USB 4 irá permitir transmissão de imagem em 8K e 16K

O sucesso da transmissão de imagem motivou a que este tipo de conexões de transmissão evoluísse bastante durante os últimos trinta e poucos anos. O surgimento do cabo EGA, passando pelo VGA, o Super-VGA, o DVI, o HDMI e mais recentemente, o cabo de DisplayPort significaram avanços tecnológicos inéditos.

Assim, à semelhança da transmissão de imagem, também a transmissão de dados viu o progresso com a introdução da Universal Serial Bus, USB. Até ao momento, a mais rápida tipologia de transmissão era a entrada USB 3.1, assim como, a USB-C.

O surgimento da DisplayPort 2.0 consiste num dos mais recentes padrões de transmissão de imagem (sucessor da DisplayPort 1.4a) da VESA, a Video Electronics Standards Association — organismo internacional fundado a julho de 1989 com vista padronizar as futuras resoluções de vídeo a nível mundial.

Agora, a DisplayPort Alt Mode 2.0 é um novo padrão que permite ao modelo de transmissão de dados, USB 4 integrar todos os detalhes do atual padrão DisplayPort 2.0, bem como, transmitir dados USB. Isto é inédito, uma vez que passamos a ter uma conexão que pode revolucionar as entradas e saídas de dados gráficos ou alfanuméricos através de um só cabo, como já acontecia com a USB Type-C. A diferença é que a nova norma permite transmissão para monitores em 8K a 60Hz e 4K a 144Hz, todos com HDR e, até mesmo 16K a 60Hz comprimidos.

O que torna tudo ainda mais fantástico é o facto de a conexão USB 4 ser formada por filamentos bidirecionais, ou seja, a largura de banda é igual em ambas as direções. Por exemplo, na transmissão de ficheiros, poderá fazer de um portátil para o computador, em teoria, uma transmissão de 40Gbps do computador para o portátil como do portátil para o computador ao mesmo tempo. Contudo, como revela o site de tecnologia AnandTech, na transmissão de imagem (que é possível como frisamos com a tecnologia DisplayPort Alt Mode 2.0), o monitor apenas necessita de receber o sinal, ou seja, é possível reconfigurar a direção e a largura de banda para que seja projetado sinal num só sentido com um alcance combinado de até 80Gbps.

Podemos concluir que este novo modo irá permitir muitas outras vantagens como, uma menor complexidade das extremidades do cabo USB 4, bem como, da parte do televisor ou monitor, uma vez que poderá ser utilizada a entrada DisplayPort 2.0.

Ao que tudo indica, os próximos dispositivos a incorporar este novo modo irão começar a ser lançados dentro de alguns meses, já no próximo ano 2021. Esperemos por mais detalhes, também acerca, do lançamento no mercado dos primeiros cabos USB 4. Isto será certamente algo bem revolucionador no mundo da tecnologia.

Fonte Engadget

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here