao aumento do consumo de bateria. No entanto, não nos vamos alongar neste fator, já que o iPhone 5 em 4G não funciona em Portugal. Quanto ao desempenho da bateria em 3G ou vídeo, melhora um pouco, melhora 25h em standby, melhora 2h em transferência de data na internet em 3G e 1 hora em Wifi.

Testes de desempenho

Aqui foi demonstrado todo o potencial deste smartphone. Em testes de desempenho realizados pelo site AnandTech, demonstraram que são bem superiores que a maioria da concorrência, em alguns são mesmo o melhor do mercado, melhor mesmo que o LG Optimus G, com o poderoso processador Qualcomm Snapdragon S4 Pro, o primeiro smarpthone com este processador que já chegou ao mercado e já passou pela maioria dos testes de desempenho. Aqui estão os testes realizados (Clique para aumentar).

Em relação à comparação com o iPhone 4S, que é o que estamos a falar neste artigo, também foi realizado um gráfico, onde mostra a diferença entre o iPhone 4S e o iPhone 5, nos vários testes de desempenho, tanto a nível de CPU, como a nível de GPU. De notar que os testes realizados foram com o iPhone 4S com a mais recente versão do sistema operativo da Apple, o iOS 6.

Em termos de processamento CPU, poderemos verificar que o iPhone 5 é bastante superior, na sua maioria é duas vezes superior, sendo no último teste mais de 3 vezes superior. Este gráfico demonstra, claramente, a diferença entre ambos os processadores. A seguir é do GPU.

A diferença volta a ser idêntica, superior em mais de duas vezes do que o iPhone 4S. O iPhone 5 é, mesmo, um smarpthone superior que o iPhone 5.

iOS 6

As novidades do iOS 6 são bastantes, como sempre acontece numa atualização de um sistema operativo. De destacar, o novo Apple Maps, o PassBook, Melhoramento do Siri e software da câmara.

O Apple Maps é, sem dúvida, a grande novidade, bem como deixou de utilizar mais um serviço da Google. No entanto, foi um fiasco. Um fracasso autêntico. O fracasso foi tal, que o próprio Tim Cook, CEO da Apple, o admitiu num comunicado público. Não só admitiu o problema, como aconselhou os utilizadores de dispositivos Apple a utilizarem uma aplicação concorrente. Acho que nem vale a pena falar sobre o Apple Maps, leiam o artigo sobre a desilusão do Apple Maps, para perceberam e verem algumas imagens do porquê.

O PassBook é realmente uma boa ideia. Uma aplicação que pode substituir toda  anossa carteira, bem como pode conter cupões de descontos e ofertas. Seria uma excelente aplicação, se o iPhone 5 tivesse NFC. Não estou a dizer que não funcione com o mesmo objetivo, mas teria toda a lógica em ter NFC. Até, funciona bastante bem, mas que certamente funcionará num futuro dispositivo da Apple com o NFC. A organização do PassBook estás bastante boa, facilita bastante e agrupa conforme lhe der mais jeito. Comprar um bilhete de avião e guardá-lo aqui é fácil, bem como cupões ou bilhetes para concertos. Funciona e funciona bem.

O Siri recebeu um bom melhoramento. Além de todas as funcionalidades anteriores, consegue, agora, ouvir/responder em mais línguas, Inglês Canadiano, Espanhol (Espanha/México), Italiano(Itália/Suiça), Coreano  Mandarim (China/Taiwan), Cantonês (Hong Kong/China). O português ainda não está incluído. Consegue responder diretamente a perguntas sobre mais desportos, como o NBA, NFL, WNBA, NHL, MLB, Futebol, como Premier League inglesa, MLS, NCAA, Bundesliga Alemã, Primeira Liga holandesa, Liga Espanhola, Primeira Liga Francesa e a Serie A italiana.

O software da câmara também sofreu melhoramentos. Destaco o novo formato panorâmico, que permitirá tirar uma fotografia em modo panorâmico, que dará uma fotografia como se fosse de uma câmara de 28MP. A qualidade de imagem entre um smartphone iPhone 4S com o iOS 5.1 e o iOS 6 é bastante, o que demonstra que esta atualização de software foi bastante boa.

No entanto, todas as grandes novidades presentes no iOS 6, estarão presentes no iPhone 5 e no iPhone 4S, por isso, a diferença entre o sistema operativo num smarpthone ou no outra terá a ver com o hardware.

Vale a pena comprar o iPhone 5?

Esta é sempre uma resposta difícil de dar, no entanto, acho que é mais fácil de dizer neste do que quando do iPhone 4S, que a grande diferença estava “só” no processador.

A meu ver, continua a depender do que procura, mas se tiver uma versão anterior, o iPhone 4 ou anterior, sem dúvida que vale a pena comprar o iPhone 5, pois as diferenças entre o iPhone 5 e o iPhone 4 são muitas, mas muitas mesmo, desde processamento a qualidade de fotografia ou às funcionalidades do iOS 6 que não estarão presentes no iPhone 4.

Mas se tiver a comparar com o iPhone 4S, aí já é diferente. Terá de ver bem o que quer. A meu ver, se pretende um ecrã maior e não gosta de ter um ecrã de 3,5 polegadas, já que toda a concorrência está bem à frente, sem dúvida que vale a pena comprar. Se o dinheiro vale isso, deverá pensar no seu caso específico, mas juntando as várias novidades presentes no iPhone 5 com o aumento do ecrã, acredito que seja uma excelente mudança.

No entanto, se o ecrã não é o importante para si, não vai ser o melhor processador (que é “só” duas vezes superior) nem o dobro do RAM que vale a pena comprar o iPhone 5. Como tem acontecido, a diferença entre uma duas gerações seguidas dos dispositivos da Apple não têm sido muitas, por isso a mudança de smarpthone e o gasto de tal valor monetário, sabemos que o iPhone não é um dispositivo barato, raramente merecem o upgrade a não ser que precisa de alguma características especial do iPhone mais recente, que, neste caso, é o que este oferece, um aumento do ecrã é a tal características que merece um upgrade, mas do que realmente quer.

Fonte: Engadget 1, Engadget 2, AnandTech

28 COMENTÁRIOS

  1. tenho um problema com este equipamento que nao tinha com o iphone 4
    nao consigo sincronizar este (iphone 5) telefone com o meu carro e ja tentei varias vezes e varia opçoes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here