Um Fortnite mais amigável

Red Magic 3S

O último hit da Arcade da Apple começou como se fosse uma piada. Os técnicos da base Mighty Bear Games já tinham lançado a ideia à Apple para uma nova subscrição de serviço, mas dois dias antes o CEO, Simon Davis, tinha planeado voar para a Califórnia para perceber os detalhes. Alguém na equipa tinha desenvolvido algo espectacular. O que foi desenvolvido foi o Butter Royale e tal fez o estúdio pensar em maneiras de fazer uma batalha popular com os géneros mais próximos.

Trata-se do espaço dominado por criaturas, tal como o Fortine, PUBG e Apex Legends, mas O David pensou que haveria espaço para mais, para se tentar algo diferente. David queria arranjar uma alternativa mais amigável, um jogo mais familiar e sem ameaças.

 Butter Royale é, de momento, um jogo parecido aos que já foram mencionados, no sentido em que o objectivo é ser o último jogador vivo. São 32 jogadores que são lançados numa cidade do espaço e têm que juntar armas e equipamento para se defenderem enquanto que outras características obrigam os jogadores a aproximarem-se cada vez mais. Mesmo assim, Butter Royale consegue não ser violento. Tem menos batalhas e mais guerras de comida. Pipocas e cachorros quentes podem ser usados como armas. Até mesmo as baguetes podem servir para atacar o inimigo. A tempestade que nos outros jogos força os jogadores a se aproximarem, neste jogo é uma onde gigante de manteiga derretida.

A violência, o a falta dela, não foi o único aspecto que mudaram no jogo. Butter Royale é mais simples. Tudo o que se consegue fazer é movimentar e atacar. Não existem construções ou passagens de nível e só se pode carregar uma arma de cada vez.

O objectivo é fazer com o género de jogos desça ao sem essencial, para qualquer pessoa o possa jogar.

Fonte:  The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here