Vai ser lançado um smartphone “Made in Portugal” feito de cortiça

Uma firma de tecnologia portuguesa chamada Ikimobile está a desenvolver um smartphone Android feito de cortiça e totalmente “Made in Portugal”. O telemóvel será lançado ainda este ano.

O Ikimobile é um dos primeiros telemóveis a usar materiais diferentes dos habituais plásticos e metais. Caso a ideia seja um sucesso, poderá representar um importante avanço na produção tecnológica nacional, que se tem focado quase exclusivamente no desenvolvimento de software.

A Ikimobile quer colocar Portugal no caminho para o futuro e colocar ênfase neste produto,” o chefe executivo da empresa, Tito Cardoso, disse em entrevista à Reuters. A cortiça utilizada provém de Coruche, a 80km de Lisboa. “Nós acreditamos que o nosso produto oferece algo diferente, algo que as pessoas se podem sentir bem a utilizar,” acrescentou.

Portugal é o mais produtor mundial de cortiça

As empresas da área têm pensado soluções alternativas viáveis à utilização do plástico e de metais, até agora sem sucesso. Sendo Portugal o maior produtor mundial de cortiça, para a Ikimobile faz todo o sentido apostar neste material não poluente. Uma camada de cortiça oferece ao telemóvel protecção térmica, acústica e de anti-choque. A cortiça também pode ser colorida, e existiriam diversas cores disponíveis para o smartphone.

O objectivo é tornar o telemóvel o mais amigo do ambiente possível. A Ikimobile tem trabalhado com a Universidade do Minho para procurar soluções para, em breve, substituir toda a utilização de plástico. A utilização da cortiça neste telemóvel é o resultado de anos de investigação.

O plano é produzir 1.2 milhões de telemóveis

O plano inicial da Ikimobile é colocar 1.2 milhões de telemóveis no mercado por ano. Pode parecer um número abismal, mas é uma gota no oceano quando comparado ao total de vendas anuais de smartphones: 1.5 biliões.

Não é o primeiro telemóvel da Ikimobile

Este não será o primeiro telemóvel a utilizar cortiça da Ikimobile, mas será o primeiro ‘Made in Portugal’. Mas apesar deste telemóvel ter sido produzido em Portugal, poderá ser o único, pois a Ikimobile planeia transferir quase toda a sua produção para a China com vista a tornar a empresa mais competitiva internacionalmente.

Fonte: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here